BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

terça-feira, 21 de agosto de 2018

A MORTE É MUITO SOFRIDA? O QUE VAI ACONTECER COMIGO QUANDO EU ESTIVER MORRENDO?”


Há muito cuidado com o nascimento e há muito cuidado com todo o processo do morrer, que pode durar anos. O espírito que desencarna não fica abandonado. Ao contrário, há amparo e orientação; cabe ao espírito aproveitar ou não a oportunidade do amparo.
A morte é conhecida do espírito, mas desconhecida do corpo e da mente. Este desconhecimento é a maior fonte de medo e insegurança frente ao retorno ao plano espiritual. Quando a pessoa morre há o renascimento para o plano espiritual.
As pessoas se perguntam: é muito sofrida esta passagem que chamamos de morte?
A resposta é: normalmente não é sofrida. É um momento intenso, forte e protegido. Porém, existe uma variação muito grande de experiências do morrer. Existe desde o espírito que não tem consciência do desencarne até o espírito que se desliga da vida material terrena com serenidade e dela se afasta. As diferentes condições do pós-morte dependem de alguns fatores, os principais são citados a seguir:
a) o momento e a forma pela qual a morte ocorre.
b) do que foi cultivado (crenças, valores, sentimentos, etc.) durante os anos da encarnação.
c) da cultura em que a pessoa viveu sua encarnação.
Para grande parte da população a morte é uma transição forte, porém suave.  Abaixo reproduzo uma prova desta suavidade (retirada do Livro Nascer Várias Vezes, pag. 201):
“Raymond Moody, pesquisou as experiências de quase morte (EQM) e publicou os resultados em seu livro Vida Depois da Vida. Ele pesquisou pacientes que passaram pela situação ultra-radical de morte iminente. Os relatos dos pacientes, em sua maioria, não têm nada de assustador. O que essas pessoas costumam relatar é: sentimento de paz interior, sensação de flutuar acima do seu corpo físico, visão de 360 graus, ampliação de vários sentidos, sensação de viajar através de um túnel intensamente iluminado.”
 Como é o momento da morte?
No geral, a morte não é ruim. Para vários é um momento muito difícil antes, durante e após a morte. Para todos é sempre intensa e protegida. A mente entra em estado alterado de consciência, o que facilita a passagem de um “lado para o outro”. É comum o espírito que volta ao plano espiritual sentir que está iniciando uma nova fase de vida. Outros ficam confusos, perdidos, delirando uma realidade inexistente. Como tudo na vida, o resultado depende em grande parte do que foi cultivado durante os dias vividos na face da Terra.
Observe: muitas vezes os parentes pensam que a pessoa em estado terminal está sofrendo. Porém, muitas e muitas vezes quem sofre é quem fica, pois quem está partindo está em paz. É muito comum a pessoa próxima à morte estar “se desligando” e a família sofrendo. De novo, a morte é intensa e é uma tarefa difícil. Mas, também é protegida e repleta de descobertas e insights.
“A morte é uma experiência radical demais para ser comparada com a vida cotidiana. Vou compará-la a uma situação radical de sobrevivência: uma mulher nadou no escuro sabendo que os outros membros da sua família talvez estivessem mortos. Em meio ao pânico e sentindo a morte muito próxima, uma “estranha tranquilidade” se apossou dela. Ela pouco sentia o corpo, apenas nadava, tranquila. Ela sentiu paz, uma paz profunda. Ela se desligou da realidade, era um vazio, uma completa falta de sentido. Ela não sabe como conseguiu sobreviver.” (trechos do Livro Nascer Várias Vezes)
“Já ouvi este mesmo tipo de relato de muitos pacientes ao descreverem suas mortes em outras encarnações. Em meio ao pânico, medo e tensão aparece a paz, o distanciamento, o desligamento e a entrega. Estudos feitos com homens bomba, cujas bombas falharam e eles foram presos, descrevem as mesmas sensações. Eles iam para o suicídio sem medo, sentiam leveza e paz. Estavam em estado alterado de consciência.”
Este estado alterado de consciência, esta paz que acompanha milhões de pessoas (mas não todo mundo) nos seus momentos finais de vida, é pouco valorizado pelos familiares. Todavia, é muito importante respeitar seu familiar quando a paz vier; jamais confunda paz com desistência de lutar. A luta agora é outra: é retornar, da melhor forma possível, à vida espiritual.
Depois da morte vem o pós-morte. A readaptação ao plano espiritual:
Passada a morte em si, vem a abertura para a nova realidade, o pós-morte. Boa parte dos espíritos passam por este momento de readaptação com suavidade. Para alguns espíritos que não se entregam, não desligam ou que trazem acúmulos de negatividades, o pós-morte pode ser terrível. O sofrimento desses espíritos pode durar séculos. Todavia, da mesma forma que há cuidado com o nascimento, há muito cuidado com o espírito que desencarna. Definitivamente, não somos abandonados. Nem os piores espíritos são abandonados. Eles terão que evoluir, terão que superar provas, terão que pagar os seus débitos, mas terão apoio e amparo. Se forem espertos mudarão suas escolhas e aceitarão a ajuda. Caso não façam isso estarão prolongando o próprio sofrimento.
Ou seja, para morrer em paz e se readaptar com tranquilidade no plano espiritual é importante desenvolver desapego, se preparar para este momento cultivando qualidades nobres e se entregar para esta mudança, quando chegar o momento.
Dicas para o processo do morrer ser mais suave:
1) comece a cultivar agora o desapego.
2) responda aos desafios da vida com paz interior – desenvolva sabedoria. (A morte bem vivida envolve aceitação e adaptação. Assim também deve ser sua vida.)
3) tenha uma vida útil. (Para o espírito “dói muito” na readaptação no plano espiritual a percepção de que teve uma vida pouco útil. As dificuldades de readaptação aumentam muito, principalmente porque quem não é útil está sempre fortalecendo algum defeito. Por exemplo, a pessoa que não ajuda a si e ao próximo constantemente está reforçando a preguiça.)
4) Não considere nem a morte e nem a doença como derrota ou motivo de vergonha. São momentos desafiadores que fortalecem quem os enfrenta com sabedoria e serenidade.
5) Procure ler e estudar bons livros que expliquem o sentido da reencarnação do espírito.
6) Ajude e apoie uma ou mais pessoas no seu processo de adoecimento e morte. (Com as famílias menores e maior expectativa de vida, as pessoas estão vivendo sem ter contato direto com a morte. Tudo o que é muito distante e desconhecido torna-se fonte de medo e insegurança.)
Estas são algumas dicas do que você pode fazer a partir de hoje para tornar mais suave seu desencarne futuro.
Você pode se ajudar, sempre pode ajudar.
Toda a sabedoria que você acumular te ajudará na encarnação atual, no plano espiritual e nas próximas encarnações. Te ajudará inclusive no momento em que você estiver renascendo para o plano espiritual, o momento da morte.
Não tenha medo da morte. Tenha medo de não aproveitar esta vida para desenvolver qualidades e sabedorias.


Autor: Regis Mesquita

Fonte: Blog: Nascer Várias Vezes

PRECE DOS AFLITOS



Senhor Deus, Pai dos que choram,
Dos tristes, dos oprimidos.
Fortaleza dos vencidos,
Consolo de toda a dor,
Embora a miséria amarga,
Dos prantos de nosso erro,
Deste mundo de desterro,
Clamamos por vosso amor!
Nas aflições do caminho,
Na noite mais tormentosa,
Vossa fonte generosa
É o bem que não secará…
Sois, em tudo, a luz eterna
Da alegria e da bonança
Nossa porta de esperança
Que nunca se fechará.
Quando tudo nos despreza
No mundo da iniquidade,
Quando vem a tempestade
Sobre as flores da ilusão!
O! Pai, sois a luz divina,
O cântico da certeza,
Vencendo toda aspereza,
Vencendo toda aflição.
No dia de nossa morte,
No abandono ou no tormento,
Trazei-nos o esquecimento
Da sombra, da dor, do mal!…
Que nos últimos instantes,
Sintamos a luz da vida
Renovada e redimida
Na paz ditosa e imortal.

Emmanuel – Francisco C.Xavier
Livro: Paulo E Estevão
Paginas 162 e 163


PLANTE E COLHA


Seja você em toda e qualquer situação, confie em você, seja perseverante, se rodeie de pessoas que possa confiar, se desafie, não desanime nunca, confie nos teus projetos, aceite os planos de Deus, confie em Deus e lute. Só lutando hoje, que amanhã você vai ser um grande vencedor. Deus te abençoe e lhe de forças pra lutar dia após dia. Dificuldades vão existir, mas quanto maior o deserto, maior será a sua vitória! Sua autenticidade é muito importante para conseguir o que deseja sem ter de se modificar. Procure sempre se juntar aos bons para se tornar uma pessoa boa.

do site Gotas de Paz

MENSAGEM DO DIA


A verdadeira liberdade não reside apenas em mudarmos as circunstâncias em que vivemos, mas em conseguirmos nos libertar mental e emocionalmente.

Paulo e Lauro Raful

domingo, 19 de agosto de 2018

“VOCÊ É AJUDADO O TEMPO TODO. ESTEJA DISPONÍVEL PARA APROVEITAR ESTA AJUDA. ”




O plano espiritual interage com o plano terreno. Se você mantiver sua mente conturbada com mil pensamentos e sentimentos, formará uma barreira que dificultará a ação das boas vibrações emanadas pelos espíritos de luz.
Por isto, não se OCUPE com preocupações. Saiba esperar para ocupar sua mente somente no momento em que for se esforçar para resolver o problema.
Mantenha sua mente serena e facilite a ação das vibrações espirituais em sua vida. Você é o responsável por resolver seus problemas, mas as vibrações elevadas dos espíritos de luz poderão te ajudar.
Você vive e faz parte de um "oceano" de energias.
Imagine tudo à sua volta como uma imensidão de energia razoavelmente organizada.
A cadeira na qual você senta. Ela é compostas por átomos, que por sua vez se mantém juntos por força energética. Estes átomos são energia, energia organizada e cooperadora (para aprofundar sugiro a leitura do livro "A Espiritualidade no dia a dia")
Inclua você neste "oceano" de energia. A energia se movimenta, com trocas intensas. Este movimento gera um profundo intercâmbio de força e informações.
Cada parte organizada deste oceano é capaz de agregar qualidades e informações às energias que interagem com elas.
Explico: você recebe vibrações do meio ambiente. Por sua vez, você também emite vibrações. Entre receber e retransmitir, você metaboliza estas energias, agregando a elas suas próprias características. É por isto que a vibração emitida por um Gandhi ou São Francisco de Assis é mais "elevada" que aquelas que nós emitimos.
Os planos espirituais como um todo e cada espírito em particular também emitem vibrações. Desta forma, todos os tipos e níveis vibracionais circulam e estão disponíveis para serem captados.
Você capta vários diferentes níveis de vibrações porque você possui áreas mais evoluídas e outras menos evoluída. A sintonia de cada ser humano é múltipla. Prevalecendo aquelas que ele cultiva através de atos, pensamentos e sentimentos (mais sobre a vibrações aqui, aqui e aqui).
A principal (não é a única) forma que o plano espiritual tem para te ajudar é criando um arcabouço de ótimas vibrações capazes de te ajudar e influenciar. Cabe a você estar pronto para absorver estas vibrações (energia mais informações).
Pensando simples: na sua casa, você e sua família estão produzindo vibrações. Os espíritos de luz, por sua vez, sabem que vocês precisam de vibrações mais elevadas do que aquelas que vocês produzem. Eles atuam para elevar estas vibrações. Entenda que na sua casa haverá vários tipos diferentes de vibrações (mais densas e mais sutis). Os espíritos de luz trabalham para aumentar as vibrações mais sutis (geralmente mais elevadas).
O que os espíritos de luz (mais evoluídos) querem? que você seja mais influenciado e INSPIRADO por vibrações mais elevadas. Eles se esforçam para propiciar as melhores condições vibracionais possíveis.
E você? Você tem prontidão para ser influenciado por estas vibrações benéficas? Você se coloca em condição de ser inspirado por elas?
Chico Xavier. A mente é como uma antena, capta o que estamos sintonizando, o bem ou o mal. Depende de nós mudar a frequência.
Como estar preparado para receber e aproveitar estas vibrações elevadas?
Cultivando dentro de de si os sentimentos e pensamentos mais nobres.
Manter a mente calma e limpa de rancor, mágoas, traumas, ódios.
Não deixar a mente excitada ou confusa com desejos, vontades, necessidades que se sobrepõem.
Aplicar nas pequenas ações do dia a dia sua capacidade de oferecer o seu melhor, com intenções nobres.
Pratique algumas vezes por dia a oração, mentalização ou meditação. (Lista de mentalizações)
Abaixo dou um exemplo de como se sintonizar com as vibrações mais elevadas, retirado do meu livro "A Espiritualidade no dia a dia".
Uma amiga comprou mandioca para fazer o prato preferido de um sobrinho. Fez com carinho e o recebeu em sua casa com sorriso nos lábios e felicidade no coração. Todo processo gerou nela ótimos frutos: boa vontade, oportunidade para fluir o amor e usufruir das delícias de ter carinho e afeto por alguém. Esses momentos de paz interior também são momentos em que a comunicação espírito-mente se faz mais forte. Há um reforçamento das boas vibrações que estão parcialmente direcionadas à outra pessoa (no caso, o sobrinho). Essas emanações chegam até o sobrinho, mesmo antes de ele chegar para o almoço. Dias antes, quando ela se lembrou dele e se propôs a fazer algo legal e com amor, as vibrações benévolas foram ativadas e foram direcionadas para o sobrinho.
Estas emanações são superimportantes. São muito importantes, são demasiadamente importantes. É “um banho de energia elevada”, que toma conta da vida de quem as fortalece e influencia a vida de quem as recebe. Vocês não imaginam a quantidade de decisões ruins que são evitadas no planeta porque a pessoa recebe emanações elevadas e através delas muda sua ação. Sim, a oração tem efeito. Sim, o amor tem força de influência. A decisão é sempre responsabilidade de cada um. Mas essas influências positivas estarão presentes para lhes motivar a seguir outro caminho.
O livre arbítrio é de quem decide, mas ter boas influências e bons exemplos ajuda muito.
Trecho do livro "A Espiritualidade no dia a dia".
https://www.amazon.com.br/dp/B01LXTRN1C
Você só manterá suas vibrações sempre elevadas se usar sua rotina do dia a dia para gerar atitudes, pensamentos e sentimentos nobres. Quem os cultiva entra em sintonia com as vibrações mais elevadas. Quando em sintonia, a pessoa é inspirada e influenciada por estas vibrações. A influência vibracional chega até às ações, passando pelas decisões e pelas motivações. Uma nova vida pode ser construída.
Lembre-se: Cuide de você com carinho. O maior carinho é cultivar sentimentos e pensamentos nobres
Além da influência vibracional, os espíritos podem estabelecer comunicação direta.
Abaixo as palavras de Allan Kardec sobre os anjos da guarda ou espíritos protetores (Livro dos Espíritos, capítulo VI):
"O Espírito protetor, anjo da guarda ou bom gênio, é aquele que tem por missão seguir o homem na vida e o ajudar a progredir. É sempre de uma natureza superior à do protegido.
Os Espíritos familiares se ligam a certas pessoas por meio de laços mais ou menos duráveis, com o fim de ajudá-las na medida de seu poder, frequentemente bastante limitado. São bons, mas às vezes pouco adiantados e mesmo levianos, ocupam-se voluntariamente de pormenores da vida íntima e só agem por ordem ou com permissão dos Espíritos protetores.
Os Espíritos simpáticos são os que atraímos a nós por afeições particulares e uma certa semelhança de gostos e de sentimentos, tanto no bem como no mal. A duração de suas relações é quase sempre subordinada às circunstâncias.
O mau gênio é um Espírito imperfeito ou perverso que se liga ao homem com o fim de o desviar do bem, mas age pelo seu próprio impulso e não em virtude de  uma missão. Sua tenacidade está na razão do acesso mais fácil ou mais difícil que encontre. O homem é sempre livre de ouvir a sua voz ou de a repelir."

Allan Kardec mostra que os espíritos buscam também uma influência mais direta sobre a vida do ser humano. Podem ser espíritos bons ou maus, em missão ou apenas interessado na pessoa. São de vários tipos. Eles atuam sugerindo e influenciando pensamentos e sentimentos.
Leia abaixo:
Como havemos de distinguir os pensamentos que nos são próprios dos que nos são sugeridos?
“Quando um pensamento vos é sugerido, tendes a impressão de que alguém vos fala. Geralmente, os pensamentos próprios são os que acodem em primeiro lugar. Afinal, não vos é de grande interesse estabelecer essa distinção. Muitas vezes, é útil que não saibais fazê-la. Não a fazendo, obra o homem com mais liberdade. Se se decide pelo bem, é voluntariamente que o pratica; se toma o mau caminho, maior será a sua responsabilidade.”
É sempre de dentro de si mesmos que os homens inteligentes e de gênio tiram suas ideias?
“Algumas vezes, elas lhes vêm do seu próprio Espírito, porém, de outras muitas, lhes são sugeridas por Espíritos que os julgam capazes de compreendê-las e dignos de vulgarizá-las. Quando tais homens não as acham em si mesmos, apelam para a inspiração. Fazem assim, sem o suspeitarem, uma verdadeira evocação.” (Livros dos Espíritos, cap 9, segunda parte)
Traduzindo: você sempre terá algum espírito protetor a lhe acompanhar. Ele lhe orientará, sugerirá, influenciará em suas ações e crenças. Sempre respeitando seu livre arbítrio, inclusive quando as decisões forem contra as orientações dele.
Este processo acontece de forma sutil; diz-se que o espírito sussurra e, por isto, a consciência deve estar em silêncio para poder escutar. Desta forma, é comum um pensamento ser inspirado pelo espírito protetor, pelo próprio espírito ou pelas vibrações que estão em sintonia. Geralmente a pessoa nem percebe estas influências, mas elas existem.
Uma das funções dos espíritos protetores é influenciar o ser humano de modo a contrabalançar a influência externa (do meio social). Quando o ser humano "olha muito para fora" cria uma série de patologias e sofrimentos para si. É o que está acontecendo no momento presente na história.
Uma das funções dos espíritos é facilitar esta reconexão com o interior, com a vida espiritual e as experiências mais nobres do ser humano.

Autor: Regis Mesquita-Blog: Nascer Várias Vezes

www.nascervariasvezes.com/
 

ROTEIRO PARA REFORMA ÍNTIMA



Roteiro para a reforma íntima: encarar a vida de frente. Sempre. Nunca desistir diante dos obstáculos. Reclamar jamais. Falar palavras que soam como preces de gratidão. Ter no coração a fé e a certeza da misericórdia divina. E em momento algum fazer o mal a quem quer que seja. Espalhar bênçãos. Orar para si e pelo próximo. Trabalhar em favor da comunidade. Perdoar infinitamente. Amar acima de tudo. Ter em mente que nada acontece por acaso. Entender as limitações do semelhante. Atender sem pestanejar. Plantar flores e poesias nos caminhos da vida. Harmonizar-se com a natureza. Praticar o bem. Não julgar. Ter atitudes caridosas. Incentivar o progresso. Evitar a maledicência.
Buscar momentos de felicidade. Evitar prazeres passageiros. E ter Deus na mente e no coração em todos os instantes.

MENSAGEM DO DIA


A maioria das pessoas vive em sua personalidade exterior comum e ignorante que não se abre facilmente ao Divino; mas há um ser interior dentro delas, do qual elas não sabem, que pode se abrir facilmente à Verdade e à Luz. No entanto há uma parede que as separa dele, uma parede de obscuridade e não-consciência. Quando ela desmorona, então há uma libertação.

Sri Aurobindo

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO