BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

sexta-feira, 26 de março de 2010

EVANGELHO DE HOJE


Evangelho segundo S. João 10,31-42.

Então, os judeus voltaram a pegar em pedras para o apedrejarem. Jesus replicou-lhes: «Mostrei-vos muitas obras boas da parte do Pai; por qual dessas obras me quereis apedrejar?» Responderam-lhe os judeus: «Não te queremos apedrejar por qualquer obra boa, mas por uma blasfémia: é que Tu, sendo um homem, a ti próprio te fazes Deus.» Jesus respondeu-lhes: «Não está escrito na vossa Lei: 'Eu disse: vós sois deuses'? Se ela chamou deuses àqueles a quem se dirigiu a palavra de Deus e a Escritura não se pode pôr em dúvida a mim, a quem o Pai consagrou e enviou ao mundo, como é que dizeis: 'Tu blasfemas', por Eu ter dito: 'Sou Filho de Deus'? Se não faço as obras do meu Pai, não acrediteis em mim; mas se as faço, embora não queirais acreditar em mim, acreditai nas obras, e assim vireis a saber e ficareis a compreender que o Pai está em mim e Eu no Pai.» Por isso procuravam de novo prendê-lo, mas Ele escapou-se-lhes das mãos. Depois, Jesus voltou a retirar-se para a margem de além-Jordão, para o lugar onde ao princípio João tinha estado a baptizar, e ali se demorou. Muitos vieram ter com Ele e comentavam: «Realmente João não realizou nenhum sinal milagroso, mas tudo quanto disse deste homem era verdade.» E muitos ali creram nele.

Da Bíblia Sagrada

quarta-feira, 24 de março de 2010

TRAIÇÃO


Quando se fala em traição geralmente todos pensam na relação homem/mulher. Esta dói, mas há outra que dói muito mais: a traição da pessoa que você considerou por muito tempo seu amigo.
Durante anos você teve o coração sempre aberto para esta pessoa; teve saudades com a distância; viveu tristezas e alegrias juntos; caminhou com ela por todos os caminhos. Muitas vezes foi prevenido contra este amigo, mas seu coração, tão pleno de amor, sempre teve uma palavra para defender o ser querido.
Os anos se passam e um belo dia você é apunhalado por aquele que sempre esteve em seu pensamento como sendo um verdadeiro irmão. E, agora? O coração sangra, a mente fica confusa, o sono não vem... Como é possível? Você sempre se entregou sem reservas... Quis contar-lhe todas as vitórias e derrotas!
Entretanto, havia sinais que você não queria ver. Ela nunca punha os olhos em seus olhos e sempre que você lhe contava sobre sonhos a serem realizados, fatalmente estes não aconteciam. O fato se repetia, mas sua alma, que só abrigava ternura, não conseguia acreditar. Era por demais terrível!
A Bíblia, não me lembro em qual livro, nos aconselha a sermos mansos como cordeiros, mas ter a prudência da serpente. Você ignorou completamente a segunda parte... Agora, procura recolher os cacos de si mesmo e aprender a viver sem aquela pessoa. É necessário expulsá-la definitivamente, pois quem trai uma vez haverá de trair outras.
Brutus continua vivo e sempre com o punhal na mão. Pessoas, entretanto, que acreditam na bondade do ser humano, na sua capacidade de crescer espiritualmente, costumam ser surpreendidas por atos como estes.
O Mestre e Meigo Jesus também foi traído e por discípulos que amava. É traído todos os dias por milhares de criaturas que vivem por caminhos tortos. Que, ao invés de cultivarem o Amor, a ternura, o perdão, o acolhimento, preferem alijar de suas vidas estes sentimentos e conviver com o veneno da mágoa, do ressentimento, da inveja. Esta é uma carga pesada e o indivíduo que é movido por estes sentimentos toma ele próprio a cicuta que o levará à morte espiritual.
É preciso que estejamos sempre atentos! Devemos amar, mas evitar a convivência com pessoas que não têm sintonia conosco. Porque primeiro devemos amar a nós próprios: esta é a lei Divina. Além disso, devemos prestar atenção aos sinais e aos avisos de nosso Anjo da Guarda. Ele sempre segreda em nossos ouvidos quando o perigo se aproxima.
Não negue o seu perdão, a sua complacência, as suas orações por esta criatura, mas fuja dela. Ela nada tem a acrescentar-lhe! Amizades verdadeiras são laços eternos que suavizam a existência; são elos que desconhecem espaço e tempo. Ah, os amigos! Como são importantes em nossas vidas! Entretanto, é preciso separar o joio do trigo. Costumo dizer que a amizade é um sentimento muito mais forte e duradouro do que a paixão que arrebata um casal. Esta é como um fogo que se consome. Se o companheiro ou companheira não for, antes de tudo, um amigo verdadeiro, o laço sempre está fadado ao rompimento.
Digo, porém, como o admirável Chico Xavier: prefiro ser ofendida a ofender; prefiro ser o sacrificado do que aquele que sacrifica. Antes ser o torturado que o torturador. A vida terrena é muito breve. Uma chispa apenas na Eternidade. Não vale a pena sofrer por quem nunca mereceu o nosso amor. É nosso dever sermos felizes e plenos. Para isto Deus nos criou. Portanto, é melhor esquecer aquele que, de fato, nunca foi seu amigo.
Uma coisa é certa: a caminhada será muito mais suave sem esta criatura em sua vida. E a dela será pesada porque um dia tomará consciência da verdade e carregará o terrível peso da culpa pela injustiça cometida.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Cursos 24 horas



Cursos Online com Certificado



Cursos 24 Horas - Cursos Online a partir de R$ 20



link

link : http://www.cursos24horas.com.br/parceiro.asp?cod=promocao13801&id=14111

ANDARILHOS DOS SONHOS


Eles têm a dimensão
De seus sonhos,
Cujas asas misteriosas
Os levam a um mundo
Mais alto...
Livres
Até em minúsculas celas
De prisão,
Com o soluço
Que morre na garganta,
Vão deixando no caminho
As marcas da liberdade,
As pontes da fraternidade...
Eles têm o dom fascinante
Da loucura
E de nada vale contra eles
A tirania...
Sabem que a libertação
Traz a dor
E o sangue.
Mas eles não temem,
Pois, sob as cinzas
Da liberdade sufocada,
Estão as fagulhas
Que haverão de provocar
O incêndio
E destruir a opressão.
Ninguém se faz peregrino
Ou andarilho
Carregando bagagem
Pesada...
Por isto,
Eles vão vestidos
Apenas de sonhos
Pacificar as almas,
Demolir os muros
Da discórdia
E redimir os pecados
Dos poderosos...

PRANTEANDO



Nelson Antônio Corrêa


Quando anoitece lá na mata
Um silêncio nos maltrata
Se a gente está sozinho...
Piam tristes os passarinhos
Amuados em seus ninhos
Nossa solidão assistem...


Pirilampos piscando suas luzinhas
Iluminam as veredas
Num vale multicor
Nossos olhos também se alumiam
Lembrando dos velhos dias
Quando era feliz com nosso amor...

O riacho preguiçoso desce a serra
Murmurando saudades dela,
a molhar seus pezinhos em flor...

E a gente sofre uma saudade tão tamanha,
Maior que a baita lua,
E nossa dor vai pranteando...

E a gente sofre uma saudade tão tamanha,
Maior que a baita lua,
E nossa dor vai pranteando...

EVANGELHO DE HOJE


Evangelho segundo S. João 8,12-20.
Botão (125x125)


Jesus falou-lhes novamente: «Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andará nas trevas, mas terá a luz da vida.» Disseram-lhe, então, os fariseus: «Tu dás testemunho a favor de ti mesmo: o teu testemunho não é válido.» Jesus respondeu-lhes: «Ainda que Eu dê testemunho a favor de mim próprio, o meu testemunho é válido, porque sei donde vim e para onde vou. Vós é que não sabeis donde venho nem para onde vou. Vós julgais segundo critérios humanos; Eu não julgo ninguém. Mas, mesmo que Eu julgue, o meu julgamento é verdadeiro, porque não estou só, mas Eu e o Pai que me enviou. Na vossa Lei está escrito que o testemunho de duas pessoas é válido; sou Eu a dar testemunho a favor de mim, e também dá testemunho a meu favor o Pai que me enviou.» Perguntaram-lhe, então: «Onde está o teu Pai?» Jesus respondeu: «Não me conheceis a mim, nem ao meu Pai. Se me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai.» Jesus pronunciou estas palavras junto das caixas das ofertas, quando estava a ensinar no templo. E ninguém o prendeu, porque ainda não tinha chegado a sua hora.

Comentário ao Evangelho do dia feito por :

Santo Agostinho (354-430), Bispo de Hipona (Norte de África) e Doutor da Igreja
Sermões sobre o Evangelho de João, n°34 (a partir da trad. de Véricel, O Evangelho Comentado, p. 223)
A luz do mundo


As palavras do Senhor: «Eu sou a luz do mundo» são claramente, na minha opinião, para aqueles que têm olhos que lhes permitem tomar parte dessa luz; mas aqueles que só têm os olhos do corpo admiram-se de ouvir Nosso Senhor Jesus Cristo dizer: «Eu sou a luz do mundo». Talvez haja mesmo alguns que dizem para si próprios: Não será Cristo este sol que, ao nascer e ao pôr-se, determina o dia? [...] Não, Cristo não é esse sol. O Senhor não é o sol que foi criado, mas Aquele por Quem o sol foi criado. «Por Ele é que tudo começou a existir; e sem Ele nada veio à existência» (Jo 1, 3). Ele é, pois, a luz que criou esta luz que vemos. Amemos esta Luz, compreendamo-la, desejemo-la, para chegarmos um dia junto dela, conduzidos por ela, e para vivermos nela de forma a nunca mais morrermos. [...]

Vedes, portanto, meus irmãos, vedes, se tendes olhos que vêem as coisas da alma, que luz é esta da qual o Senhor declara: «Quem Me segue não anda nas trevas». Segui este sol e veremos se não caminhareis nas trevas; pois eis que ele se eleva e avança na vossa direcção e, seguindo o seu caminho se dirige-se para ocidente. Mas tu deves caminhar para o sol nascente, que é Cristo.

ANDARILHOS DO SONHO






Eles têm a dimensão
De seus sonhos,
Cujas asas misteriosas
Os levam a um mundo
Mais alto...
Livres
Até em minúsculas celas
De prisão,
Com o soluço
Que morre na garganta,
Vão deixando no caminho
As marcas da liberdade,
As pontes da fraternidade...
Eles têm o dom fascinante
Da loucura
E de nada vale contra eles
A tirania...
Sabem que a libertação
Traz a dor
E o sangue.
Mas eles não temem,
Pois, sob as cinzas
Da liberdade sufocada,
Estão as fagulhas
Que haverão de provocar
O incêndio
E destruir a opressão.
Ninguém se faz peregrino
Ou andarilho
Carregando bagagem
Pesada...
Por isto,
Eles vão vestidos
Apenas de sonhos
Pacificar as almas,
Demolir os muros
Da discórdia
E redimir os pecados
Dos poderosos...

IRENA SENDLER MORREU


Irena Sendler morreu...sabes quem era? Pois não duvido que porás esta mensagem a correr pelo teu "mundo". Trata-se de uma justa Homenagem !
O prémio não o leva sempre quem mais o merece!




Irena Sendler


Uma senhora de 98 anos chamada Irena acabou de falecer.
Durante a 2ª Guerra Mundial, Irena conseguiu uma autorização para trabalhar no Gueto de Varsóvia, como especialista de canalizações.

Mas os seus planos iam mais além... Sabia quais eram os planos dos nazis relativamente aos judeus (sendo alemã!)

Irena trazia meninos escondidos no fundo da sua caixa de ferramentas e levava um saco de sarapilheira, na parte de trás da sua camioneta (para crianças de maior tamanho). Também levava, na parte de trás da camioneta, um cão a quem ensinara a ladrar aos soldados nazis quando entrava e saia do Gueto.
Claro que os soldados não queriam nada com o cão e o ladrar deste encobriria qualquer ruído que os meninos pudessem fazer.
Enquanto conseguiu manter este trabalho, conseguiu retirar e salvar cerca de 2500 crianças.
Por fim os nazis apanharam-na e partiram-lhe ambas as pernas e os braços e prenderam-na brutalmente.

Irena mantinha um registo com o nome de todas as crianças que conseguiu retirar do Gueto, que guardava num frasco de vidro enterrado debaixo de uma árvore no seu jardim.
Depois de terminada a guerra tentou localizar os pais que tivessem sobrevivido e reunir a família. A maioria tinha sido levada para as câmaras de gás. Para aqueles que tinham perdido os pais ajudou a encontrar casas de acolhimento ou pais adoptivos.
No ano passado foi proposta para receber o Prémio Nobel da Paz... mas não foi seleccionada. quem o recebeu foi Al Gore por uns diapositivos sobre o Aquecimento Global

Não permitamos que, alguma vez, esta Senhora seja esquecida!!

TUDO QUE NECESSITO CHEGA A MIM DE MODO NATURAL




Sou filho de Deus. Portanto, posso manifestar concretamente todos os atributos de Deus. Sendo Deus a fonte da riqueza infinita, tudo que necessito vem a mim através de vias adequadas. O amor é um canal por onde flui a provisão infinita de Deus. Por isso, pratico sempre atos de amor ao próximo.

Do livro Minhas Orações - Masaharu Taniguchi

LIBERDADE


Os sons da acordina
Ecoam no silêncio da noite,
Marcando as horas eternas
Do delírio
De homens sem medo...
Em corrilhos infindos,
Eles sonham com a liberdade.
Sonham e caminham...
Caminham para a força,
A guilhotina
E a crucificação...
Caminham,
Vertendo o cálice
De sua dor,
E, bêbados de alegria,
Cantam hinos,
Hosanas e aleluias...
Eles sabem:
Sabem que cutelos,
Cassetetes,
Obuses,
Baionetas, sabres e tanques
Não são capazes
De matar o sonho...
As cabeças rolam,
O sangue jorra,
Mas não morre a semente
E nem puba o fermento...
O “dia da derrama”
Há de ser
Numa madrugada qualquer...
E o sol haverá de iluminar
Este novo dia
Em que todos os homens
Haverão de correr livres
Por dourados trigais...

TEMPOS E FASES


Há tempos para todo propósito, para tudo na vida há uma fase;

Há o tempo de cada um nascer, de viver, e a hora de morrer;

Fase de crescer, de brincar, de ficar na boa;

De amar o mundo, de querer de tudo, ou, de sentir apatia;



Há tempo de paz, há fases complicadas;

Fase em que tudo acontece ao mesmo tempo;

Fase de rir, tempo de chorar;

De sonhar acordado, de viver ilusões;

De coisas que acontecem no tempo errado;

Há fase de um branco, onde nada conta mais;



Há tempo de cortejar, de namoro, ser feliz;

Conquistar o amor, enredar seu peixe;

Manter presente, admirar, preservar;

Trocar gentilezas, delicadezas, abraçar;



Há fase de desapontamento, desenganos;

Despreso, desconquista, desgosto;

Grocerias, de afastamento dos braços;

Onde o peixe volta ao seu habitat, seu mundo anterior;



A vida tem fase de alegrias e festas;

De vida e saúde, felicidade sem fim;

E há espinhos, e dores, tristezas, solidão;

E uma montanha para escalar, isolar, meditar;



Há fase para sentir ser o centro da atração;

De escrever o que há dentro de nós;

E ler o que outros têm dentro deles;

E perceber que pouca diferença isso faz na vida;



Há fase de sonhar que tudo na vida é possível;

E arriscar o impossível, ver miragens, crer utopias;

E ao fim encarar a realidade, aceitar limitações;

Entender que sonho é artigo de prateleira, é descartável;



Que vantagem há de tudo que se quer ser, que se faz na terra;

Que valor tem a pureza, moralidade, bom exemplo, divulgar o certo?

Se a natureza humana é sempre disposta à prática do mal;

Visto que cada um já escolheu no que crer, ser, fazer, e estão bem?



Há tempo para intenso envolvimento na Net;

Há fase para total abstnência da Web;

Há tempo diário para tititiar;

E há fase de falta de tempo para tititiação.



A fase atual requer distanciar um período e silênciar um mínimo

ALTAMYR ALMEIDA

terça-feira, 16 de março de 2010

A POESIA





O que vieste buscar? Acaso não sabes que o poeta só sabe amar e sonhar? Ah, buscas a Poesia?! Ela não mora aqui. Mora no Olimpo onde, como deusa, em voo aberto, abre as asas no azul incerto e mira o infinito. Nas curvas do mundo, abraça a Filosofia, bebe da fonte-guia e deixa, no etéreo, sussurros e no ar os soluços... Ela vai e vem, namorando o tempo e seguindo o vento. É mulher tinhosa que só sabe cantar e encantar.
Ó musas que me encantam, ouvi o meu grito e enxugai o meu pranto!
Mas eu não tenho lógica, nem razão. Sou apenas emoção... O que me move é a paixão. Sou criança e perambulo entre fantasmas, sonhos, medos, saudade e esperanças. Não me cobrem explicações, eu não tenho razões!
A beleza me encanta e extasia. Minh’alma se debruça sobre o Belo e agradece comovida por poder contemplar o que, decerto, só pode ser a imagem do próprio Deus.
As cores que se misturam numa bela tela... As formas que deslumbram seja no gesso, no mármore ou na madeira!
O sorriso de uma criança e sua alegria tão pura... Uma bela canção, um belo texto a tocar as cordas da alma...
Onde vive a Beleza eu estou e por ela agradeço a cada dia.

sábado, 13 de março de 2010

SER MULHER


Por Marizilda Lopes
O que é ser mulher?

É transformar séculos de desvalorização do feminino, pois que aceitamos a submissão e por conta disto reprimimos a nossa natureza original, intuitiva e criativa. Não nos demos conta de que ao aceitar o modelo masculino para conquistar a vida e a felicidade, encapsulamos nossas próprias características, a espiritualidade, o afeto, o sentimento, o carinho, e principalmente a maior de todas - a compaixão que leva à cooperação e a solidariedade. Viver estes aspectos não pode ser considerado fraqueza, mas a força da sabedoria infinita de simplesmente ser mulher.

Ser mulher é escolher a tarefa mais difícil, mas também a mais gratificante, abrir as portas de um novo mundo fundamentado no amor e na esperança de reconquista da energia feminina, e para tal esvaziar a mente de pensamentos distorcidos sobre sucesso e felicidade, de preocupações com relacionamentos destrutivos, de estar na mesa de trabalho e esquecer as coisas importantes que realmente importam como: encantar-se com o sorriso de uma criança que espera, com o acolher do companheiro que vem para o jantar e com todos aqueles momentos marcados pela alegria, pelos sorrisos e até pelas lágrimas que desbravam nossas agonias quase sempre escamoteadas pela nossa falta de tempo.

Ser mulher é resgatar nossa coragem de quebrar algumas regras quando for necessário, principalmente aquelas que são determinadas pela cultura da ilusão, é recuperar a nossa auto-estima e lutar por ela, para manter nossas vidas criativas florescendo nos campos de sabedoria, para que nossos relacionamentos tenham real significado, na qual possamos cultivar a amizade e o amor em sua verdadeira acepção. É resgatar os ciclos naturais da sexualidade, da entrega ao prazer construído sobre a égide do respeito ao corpo e da auto-valorização. Assim nesta tônica, de ser e estar construiremos uma vida plena repleta de encantamentos que trará saúde e bem-estar.

E assim, Ser Mulher no novo milênio é encarar o maior desafio: reencontrar nosso real jeito de ser, nossas referências, que somente a alma feminina conhece, para então em qualquer papel assumido, em qualquer ambiente possamos ser agentes de transformação. Desta maneira, onde houver competitividade que possamos levar a noção do compartilhar, onde houver discórdia que levemos a paz, na exata noção de que a nossa capacidade intelectual é municiada de sensibilidade.

Então, mulher ouse aceitar que os reais opressores são as nossas próprias culpas e medos que habitam o interior de nossas mentes ocupadas demais com a ambivalência dos sentimentos. É tempo de libertação do sentir muito mais do que a razão, para que nossa presença se faça sempre e continuamente com dinamismo, com a nossa capacidade especial de amar e principalmente perdoar.

Que este mês da Mulher seja a âncora para a libertação de um propósito dirigido para tornar possível um mundo melhor.

sexta-feira, 12 de março de 2010

O AMOR QUE NÃO ESQUECI ...




Você chegou assim de repente
Com olhar tão quente
E palavras de amor...
Como se tivesse em sonhos
Visto meu rosto
E vislumbrado meu ser
Pleno de ardor...
Ao sentir seu toque,
Meu coração chorou
Antevendo a despedida
Que fatalmente chegou.
E eu segui a vida
Com um frio dentro de mim,
Lembrando com saudade
Aquele amor
Que nunca pude esquecer
Vivo como sombra
De mim mesma
Andando ao léu,
A lembrar seus beijos
Que um dia
Me mostraram o céu...
Quando o avião indiferente
A terra deixou
Meu peito em sangue
Se rasgou
E um grito rouco
Clamou a dor
Que ninguém
Jamais escutou...
Talvez, hoje, você,
Assim como eu,
Perambule pelas estradas da vida
Indigente de um amor,
Cristal trincado
Pela saudade
Perdido na neblina
Do frio e impiedoso tempo
Que tudo carregou...

quinta-feira, 11 de março de 2010

SABEDORIA INDÍGENA




O Silêncio

Nós os índios, conhecemos o silêncio. Não temos medo dele.
Na verdade, para nós ele é mais poderoso do que as palavras.
Nossos ancestrais foram educados nas maneiras do silêncio e eles
nos transmitiram esse conhecimento.
"Observa, escuta, e logo atua", nos diziam.
Esta é a maneira correta de viver.
Observa os animais para ver como cuidam se seus filhotes.
Observa os anciões para ver como se comportam.
Observa o homem branco para ver o que querem.
Sempre observa primeiro, com o coração e a mente quietos,
e então aprenderás.
Quanto tiveres observado o suficiente, então poderás atuar.
Com vocês, brancos, é o contrário. Vocês aprendem falando.
Dão prêmios às crianças que falam mais na escola.
Em suas festas, todos tratam de falar.
No trabalho estão sempre tendo reuniões
nas quais todos interrompem a todos,
e todos falam cinco, dez, cem vezes.
E chamam isso de "resolver um problema".
Quando estão numa habitação e há silêncio, ficam nervosos.
Precisam preencher o espaço com sons.
Então, falam compulsivamente, mesmo antes de saber o que vão dizer.
Vocês gostam de discutir.
Nem sequer permitem que o outro termine uma frase.
Sempre interrompem.
Para nós isso é muito desrespeitoso e muito estúpido, inclusive.
Se começas a falar, eu não vou te interromper.
Te escutarei.
Talvez deixe de escutá-lo se não gostar do que estás dizendo.
Mas não vou interromper-te.
Quando terminares, tomarei minha decisão sobre o que disseste,
mas não te direi se não estou de acordo, a menos que seja importante.
Do contrário, simplesmente ficarei calado e me afastarei.
Terás dito o que preciso saber.
Não há mais nada a dizer.
Mas isso não é suficiente para a maioria de vocês.
Deveríamos pensar nas suas palavras como se fossem sementes.
Deveriam plantá-las, e permiti-las crescer em silêncio.
Nossos ancestrais nos ensinaram que a terra está sempre nos falando,
e que devemos ficar em silêncio para escutá-la.
Existem muitas vozes além das nossas.
Muitas vozes.
Só vamos escutá-las em silêncio.

"Neither Wolf nor Dog. On Forgotten Roads with an Indian Elder" - Kent Nerburn
________________________________________
Viver com sabedoria


Viva sua vida de forma que o medo da morte nunca possa entrar em seu coração.
Nunca incomode ninguém por causa de sua religião:
Respeite os outros em seus pontos de vista, e exija que eles respeitem os seus.
Ame sua vida, aperfeiçoe sua vida,embeleze todas as coisas em sua vida.
Busque fazer sua vida longa e de serviços para seu povo.
Prepare uma canção fúnebre nobre para o dia quando você atravessar a grande passagem.
Sempre dê uma palavra ou sinal de saudação quando encontrar ou cruzar com um estranho em um local solitário.
Demonstre respeito a todas as pessoas, mas não se rebaixe a ninguém.
Quando você se levantar de manhã, agradeça pela luz, pela sua vida e força.
Dê graças por seu alimento e pela alegria de viver.
Se você não vir nenhuma razão para dar graças, a falha se encontra em você mesmo..
Não toque o aguardente venenoso que transforma os sábios em tolos e rouba deles suas visões. Quando chegar sua hora de morrer, não seja como aqueles cujos corações estão preenchidos de medo da morte, e que quando a hora deles chega eles choram e rezam por um pouco mais de tempo para viverem suas vidas novamente de uma forma diferente.
Cante sua canção de morte, e morra como um herói indo para casa.
Tecumseh

________________________________________
Paz

A primeira paz, que é a mais importante, é aquela que vem de dentro das almas das pessoas quando elas percebem seu relacionamento, sua unidade com o universo e todos os seus poderes, e quando elas percebem que no centro do universo habita o Grande Espírito, e que este centro está realmente em todos os lugares, e está dentro de cada um de nós"
Alce negro

________________________________________
“Eu estou cego e não vejo as coisas destes mundo; mas quando a Luz desce do Alto e ilumina o meu coração, então vejo, porque o Olho do coração tudo vê. O coração é um santuário no centro do qual existe um pequeno espaço onde o Grande Espírito vive, e este espaço é o Olho. É o Olho do Grande Espírito, com o qual Ele vê todas as coisas e através do qual nós O podemos ver. Se o coração não é puro, o Grande Espírito não pode ser visto, e a alma daquele que morre nesta ignorância não pode regressar imediatamente para o Grande Espírito, ela terá de ser purificada através da vivência na terra. Para conheceres o centro do coração onde reside o Grande Espírito terás de ser bom e puro e viver da forma que o Grande Espírito nos ensinou. O homem que for assim puro contém o Universo no espaço do seu coração.”

Alce Negro
________________________________________
"A Paz chega aos corações dos homens
quando eles percebem a sua unidade com universo,
quando eles percebem que ele está realmente em todo o lado
está dentro de cada um de nós"

Alce Negro

________________________________________
Os pensamentos são como flechas, uma vez lançadas alcançam o seu alvo. Seja cauteloso ou poderá um dia ser sua própria vítima.
Provérbio Navajo
________________________________________
...tudo na terra tem um propósito, cada doença uma erva para curar , cada pessoa uma missão a cumprir. Esta é a concepção dos índios sobre a existência....

Christine Quintasket (índia Salish) 1888-1936
________________________________________
Não basta falar sobre a paz, é preciso pensar, sentir, agir e viver em paz.
Provérbio Shenandoah
________________________________________
Não ande atrás de mim, talvez eu não saiba liderar.
Não ande na minha frente, talvez eu não queira seguí-lo.
Ande ao meu lado, para podermos caminhar juntos.
Provérbio Ute
________________________________________
Quando compreendermos profundamente a verdade dos nossos corações saberemos louvar, amar e agradecer ao Grande Espírito.
Provérbio Oglala Sioux
________________________________________
Quanto mais esperto o homem se julga, mais precisa de proteção divina para defender-se de si mesmo.
Provérbio Seneca
________________________________________

"Quando compreendermos profundamente a verdade dos nossos corações saberemos louvar, amar e agradecer ao Grande Espírito."

Provérbio Oglala Sioux

________________________________________
As leis dos homens mudam de acordo com o seu conhecimento e compreensão. Apenas as leis do Espírito permanecem sempre as mesmas.

Provérbio Crow
________________________________________
Lembre-se que seus filhos não são sua propriedade, eles foram apenas confiados à sua guarda pelo Grande Espírito.

Provérbio Mohawk

________________________________________
Não julgue seu vizinho até andar duas luas nos mocassins dele.
Provérbio Cheyenne
________________________________________
"Que os meus inimigos sejam fortes e corajosos, para que ao ser vencido não me sinta envergonhado."
Provérbio Cheyenne

________________________________________
Todos os pássaros, até mesmo os da mesma espécie, não são semelhantes, e o mesmo ocorre com outros animais e com os seres humanos. A razão que o Grande Espírito não fez dois pássaros, ou animais, ou seres humanos idênticos é porque cada um foi colocado aqui por Wakan Tanka para ter uma individualidade independente e confiar em si mesmo.
Atirador, dos Sioux Teton
________________________________________
"
As leis dos homens mudam de acordo com o seu conhecimento e compreensão. Apenas as leis do Espírito permanecem sempre as mesmas."

Provérbio Crow

________________________________________
"Somente após a última árvore ser cortada.
Somente após o último rio ser envenenado.
Somente após o último peixe ser pescado.
Somente então o homem descobrirá que dinheiro não pode ser comido!!"

Provérbio Cree
________________________________________
"...Vocês têm estórias para contar e que são o que vai manter a memória de um grande povo viva. Passe estas estórias para seus filhos. Ensine-as quem, onde e como seu povo era. Dedique tempo ara pesquisar sua descendência. Sintonize com seus sentimentos e seja forte em sua busca.
Trace o seu caminho, sinta satisfação em saber que o final do arco-íris que você tem procurado pode ser encontrado no dedão do pé em seu mocassin, após perceber quem nós somos e o que nós temos."

Chefe John "Eagle Spirit"
Campbell Cherokee Elders Council, Houston, TX
________________________________________
"Tudo está ligado, como o sangue que une uma família. Todas as coisas estão ligadas. O que acontece a Terra recai sobre os filhos da Terra. Não foi o homem que teceu a trama da vida. Ele é só um fio dentro dela. Tudo o que ele fizer à teia estará fazendo a si mesmo."

Chefe Seattle (1856

________________________________________
Aprenda como deter o julgamento
Aprenda a escutar
Entre em contato com seu próprio eu interior
Olhe para a vida com alegria
Jamais chore por algo que não pode chorar por você

Cheewa James
Modoc


________________________________________
Tudo que o Poder do Mundo faz é feito em círculo. O Céu é redondo e ouvi dizer que a Terra é redonda como uma bola, assim como todas as estrelas.

O vento, quando se mostra no máximo de sua força, gira. Os pássaros fazem seus ninhos em círculos, pois a religião deles é a mesma que a nossa. O Sol nasce e se põe também em círculo. A Lua faz o mesmo e ambos são redondos.

Até as estações formam um grande círculo em sua passagem e sempre voltam para onde estavam. A vida de um homem é um círculo da infância até a infância. E assim é em tudo onde se movimenta o poder.
ALCE-NEGRO

________________________________________
Sabedoria da Terra
Terra, ensina-me a quietude, como a relva é silenciosa pela luz.
Terra, ensina-me a sofrer, como as velhas pedras sofrem com a lembrança.
Terra, ensina-me a humildade, como as flores são humildes em seus primórdios.
Terra, ensina-me a acarinhar, como a mãe que envolve seu bebê.
Terra, ensina-me a coragem, como a árvore que se eleva solitária.
Terra, ensina-me a limitação, como a formiga que rasteja no solo.
Terra, ensina-me a liberdade, como a águia que paira no céu.
Terra, ensina-me a resignação, como as folhas que morrem no outono.
Terra, ensina-me a regeneração, como a semente que brota na primavera.
Terra, ensina-me a esquecer de mim mesmo, como a neve que derrete esquece sua vida.
Terra, ensina-me a lembrar da bondade, como os campos áridos choram com a chuva.
"UTE" Philip Novak - A Sabedoria do Mundo


________________________________________
Não achamos que as grandes planícies abertas, que os montes curvos ou que os riachos sinuosos e emaranhados sejam "selvagens". Só para o homem-branco a Natureza é "selvagem", só para ele a Terra estava infestada de animais e pessoas "selvagens".

Para nos era inofensiva. A Terra era generosa e estávamos cercados de Bênçãos do Grande-Mistério, Até que o homem-peludo do leste chegasse com brutal furor amontoasse injustiças sobre tudo que amávamos, não havia "selvagem" para nos.

Mas quando os próprios animais da floresta começaram a fugir à sua chegada, o "Oeste Selvagem" passou de fato a existir

URSO-EM-PÉ "CHEFE SIOUX OGLALA"
________________________________________
"Quando eu tinha dez anos, olhei a Terra, os Rios, o Céu e os Animais ao meu redor, e não pude deixar de ver que eles provinham de algum grande poder. Fiquei tão ansioso para entender esse poder que comecei a indagar as Arvores e os Arbustos. Era como se as Flores estivessem me falando e eu queria perguntar; "QUEM FEZ VOCÊ?"

Eu olhava as Pedras cobertas de musgo; algumas delas pareciam Ter traços de Homem, mas não podiam me responder. Então tive um sonho, e neste sonho uma pequena Pedra redonda apareceu e me disse que o criador de tudo era WAKAN TANKA, e que, a fim de honra-lo, eu deveria honrar seus trabalhos na natureza.

A Pedra disse que minha curiosidade me havia tornado merecedor de ajuda sobrenatural e que, se eu estivesse tratando uma pessoa doente, deveria pedir seu auxílio, que todas as forças da Natureza me ajudariam a encontrar a Cura." (Wakan significa misterioso, Tanka, grande)

BUFALO-BRAVO "FEITICEIRO SIOUX"

Poder de cura
A preparação para a cura requer um período especial de jejum, oração, renúncia, agradecimentos, sacrifício, exercícios devocionais. O propósito é vencer as paixões da carne e fortalecer o espírito. A abstinência e o rigor físico limpam o corpo e a concentração mental purifica a mente, alinhando assim a matéria e o espírito. Desta forma a mente individual pode entrar em contato com o poder de cura do Grande Espírito.

Wooden Leg (séc. 19) Xamã Cheyenne
________________________________________
Xamã
As tradições de nossas pessoas são passadas de pai para filho. Para ser Chefe é considerado que ele seja o mais instruído, o líder da tribo. Porém, o Xamã tem mais inspiração. É ele que está em comunhão com espíritos... Ele cura o doente com as suas mãos, preces, encantamentos e cantos divinos. Ele infunde vida nova no paciente, ao executar a sua prática mágica com o seu coração puro e imaculado...

Sarah Winnemucca (índia Paiute) 1844-1891
FONTE:http://sabedoria.indigena.tripod..com/sabedoria.htm

PAX DEORUM

segunda-feira, 8 de março de 2010

DIA INTERNACIONAL DA MULHER




São Paulo, segunda-feira, 08 de março de 2010
MARINA SILVA

8 de março

O DIA INTERNACIONAL da Mulher, celebrado hoje, é momento para colocar em foco não só as conquistas mas também as desigualdades que ainda afetam as mulheres. Essa comemoração, que completa cem anos, deve servir para reafirmar a busca pela igualdade entre os gêneros e o inestimável valor da contribuição feminina para a humanidade.
Não se pode ter um mundo sustentável, justo e democrático se permanecem as várias formas de opressão sobre mais da metade da população do planeta, formada pelas mulheres. Nunca é demais lembrar que homens e mulheres se complementam, mas essa que deveria ser a principal qualidade das relações de gênero é muitas vezes deixada de lado pela prevalência da cultura masculina da dominação.
Seria benéfico para todos se o olhar e a perspectiva feminina estivessem mais presentes na vida social e, especialmente, nos espaços públicos onde se tomam as decisões de interesse coletivo.
O Ibase identificou, no ranking do Índice de Gênero (IEG), pesquisado em 150 países, conforme dados da PNAD 2006, que o Brasil ocupa uma posição intermediária entre os melhores e os piores países nessa questão. São várias as causas pelas quais permanecem os obstáculos enfrentados pelas mulheres. Apesar do avanço no plano educacional -hoje elas têm, em média, mais anos de estudos do que os homens, mas não existe ainda igualdade na renda, nos cargos e salários e na representação política.
As desigualdades de gênero estão em todas as classes sociais, e se tornam mais dramáticas quando a renda diminui. Estudo recente realizado pelo economista André Urani mostra que, em 1993, havia 32,4 milhões de pessoas em condições de extrema pobreza no país, das quais 5,5 milhões viviam em domicílios chefiados por mulheres. Em 2008, o universo da extrema pobreza foi reduzido à metade (15,8 milhões), mas ficou praticamente inalterado (5,2 milhões) o número de pessoas nessa categoria em lares chefiados por mulheres.
Isso ocorre porque elas enfrentam a miséria em condições ainda mais adversas do que as outras famílias. Sozinhas, têm o desafio de dar educação aos filhos e livrá-los da fome e da violência, enquanto se desdobram em sua jornada dupla, com salários baixos e pouca ajuda do Estado.
As homenagens de hoje são justas e bem-vindas, mas o que todas as brasileiras esperam é, em primeiro lugar, uma vida digna, onde possam desenvolver suas potencialidades, bem como a de seus filhos e filhas, e, assim, construir um país melhor, mais justo, mais fraterno, mais feliz.

contatomarinasilva@uol.com.br

domingo, 7 de março de 2010

MENSAGEM DE EMMANUEL


“Nenhum espírito equilibrado em face do bom-senso, que deve presidir a existência das criaturas, pode fazer a apologia da loucura generalizada que adormece as consciências nas festas carnavalescas. É lamentável que, na época atual, quando os conhecimentos novos felicitam a mentalidade humana, fornecendo-lhe a chave maravilhosa dos seus elevados destinos, descerrando-lhe as belezas e os objetivos sagrados da Vida, se verifiquem excessos dessa natureza entre as sociedades que se pavoneiam com o título de civilização.
Enquanto os trabalhos e as dores abençoadas, geralmente incompreendidos pelos homens, lhes burilam o caráter e os sentimentos, prodigalizando-lhes os benefícios inapreciáveis do progresso espiritual, a licenciosidade desses dias prejudiciais opera, nas almas indecisas e necessitadas do amparo moral dos outros espíritos mais esclarecidos, a revivescência de animalidades que só os longos aprendizados fazem desaparecer.
Há nesses momentos de indisciplina sentimental o largo acesso das forças da treva nos corações e, às vezes, toda uma existência não basta para realizar os reparos precisos de uma hora de insânia e de esquecimento do dever.
Enquanto há miseráveis que estendem as mãos súplices, cheios de necessidade e de fome, sobram as fartas contribuições para que os salões se enfeitem e se intensifiquem o olvido de obrigações sagradas por parte das almas cuja evolução depende do cumprimento austero dos deveres sociais e divinos.
Ação altamente meritória seria a de empregar todas as verbas consumidas em semelhantes festejos na assistência social aos necessitados de pão e de carinho.
Ao lado dos mascarados da pseudoalegria, passam os leprosos, os cegos, as crianças abandonadas, as mães aflitas e sofredoras. Por que protelar essa ação necessária das forças conjuntas dos que
se preocupam com os problemas nobres da vida, a fim de que se transforme o supérfluo na migalha abençoada de pão e de carinho que será a esperança dos que choram e sofrem? (...).
É incontestável que a sociedade pode, com o seu livre-arbítrio coletivo, exibir superfluidades e luxos nababescos, mas, enquanto houver um mendigo abandonado junto de seu fastígio e de sua grandeza, ela só poderá fornecer com isso um eloquente atestado de sua miséria moral.”

MENSAGEM DO DIA


O AMOR É UMA ENERGIA GERADORA DE VIDA QUE LEVA AO COMPARTILHAMENTO E A UMA SENSAÇÃO DE GRATIDÃO A TODOS OS SERES E TODAS AS COISAS. TODO PROCESSO DE NEGAÇÃO NOS ISOLA DA POSSIBILIDADE DE AMAR E SER AMADO. Ande no Amor – não com ódio!
Ande na Luz – não nas trevas!
Ande na Alegria – não na tristeza!
Ande na Graça – Não em desgraças!
Ande na Saúde –não nas dores!
Ande nas Verdades – não em mentiras!
Ande no Sorriso – não em lágrimas!
Ande na Paz – não em agonia!
Ande na Fé – não na incredulidade!
Ande na Esperança – não no desespero!
Ande na Vitória – não no fracasso!
Ande na Mente Divina – não na mente vazia!
Ande na Presença Superior – não com inferiores!
Ande com Ânimo – não na preguiça!
Ande com Segurança – não com medo!
Ande na Caridade – não em maldade!
Não temerás o teu Senhor, Amai-O!
Se não salvares o mundo, salvai a ti mesmo.
Será menos um nas trevas.
“Santo Agostinho”

sexta-feira, 5 de março de 2010

AMOR VERDADEIRO


Quem fala aqui é a alma de uma mulher. Uma alma que deve ter caminhado todos os caminhos por séculos afora. Uma alma que, depois de perscrutar todo o universo humano, o microcosmo e o macrocosmo, tem muitas dúvidas, mas algumas certezas: Deus existe, Ele é Amor, Somos Um com Deus. Portanto, somos Amor.

Como cheguei a essas certezas? Principalmente pelo caminho do coração, pela intuição, amando sempre e percebendo que, dentro de mim, existe uma energia poderosa que me faz capaz não só de maravilhar-me com a beleza do Universo, mas de compreender cada criatura que sofre, que chora, que sangra, que dança, que se alegra, que explode... De abraçar e acolher com carinho infinito cada um que busca a Verdade e se sente muitas vezes só em sua busca, com as lágrimas embebendo-lhe a alma, cada ser que diante da Criação e do seu poder de Criatura não sente orgulho, mas a enorme responsabilidade de participar do Amor Divino.

Alguém, um dia em uma palestra, perguntou-me como consigo conciliar minha formação acadêmica com tamanha fé. Porém, nunca vi contradição entre Ciência e Fé, pois o que é a Ciência senão uma das facetas do amor misericordioso de Deus? A ânsia do conhecimento que domina a alma humana nada mais é do que a manifestação divina, levando-nos a buscá-Lo criteriosamente.

No entanto, depois de descobrir mil leis e mergulhar no átomo e no espaço, o Homem faz a viagem de volta a si mesmo para, então, ter a certeza de que, dentro de si, estão todas as verdades, porque aí está Deus. Aí está o Amor, esta força poderosa que nos constrói melhores e projeta no semelhante e na Natureza energias restauradoras e renovadoras. Por isso, apesar do sofrimento por esta longa estrada que me trouxe até aqui, ainda estou inteira e o meu sentimento ainda é puro, pois nunca foi conspurcado pela maldade do mundo.

Talvez se perguntem: "Mas como? Nossas almas estão cheias de dobras!" Confesso-lhes, porém, que nunca permiti que respingos de lama me atingissem porque sempre respeitei demais ao Deus que vive em mim e ao Deus que vive no outro.

De coração aberto, com a certeza de quem vive e crê, posso dizer: eu amo! Amo o meu semelhante porque, acima de tudo, amo a Deus e a mim mesma. Também somos deuses, como disse o Cristo e, assim como Ele jamais pode deixar de estar conosco, também o Amor, que é uma centelha do Criador, nos acompanha sempre.

Tão pobre é qualquer língua para falar da grandeza de tal sentimento, mas como somos o espelho de nós mesmos podem sentir esta fogueira que me abrasa o ser, esta luz que estará sempre em nossos caminhos. O Amor é a voz de Deus e a sua essência é, pois, a nossa essência. E ninguém pode perder a sua essência... Em espírito todos somos ilimitados pelo tempo e espaço: em espírito somos apenas Amor. E todo amor verdadeiro deve basear-se no espírito.

Não podemos negar a nossa transcendentalidade e esta autotranscendência da existência humana só se realiza no outro em quem encontramos o Amor. O homem é um ser de encontros. Só no encontro ele pode se realizar em toda plenitude. E o que é o encontro senão o entrelaçamento de duas realidades que se enriquecem mutuamente? Uma mudança de mentalidade e coração que exige coragem: isto é o necessário para que nos aproximemos de Deus e sejamos capazes de nos abrir para o Amor. Se o ser humano não olha para dentro continuará olhando para fora, onde só vai encontrar a ilusão do que é efêmero, temporário e irreal.

Acredito que chegou o tempo de despertar, do encontro do Criador dentro de nós, quando desabrochará o nosso ser inteiramente amoroso. Ser totalmente amoroso significa estar inteiramente presente, ser plenamente consciente, receptivo, honesto, transparente. Diz Neale Donald Walch que “a vida é eterna, o amor é imortal e a morte é apenas um horizonte”. Ainda mais: “Só quando houver uma mudança no coração humano haverá uma mudança na condição humana.”

Consciência, responsabilidade e honestidade são os instrumentos para se viver bondosamente, amorosamente.

quinta-feira, 4 de março de 2010

AGONIA DE UMA ERA


Um mundo velho está agonizando. Um mundo de dor, de sangue, de luta, de orgulho, de fronteiras, de desamor. Ele já nada mais tem a oferecer àqueles que anseiam por paz, justiça, alegria, fraternidade e liberdade.

Ao Homem foi dado todo o instrumental necessário para que criasse, no planeta - nossa amada Gaia - uma vida de paz, beleza e harmonia. Entretanto, o que tem feito através dos séculos? Guerreado, destruído, assassinado, sempre guiado por sua ambição desmedida, seu imenso orgulho e sua tola vaidade. Já teria, decerto, explodido o próprio planeta se não fosse a ação catalizadora de algumas criaturas de boa vontade.

Erich Fromm, um dos grandes psicanalistas de nossa era, fala deste momento histórico como um momento muito grave, quando o “homem se encontra numa encruzilhada na qual um passo mal dado poderá ser o seu último passo”. Já, Luiz Scortecci de Paula, o autor do Projeto Alvorada, pensa que "sem dúvida alguma, estamos vivendo momentos extraordinários. Tempos incríveis que fazem de nós grandes “privilegiados”."

Qual o real sentido de tudo isto? Que tempos são estes? Tempos de mudanças profundas, de um salto quântico, de transmutação e novas ondas vibratórias. Tempos de destruição e construção. É preciso que tenhamos coragem para enterrar velhas crenças que já não têm sentido e nos abrirmos para novas idéias, onde a verdade, muitas vezes, vem misturada com outras menos preciosas. É preciso distinguir o cascalho da pepita de ouro. Todos devemos ser garimpeiros.

Estamos muito cansados, mas a turbulência dos velhos tempos tinha que ser vivida. Foi uma escola preciosa! Entretanto, ainda é comum e maior o número daqueles que não querem se desgrudar de suas velhas verdades e de seus velhos comportamentos. São poucos os que se desvencilharam da carga inútil e são, hoje, verdadeiramente livres. Como também são poucos os que estão encontrando condições de compartilhar seus avanços de compreensão com seus pares.

A conclamação é esta: “Eu vos digo, em verdade, que são chegados os tempos em que todas as coisas hão de ser restabelecidas em seu verdadeiro sentido, para dissipar as trevas, confundir os orgulhosos e glorificar os justos. As grandes vozes do Céu ressoam com sons de trombetas e os cânticos dos anjos se lhes associam. Nós vos convidamos, a vós homens, para o divino concerto. Tomai da lira, fazei uníssonas vossas vozes e que, num hino sagrado, elas se estendam e repercutam de um extremo a outro do Universo”.

Não há mais como esperar. Se continuarmos a esperar corremos o risco de assistir, de repente, o nosso lindo sonho de Humanidade esfacelar-se em alguns segundos. É chegado o momento de agir, começando pela nossa transformação interior. É preciso que a revolução seja feita. Mas a revolução da esperança, da fé e do amor. Saiamos em busca de nossos semelhantes, plantando em seus corações a semente do bem para que o homem velho possa ser destruído e o Homem Novo possa, finalmente, nascer. Lembremos, porém, sempre, que a reforma de nosso irmão terá início com a nossa própria reforma interior.
Com a mudança, a vida ganha novas possibilidades antes nem percebidas. E quando tudo ruir à nossa volta, nós que estamos no Caminho, estaremos inteiros e serenos, aptos a construir o Novo Mundo. Não abdiquemos, jamais, deste nosso sonho !

PEREGRINAÇÃO


Qual será o verdadeiro motivo que impulsiona as pessoas a fazerem uma peregrinação, como o Caminho de Santiago? Talvez o primeiro objetivo seja o de tornar-se melhor. A verdade, porém, é que a solidão da caminhada, as dores que tomam conta do corpo, as bolhas que arrebentam nos pés, a contemplação silente da paisagem, o encontro com outros que fazem o mesmo percurso, com certeza levam o peregrino a um encontro profundo consigo mesmo.

Esse encontro faz com que o indivíduo possa enfrentar as sombras de seus medos, a realidade de suas limitações, o balanço de sua vida, o grande mistério da morte e da eternidade, o tédio sem nome, o cansaço recorrente, a infinita e corajosa alegria de viver.

Acredito que essas peregrinações são como a própria jornada da Vida. Alguns nos acompanham, ajudam a pensar nossas feridas, oferecem a mão amiga para nos levantar nas quedas, o abraço caloroso quando a enorme agonia das noites escuras, desertas e silenciosas da alma nos levam às lágrimas. Outros são companheiros ocasionais. Irmanamo-nos com eles, mas nos distanciamos na caminhada. Às vezes nos ensinam muito ou até nos ferem. Entretanto, seguem seu caminho sem nós. E, cada vez mais, o peregrino vai mergulhando nas profundidades dos mistérios do universo de si mesmo.

O autoconhecimento sempre nos leva a crescer, a exercitar as virtudes, a trabalhar nossas fraquezas e a tornar-nos melhores. Rituais, por mais belos que sejam, sermões e leituras nunca fomentam a nossa espiritualidade como o caminhar solitário. Porque as verdades que, muitas vezes, tentamos esconder de nós mesmos, batem em nosso rosto junto ao ciciar do vento.

Ao peregrinar, somos sempre dois: o eu real e o eu ideal. Pouco a pouco, as máscaras vão caindo, como as camadas de uma cebola. E, lá no fundo, está o núcleo, o nosso eu verdadeiro. Talvez não tão belo como desejaríamos, mas real. Aí chega o momento em que tudo em nós dói por descobrirmos o nosso lado negro. Só então, porém, podemos renascer, bem lapidados, para uma vida mais plena porque autêntica.

Não é preciso ir à Espanha ou a qualquer outro lugar para fazer essa maravilhosa e dolorosa jornada. Basta que não nos descuidemos de ter, em cada dia, momentos que sejam só nossos. Aí, com a mente vazia e silenciosa, vamos percorrer o caminho mais difícil e cheio de armadilhas: aquele que nos leva ao encontro de nós mesmos.

quarta-feira, 3 de março de 2010

URBA JERUSALÉM BEATA


Comentário ao Evangelho do dia feito por :

Liturgia latina das horas
Hino da festa da dedicação de uma igreja: Urbs Jerusalém beata


«Vamos subir a Jerusalém»


Ó Jerusalém, cidade de Deus, nós te aclamamos «Visão de paz».
Tu foste erigida nos céus com pedras vivas.
Aclamada pelos anjos e santos, tu és a Bem-Amada do Rei.

Descida renovada do Céu, adornada para o teu Esposo.
Avança como a Esposa; vem abraçar o teu Senhor.
E ver-se-á sobre as tuas muralhas brilhar o ouro da tua alegria.

Que as tuas portas se abram de par em par; que a tua beleza resplandeça.
Que todo o homem que aí entrar seja salvo pela graça.
Que seja acolhido quem sofre em nome de Cristo e perde a coragem.

É Cristo o mestre e o artífice; é ele quem talha e aperfeiçoa.
Ele ajusta cada pedra, escolhe-a em cada sítio,
Coloca-a para permanecer este Templo santo onde Ele habita.

(Referências bíblicas: 1Ped 2, 5; Ap 21, 2.18; Co 3, 16)

AS FLORES HAVERÃO DE VOLTAR...


Dias nublados
Dias de chuva,
Dias de sol,
Noites frias,
Noites de dor,
Noites de sonhos...
Coração acelerado
Respiração sufocada
Lágrimas derramadas
Na noite estrelada
A saudade minando
Minha vida
Sem primaveras
Quem sabe desta dor
Que a face tão bem esconde?...
Tu, porém, onde estiveres,
Percebes meus passos
Que te seguem em ânsia profunda...
Pressentes ao teu lado
A presença invisível
Deste amor que não morre...
E um dia, eu sei,
Haverás de lembrar-te
Do tempo de devaneios
Em que juntos projetamos
Um futuro que não veio...
Haverás de voltar, eu sei,
Porque sabes que ninguém
Te amou como eu...
Segredos guardados
Em minh’alma soterrados
Só a ti poderão ser revelados
E só então
Haverá flores em meu coração......

segunda-feira, 1 de março de 2010

EVANGELHO DE HOJE


Evangelho segundo S. Lucas 6,36-38.

Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso.» «Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados. Dai e ser-vos-á dado: uma boa medida, cheia, recalcada, transbordante será lançada no vosso regaço. A medida que usardes com os outros será usada convosco.»

Da Bíblia Sagrada

O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS




MÁRIO DE ANDRADE


CONTEI MEUS ANOS E DESCOBRI QUE TEREI MENOS TEMPO PARA MIM DAQUI PARA FRENTE DO QUE JÁ VIVI ATÉ AGORA.

TENHO MUITO MAIS PASSADO DO QUE FUTURO.

SINTO-ME COMO AQUELE MENINO QUE GANHOU UMA BACIA DE JABUTICABAS. AS PRIMEIRAS ELE CHUPA DISPLICENTE,

MAS PERCEBENDO QUE FALTAM POUCAS, RÓI O CAROÇO.

JÁ NÃO TENHO TEMPO DE LIDAR COM MEDIOCRIDADES.

NÃO QUERO ESTAR EM REUNIÃO ONDE DESFILAM EGOS INFLADOS.

INQUIETO-ME COM OS INVEJOSOS TENTANDO DESTRUIR QUEM ELES ADMIRAM,
COBIÇANDO SEUS LUGARES, TALENTOS E SORTE.

JÁ NÃO TENHO TEMPO PARA CONVERSAS INTERMINÁVEIS, PARA DISCUTIR ASSUNTOS
INÚTEIS SOBRE VIDAS ALHEIAS QUE NEM FAZEM PARTE DE MINHA .

JÁ NÃO TENHO TEMPO PARA ADMINISTRAR MELINDRES DE PESSOAS QUE APESAR DA
IDADE CRONOLÓGICA, SÃO IMATUROS.

DETESTO FAZER ACAREAÇÃO DE DESAFETOS QUE BRIGARAM PELO MAJESTOSO CARGO
DE SECRETÁRIO GERAL DO CORAL.

AS PESSOAS NÃO DEBATEM CONTEÚDOS, APENAS RÓTULOS.

MEU TEMPO TORNOU-SE ESCASSO PARA DEBATER RÓTULOS, QUERO A ESSÊNCIA, MINHA ALMA TEM PRESSA...

SÃO MUITAS JABUTICABAS NA BACIA, QUERO VIVER AO LADO DE GENTE HUMANA,
MUITO HUMANA, QUE SABE RIR DE SEUS TROPEÇOS, NÃO SE ENCANTA COM TRIUNFOS,
NÃO SE CONSIDERA ..., NÃO FOGE DE SUA MORTALIDADE.

SÓ HÁ QUE CAMINHAR PERTO DE COISAS E PESSOAS DE VONTADE.

O ESSENCIAL FAZ A VIDA VALER A PENA.

E PARA MIM, BASTA O ESSENCIAL.

MENSAFEM


"A ESCALADA NÃO PODE PARAR
EXERCITE-SE
INTERIORIZE-SE
E ASCENDA NA LUZ DOS MUNDOS SUPERIORES
VÁ PARA ONDE DEVE IR
ONDE SEU CORAÇÃO ESTÁ CHAMANDO
BUSQUE A SI MESMO NA VERDADE E NA UNIDADE COM OS HUMANOS
QUE AQUI ESTÃO PARA A TRANSFORMAÇÃO E EVOLUÇÃO DA TERRA
NÃO OLHE PRA TRÁS - SEJA RESILIENTE -
SÓ O AQUI E O AGORA IMPORTAM
NÃO ESPERE O AMANHÃ PARA CRER EM SEU REAL SER
VOCÊ É DEUS EM AÇÃO
COMIGO E
COM TODOS
OS SERES DA MÃE TERRA!!!"

ABRAÇO-TE EM AMOR, ESPERANÇA E PROSPERIDADE!
Eu Sou Verônica D'amore

CONFITEOR


Sou Poeta da agonia
Meu canto não canta a Vida
Meu verso só abrir-me-ia
As minhas próprias feridas !

Foi-se o poeta por este mundo a afora,
foi contente mas como era triste vê-lo
tecendo nos corações cheios de aurora
a escuridao de seus versos lisonjeiros.

Pela estética encantada das meninas
expurgou sua bela e pura inspiração
e o céu da poesia quedou-se em finas
orvalhadas pela perda de um irmão

Por que trocar seu dom de artista ser
em busca de tão tresloucada fama
por meio destes versos que te profanam ?

Responde-me a mente um pouco incerta:
- é o meu cantar à beleza tão aberta ...
Mas é a desventura do nada ser!

Nelson Antônio Corrêa

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO