BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

sábado, 16 de janeiro de 2010

A VELHA MANGUEIRA


Será a vida uma eterna despedida ? Vivo me separando de pessoas queridas, de lugares, de jardins, de quintais...

Contemplo a velha mangueira que , por trinta anos, nos deu a todos , a mancheias, os mais saborosos frutos, doces como mel.

Estou, agora, me despedindo dela. Como está linda ! Vestiu-se, majestosa, de folhas novas, tenras e cheias de brilho.

Um vento suave balança as folhas-crianças. E seu tronco forte , com galhos também fortes, vai ficar ali, firme, quem sabe, por séculos... Até que uma mão impiedosa o jogue por terra, sem se importar com sua história.

Meu coração sangra ante tal possibilidade. Posso suportar, com dor, não vê-la mais, não colher seus frutos, mas me é insuportável a idéia de que alguém a assassine.

Além da beleza e dos frutos, ela sempre nos deu sua sombra acolhedora. Como ela é útil e importante ! Foi testemunha muda de tantos acontecimentos. De brigas, de beijos, de re-encontros, de luto, de doenças, de alegria, de dor...

Ah, minha velha mangueira, companheira de tantas reflexões e de tantas lágrimas !... Hoje, me despeço, grata por tudo que me deu, por tudo que foi em minha vida. E mais grata ao Criador que a fez tão linda e dadivosa. E grata, também, a Ele, por tudo que vivi ao seu lado, dores e alegrias, que me ajudaram a crescer, a tentar ser como você, a dar, gratuitamente, o mel de meu coração, os frutos de minha vida, o acolhimento de meu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO