BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

domingo, 30 de maio de 2010

SERESTA NO SERTÃO


A noite estrelada e enluarada
Traz acordes tristes
De um violão.
E a voz do seresteiro
Parece chorar
Dentro da noite
Com um tom de tristeza
A lembrar um pássaro triste
Piando na solidão...
Por trás da janela,
Um coração partido
Sabe bem a razão.
A lembrança de um único beijo...
De um amor que não aconteceu...
Na beleza da noite clara
Brilha uma luz rara...
E nas sombras das colinas
Fantasmas do passado
Passeiam pelas alamedas
Acompanhando o amado
Em sua triste sina
De apenas poder cantar
Para a musa de sua vida...
O vento também canta
Trazendo recordações
E na noite quente do sertão
Uma estrela cadente
Assiste sentida
À dor de duas almas tristes
Destinadas à solidão...

EVANGELHO DE HOJE



EVANGELHO QUOTIDIANO
Senhor, a quem iremos? Tu tens palavras de vida eterna. João 6, 68



Domingo, dia 30 de Maio de 2010

SANTÍSSIMA TRINIDADE - solenidade

Domingo da Santíssima Trindade (ofício próprio)
Hoje a Igreja celebra : Santa Joana d'Arc, virgem, mártir, (+ Rouen, França, 1431), Beata Matilde do Sagrado Coração Tellez Robles, religiosa, fundadora, +1902

Ver comentário em baixo, ou carregando aqui
São João da Cruz : «Um só Deus, um só Senhor, não na unidade de uma só pessoa, mas na trindade de uma só natureza» (Prefácio)


Evangelho segundo S. João 16,12-15.

«Tenho ainda muitas coisas a dizer-vos, mas não sois capazes de as compreender por agora. Quando Ele vier, o Espírito da Verdade, há-de guiar-vos para a Verdade completa. Ele não falará por si próprio, mas há-de dar-vos a conhecer quanto ouvir e anunciar-vos o que há-de vir. Ele há-de manifestar a minha glória, porque receberá do que é meu e vo-lo dará a conhecer. Tudo o que o Pai tem é meu; por isso é que Eu disse: 'Receberá do que é meu e vo-lo dará a conhecer'.»

Da Bíblia Sagrada



Comentário ao Evangelho do dia feito por :

São João da Cruz (1542-1591), carmelita, Doutor da Igreja
Poema «Cantar da alma que folga em conhecer a Deus por fé», Obras completas, Edições Carmelo, 2005 p. 68


«Um só Deus, um só Senhor, não na unidade de uma só pessoa, mas na trindade de uma só natureza» (Prefácio)


Que bem sei eu a fonte que mana e corre
Mesmo sendo noite!

Aquela eterna fonte está escondida.
Bem eu sei onde tem sua guarida,
Mesmo sendo noite!

Sei que não pode haver coisa tão bela
E sei que os céus e a terra bebem dela,
Mesmo sendo noite!

Sua origem não a sei, pois não a tem,
Mas sei que toda a origem dela vem
Mesmo sendo noite!

O fundo dela, sei, não pode achar-se;
Jamais por ela a vau pode passar-se,
Mesmo sendo noite!

É claridade nunca escurecida
E sei que toda a luz dela é nascida,
Mesmo sendo noite!

Tão caudalosas são as suas correntes
Que céus e infernos regam, mais as gentes,
Mesmo sendo noite!

Nascida de tal fonte, esta corrente
Bem sei que é mui capaz e omnipotente,
Mesmo sendo noite!

Das duas a corrente que procede
Sei que nenhuma delas antecede,
Mesmo sendo noite!

Aquela eterna fonte está escondida
Neste pão vivo para dar-nos vida,
Mesmo sendo noite!

Aqui está chamando as criaturas:
Desta água se saciem, e ás escuras,
Porque é de noite!

É esta a viva fonte que desejo
E neste pão de vida é que eu a vejo,
Mesmo sendo noite!

A MÁGOA


CHICO XAVIER

Existem pessoas que se sentem ofendidas, magoadas por qualquer coisa: à mais leve contrariedade, se sentem humilhadas. Ora, nós não viemos a este mundo para nos banhar apenas em águas de rosas...
Agradeço todas as dificuldades que enfrentei, se não fosse por elas, eu não teria saído do lugar...
As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito.
Quando você não tiver uma palavra que auxilie, procure não abrir a boca...
Sabemos que precisamos de certos recursos, mas o Senhor não nos ensinou a pedir o pão, mais dois carros, mais um avião...
Não precisamos de tanta coisa para colocar tanta carga em cima de nós. Podemos ser chamados hoje à vida espiritual...
Tudo que criamos para nós, de que não temos necessidade, se transforma em angústia, em pressão...
Valorizemos o amigo que nos socorre, que se interessa por nós, que nos escreve, que nos telefona para saber como estamos indo... A amizade é uma dádiva de Deus.
Mais tarde haveremos de sentir falta daqueles que não nos deixam experimentar solidão!
A caridade é um exercício espiritual. Quem pratica o bem, coloca em movimento as forças da alma...(...) Tudo que pudermos fazer no bem, não devemos adiar... Carecemos somar esforços. criando, digamos, uma energia dinâmica que se anteponha às forças do mal... Ninguém tem o direito de se omitir!
Uma das mais belas lições que tenho aprendido com o sofrimento: não julgar, definitivamente não julgar a quem quer que seja. (...) Cada qual é livre para fazer o que quer de si mesmo, mas não podemos negar que nossas atitudes inspiram atitudes, seja no bem quanto no mal.
Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

PRESTE ATENÇÃO AO QUE REALMENTE IMPORTA





Por Roberto Shinyashiki*

A maioria das pessoas costuma jogar fora as oportunidades. Não consegue aproveitar o tempo, não valoriza o amor, não dá atenção aos filhos, não desenvolve a capacidade criativa. Fala-se muito em desperdícios materiais, como energia elétrica, água, dinheiro. Mas o pior de todos é o da vida.

É triste ver pessoas que não sabem utilizar seus talentos, pois qualquer tipo de aptidão exige dedicação para desabrochar, assim como o amor requer cuidados constantes para acontecer em toda a sua plenitude.

Muitas pessoas, no entanto, passam pelas oportunidades sem lhes dar atenção. Outras se arrependem por não ter se dedicado ao grande amor de suas vidas, ou por ter jogado fora oportunidades profissionais.

Quando alguém se dedica a alimentar ilusões, perde oportunidades.Quem se propõe a apenas acumular dinheiro perde a oportunidade de conviver com o filho, com a pessoa amada e consigo próprio. Quem se preocupa muito com segurança ignora as oportunidades profissionais e amorosas. Em todos os lugares do mundo, as pessoas reclamam das altas taxas de impostos. Mas o imposto mais caro é o da falta de visão. Quando as pessoas não enxergam adiante têm de pagar por sua falta de visão. Pagam com suas empresas, seus empregos, amores, momentos de felicidade, coisas que só valorizam depois que perdem.


Visão é a arte de ver o invisível. Visão é a arte de ver oportunidades onde a maioria das pessoas só vê problemas. A visão transforma você numa pessoa especial. Quando vê o que quase todos vêem, deixa de ser alguém especial e vira maioria, e a maioria, infelizmente, é muito limitada. Ver além do horizonte cria a competência necessária para aproveitar as oportunidades.

O campeão tem a capacidade de dar o salto no escuro. Enquanto as pessoas se sentem perdidas diante dos obstáculos, ele sabe criar novas oportunidades. Quando os outros dizem que não há solução, ele fica ainda mais estimulado a inventar uma nova maneira de vencer o desafio.

O verdadeiro empreendedor, por exemplo, consegue enxergar o que está escondido nas entrelinhas. Ele se antecipa, aproveita as oportunidades. Para as pessoas comuns, o ano de 2015 é um acontecimento do futuro; para os empreendedores, acontece hoje, pois sabem que o futuro é consequência do presente.

Um empreendedor de sucesso sabe que existem duas batalhas ocorrendo ao mesmo tempo: a do presente e a do futuro. Ele se dedica a vencer a luta do presente, mas não esquece que há outra batalha no horizonte: a do imaginário, para conquistar o futuro.

Por outro lado, o sucesso também tende a levar à acomodação. Pior ainda: leva à idéia de que as razões que nos fizeram vencer no passado vão continuar nos conduzindo ao pódio. Bobagem. A visão faz com que o indivíduo sempre esteja alerta para aproveitar as chances de crescer e evoluir. Ele consegue ver além do horizonte, pois enxerga como o mundo poderia ser.

E como, muitas vezes, estamos em situações de pegar ou largar, precisamos estar cientes que as oportunidades são poucas e que não devemos desperdiçá-las. Por isso, seja rápido. Quanto mais ágil for nossa capacidade de analisar e decidir, mais plenamente viveremos. Nossa vida depende muito de nossas decisões, de nossa capacidade de avaliar o que realmente é importante. A velocidade para descobrir a importância das coisas pelas quais devemos lutar é fundamental.

Há quem sacrifique a vida para conseguir status e poder. No desejo de conquistar títulos e riqueza, sufocam-se os sonhos do coração. É uma grande ilusão. Quando se pretende impressionar alguém com um carro sofisticado, na verdade o que impressiona é o carro, o objeto, e não a pessoa. Quando se usa o título de doutor, diretor ou presidente para se impor a alguém, é o título que se impõe, não a pessoa.

Portanto, reflita sobre o caminho que você está percorrendo e deseja para si. Observe seus pensamentos, seus sentimentos e seus desejos silenciosamente, sem julgá-los. Ouça o seu coração. E alimente sua alma com as oportunidades que a vida lhe dá. Não seja um mero observador ou sobrevivente em sua passagem pela terra. Agarre as oportunidades. Não deixe nada destruir a sua capacidade de ser feliz e sonhar.

Estou torcendo por você.

*Roberto Shinyashiki é conferencista e escritor

ATENÇÃO


Próxima terça-feira dia 1 de junho nossas florestas irão sofrer um ataque perigoso – deputados da “bancada ruralista” estão tentando destruir o nosso Código Florestal, buscando reduzir dramaticamente as áreas protegidas, incentivando o desmatamento e crimes ambientais.

O que é mais revoltante, é que os responsáveis por revisar essa importante lei são justamente os ruralistas representantes do grande agronegócio. É como deixar a raposa cuidando do galinheiro!

Há um verdadeiro risco da Câmara aprovar a proposta ruralista – mas existem também alguns deputados que defendem o Código e outros estão indecisos. Nos próximos dias, uma mobilização massiva contra tentativas de alterar o Código, pode ganhar o apoio dos indecisos. Vamos mostrar que nós brasileiros estamos comprometidos com a proteção ambiental – clique abaixo para assinar a petição em defesa do Código Florestal:

http://www.avaaz.org/po/salve_codigo_florestal/?vl

Enquanto o mundo todo defende a proteção do meio ambiente, um grupo de deputados está fazendo exatamente o contrário: entregando de mão beijada as nossas florestas para os maiores responsáveis pelo desmatamento do Cerrado e da Amazônia. Eles querem simplesmente garantir a expansão dos latifúndios, quando na verdade uma revisão do Código deveria fortalecer as proteções ao meio ambiente e apoiar pequenos produtores.

As propostas absurdas incluem:
Reduzir a Reserva Legal na Amazônia de 80% para 50%
Reduzir as Áreas de Preservação Permanente como margens de rios e lagoas, encostas e topos de morro:
Anistia aos crimes ambientais, sem exigir o reflorestamento da área
Transferir a legislação ambiental para o nível estatal, removendo o controle federal
Essa não é uma escolha entre ambientalismo e desenvolvimento econômico, um estudo recente mostra que o Brasil ainda tem 100 milhões de hectares de terra disponíveis para a agricultura, sem ter que desmatar um único hectare da Amazônia.

A proteção das floretas e comunidades rurais dependem do Código Florestal, assim como a prevenção das mudanças climáticas e a luta contra a desigualdade do campo. Assine a petição para salvar o Código Florestal e depois divulgue!

Juntos nós aprovamos a Ficha Limpa na Câmara e no Senado. Se agirmos juntos novamente pelas nossas florestas nós podemos fazer do Brasil um modelo internacional de desenvolvimento aliado à preservação.

Com esperança,

Graziela, Alice, Paul, Luis, Ricken, Pascal, Iain and the entire Avaaz team

Saiba mais:

País tem 100 mi de hectares sem proteção - Estado de São Paulo:
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100505/not_imp547054,0.php

Estudos ressaltam importância ambiental do Código Florestal - WWF:
http://www.wwf.org.br/informacoes/noticias_meio_ambiente_e_natureza/?24940/Estudos-ressaltam-importancia-ambiental-do-Codigo-Florestal

Para ambientalistas, relatório de Rebelo é genérico e equivocado :
http://www.portaldomeioambiente.org.br/legislacao-a-direito/codigo-florestal-brasileiro/4110-para-ambientalistas-relatorio-de-rebelo-e-generico-e-equivocado.html

MINHA PRECE DE AMOR





Senhor,
Eu vos louvo pelas mãos calejadas
Que trabalham por mim!
Pelo ventre que me abrigou,
Pelo seio que me amamentou,
Pelas mãos que me guiaram,
Pelo amor que me deu a vida!
Eu vos louvo
Pelas pedras na estrada,
Pelo carinho dos amigos,
Pela dádiva dos filhos,
Mestres e discípulos!
Eu vos louvo pela alegria e pela dor!
Eu vos louvo, Pai,
Pelas civilizações que me precederam,
Por todos aqueles que criaram
O que, hoje, nos facilita o existir!
Eu vos louvo, ó meu Criador,
Pela beleza do universo,
Que os olhos e os corações dos artistas
Tão bem nos comunicam,
Através da argila, do som, das cores, das palavras!...
Eu vos louvo por meus olhos,
Que podem contemplar as vossas maravilhas;
Por meus ouvidos que podem encantar-se
Com os sons;
Por minhas pernas,
Que têm me levado por tantos caminhos;
Por minhas mãos que tanto têm
Trabalhado,
Abençoado. Acolhido, acariciado!
Por meu coração que tanto tem amado!
Pela engrenagem extraordinária
Que é meu corpo, templo do Espírito!
Eu vos louvo, Senhor,
Pelas crianças,
Pelos jovens,
Pelos velhos,
Pelos operários, pelas lavadeiras,
Pelos camponeses,
Pelos missionários...
Por todos aqueles que fazem, com amor,
A sua obra! Eu vos louvo
Pelas aves do céu,
Pelas flores do campo, pelas águas
Dos mares, rios, lagos, riachos e cascatas!
Eu vos louvo, Senhor,
Por toda a Criação
Que reflete,
Como em um espelho
Multifacetado,
A vossa face,
O vosso amor, a vossa beleza,
A vossa misericórdia!
Amém!

terça-feira, 25 de maio de 2010

A DANÇA DOS VENTOS


Na madrugada fria e escura,
só se escuta a valsa dos ventos
balançando galhos de grandes árvores
que, batem em nossas janelas
como triste e solene melodia.

A saudade chora solitária
em noites de lua cheia,
saudosa do brilho das estrelas
que se foram.

Seus caminhos são trevas e, quando
aumentam sua velocidade,
nos assustam, nos assombram.

Com sua dança enfurecida
arrastam junto com ela, a desilusão,
toda amargura, toda lembrança,
todo sonho, toda doçura de um amor
perdido num bailar do horizonte.

Marilda de Almeida

BONS PENSAMENTOS




Tenha sempre bons pensamentos
porque os seus pensamentos se transformam em suas palavras

Tenha boas palavras
porque as suas palavras se transformam em suas ações

Tenha boas ações
porque as suas ações se transformam em seus hábitos.

Tenha bons hábitos
porque os seus hábitos se transformam em seus valores

Tenha bons valores
porque os seu valores se transformam no seu próprio destino.

(Mahatma Ghandi)

PEDAGOGIA DO AMOR


“Religar conhecimento ao amor é o mais instigante desafio do momento. É esta a metavirtude que precisa orientar nossa sofisticada tecnociência. Como afirmou um sábio, o amor é a tecnologia mais sofisticada de todos os universos!... Sem amor não é possível reinventar e reencantar nenhum mundo, nenhuma sala de aula... Nós precisamos da pedagogia do amor, porque esta é a primeira e a derradeira lição de uma escola transdisciplinar holística da existência. Somente no dia em que aprendermos a amar total e incondicionalmente é que receberemos um certificado de humanidade plena. Esta é a Utopia Humana e estamos aqui para fazê-la florescer”... (CREMA, Roberto: 2003)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

DESENCANTO


Ao caminhar pela vida


Deparei com o desencanto


Tal e qual ave ferida


Me recolhi no recanto...






No recanto onde as almas


Buscam arrego e conforto


Sons, perfumes alfazemas


Da vida, seguro porto...






Desespero cai em pranto


Gota a gota a lavar


Todo este desencanto


Do coração a sangrar...






Se pudesse pelo menos


Uma canção dedilhar


Eu encontraria drenos


Para a tristeza afastar.






(Raquel Crusoé Loures de Macedo Meira)

sábado, 22 de maio de 2010

PRECE DE CÁRITAS


Deus, nosso Pai, que sois todo Poder e Bondade, dai força àquele que passa pela provação, dai luz àquele que procura a verdade; ponde no coração do homem a compaixão e a caridade!

Deus, dai ao viajor a estrela guia, ao aflito a consolação, ao doente o repouso.

Pai, dai ao culpado o arrependimento, ao espírito a verdade, à criança o guia, ao órfão o pai!

Senhor, que a Vossa Bondade se estenda sobre tudo o que criastes. Piedade, Senhor, para aquele que vos não conhece, esperança para aquele que sofre. Que a Vossa Bondade permita aos espíritos consoladores derramarem por toda a parte, a paz, a esperança, a fé.

Deus! Um raio, uma faísca do Vosso Amor pode abrasar a Terra; deixai-nos beber nas fontes dessa bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão, todas as dores se acalmarão.


E um só coração, um só pensamento subirá até Vós, como um grito de reconhecimento e de amor.

Como Moisés sobre a montanha, nós Vos esperamos com os braços abertos, oh Poder!, oh Bondade!, oh Beleza!, oh Perfeição!, e queremos de alguma sorte merecer a Vossa Divina Misericórdia.

Deus, dai-nos a força para ajudar o progresso, afim de subirmos até Vós; dai-nos a caridade pura, dai-nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará de nossas almas o espelho onde se refletirá a Vossa Divina e Santa Imagem.

Assim Seja."

sexta-feira, 21 de maio de 2010

SAUDADE SEM NOME


Que saudade é esta tão doída
Que me sufoca e arrebata?
Saudade que me leva
Pra caminhos desconhecidos?
De gente que nunca vi
E lugares que nunca conheci?...
Sou viajante da eternidade,
Vou às estrelas, ao infinito,
E em minha mente tão terna
Os acordes de uma canção
Trazem-me lágrimas incontidas...
Ferindo meu coração.
O nó me aperta a garganta
E a pressão cresce em meu peito.
Para esta dor não há jeito,
Pois é uma saudade que me espanta!
Como alguém pode sentir falta
Daquilo que não conhece?
O fado me dói na alma
Trazendo-me à lembrança
Uma bela vila calma,
Com sino a tocar na igreja,
E flores que num campo vicejam...
Ai, meu Deus, tem dó de mim
Que me acabo ante a beleza
De um mundo que só pode ser
Um sonho, com certeza!

O VENDEDOR DE PALAVRAS



Ouviu dizer que o Brasil sofria de uma grave falta de palavras. Em um programa de TV, viu uma escritora lamentando que não se liam livros nesta terra, por isso as palavras estavam em falta na praça. O mal tinha até nome de batismo, como qualquer doença grande, "indigência lexical". Comerciante de tino que era, não perdeu tempo em ter uma idéia fantástica. Pegou dicionário, mesa e cartolina e saiu ao mercado cavar espaço entre os camelôs.

Entre uma banca de relógios e outra de lingerie instalou a sua: uma mesa, o dicionário e a cartolina na qual se lia: "Histriônico — apenas R$ 0,50!".

Demorou quase quatro horas para que o primeiro de mais de cinqüenta curiosos parasse e perguntasse.

— O que o senhor está vendendo?

— Palavras, meu senhor. A promoção do dia é histriônico a cinqüenta centavos como diz a placa.

— O senhor não pode vender palavras. Elas não são suas. Palavras são de todos.

— O senhor sabe o significado de histriônico?

— Não.

— Então o senhor não a tem. Não vendo algo que as pessoas já têm ou coisas de que elas não precisem.

— Mas eu posso pegar essa palavra de graça no dicionário.

— O senhor tem dicionário em casa?

— Não. Mas eu poderia muito bem ir à biblioteca pública e consultar um.

— O senhor estava indo à biblioteca?

— Não. Na verdade, eu estou a caminho do supermercado.

— Então veio ao lugar certo. O senhor está para comprar o feijão e a alface, pode muito bem levar para casa uma palavra por apenas cinqüenta centavos de real!

— Eu não vou usar essa palavra. Vou pagar para depois esquecê-la?

— Se o senhor não comer a alface ela acaba apodrecendo na geladeira e terá de jogá-la fora e o feijão caruncha.

— O que pretende com isso? Vai ficar rico vendendo palavras?

— O senhor conhece Nélida Piñon?

— Não.

— É uma escritora. Esta manhã, ela disse na televisão que o País sofre com a falta de palavras, pois os livros são muito pouco lidos por aqui.

— E por que o senhor não vende livros?

— Justamente por isso. As pessoas não compram as palavras no atacado, portanto eu as vendo no varejo.

— E o que as pessoas vão fazer com as palavras? Palavras são palavras, não enchem barriga.

— A escritora também disse que cada palavra corresponde a um pensamento. Se temos poucas palavras, pensamos pouco. Se eu vender uma palavra por dia, trabalhando duzentos dias por ano, serão duzentos novos pensamentos cem por cento brasileiros. Isso sem contar os que furtam o meu produto. São como trombadinhas que saem correndo com os relógios do meu colega aqui do lado. Olhe aquela senhora com o carrinho de feira dobrando a esquina. Com aquela carinha de dona-de-casa ela nunca me enganou. Passou por aqui sorrateira. Olhou minha placa e deu um sorrisinho maroto se mordendo de curiosidade. Mas nem parou para perguntar. Eu tenho certeza de que ela tem um dicionário em casa. Assim que chegar lá, vai abri-lo e me roubar a carga. Suponho que para cada pessoa que se dispõe a comprar uma palavra, pelo menos cinco a roubarão. Então eu provocarei mil pensamentos novos em um ano de trabalho.

— O senhor não acha muita pretensão? Pegar um...

— Jactância.

— Pegar um livro velho...

— Alfarrábio.

— O senhor me interrompe!

— Profaço.

— Está me enrolando, não é?

— Tergiversando.

— Quanta lenga-lenga...

— Ambages.

— Ambages?

— Pode ser também evasivas.

— Eu sou mesmo um banana para dar trela para gente como você!

— Pusilânime.

— O senhor é engraçadinho, não?

— Finalmente chegamos: histriônico!

— Adeus.

— Ei! Vai embora sem pagar?

— Tome seus cinqüenta centavos.

— São três reais e cinqüenta.

— Como é?

— Pelas minhas contas, são oito palavras novas que eu acabei de entregar para o senhor. Só histriônico estava na promoção, mas como o senhor se mostrou interessado, faço todas pelo mesmo preço.

— Mas oito palavras seriam quatro reais, certo?

— É que quem leva ambages ganha uma evasiva, entende?

— Tem troco para cinco?



Blog: http://diariodatribo.blogspot.com

Agora com os créditos!!!!!


Fábio Reynol (1973), paulista da cidade de Campinas, é jornalista e escritor. Trabalha como assessor de imprensa, redator para Internet e ghostwriter. Tem vários trabalhos, nenhum publicado, entre eles o livro-reportagem "A verdadeira história de Pedrinho Matador" escrito em parceria com a jornalista Patrícia Capovilla. Publicou, em fins de Novembro/2008, o livro "O vendedor de palavras — Crônicas de um país de tanga na mão e corda no pescoço".

LIBERDADE DA ALMA


Raquel Crusoé


Se não nasci para poeta ser
porque insisto em remexer
em todas estas lembranças?


Sou ousada por natureza
sinto isto com a clareza
de vivências inconfessas.


Vivências amargas ou doces
que sempre vem em alvoroces
com o coração as avessas


Com lembranças em eclosão
imagens, sons em explosão
memórias de muitas andanças.


Se posso musicar um sonho
de outros recursos disponho
para registrar sem cobranças.


Mas quero compor poesia
espero não ser heresia
o meu bailar de esperanças...

quarta-feira, 12 de maio de 2010

A MINHA PRECE DE HOJE


Senhor, ensinai-nos a abrir os braços para vos receber e a todos os irmãos!Não permiti que nos percamos nos labirintos das ilusões e que os problemas da vida não nos abatam!
Acolhei-nos em nosso cansaço, fortalecei-nos, reavivai a nossa fé, nossa confiança, esperança e bom ânimo! Defendei-nos, ó Pai, contra os miasmas da vaidade, do orgulho, da indiferença e conduzi-nos ao caminho da humildade e solidariedade! Fazei-nos simples porque sabemos que só na simplicidade encontraremos a paz.
Que possamos dialogar e ouvir com agrado, receber com paciência a adversidade, advertir com suavidade e doçura!
Que alcancemos a sabedoria e tenhamos sempre para com todos a palavra sábia e amiga que eleva e enobrece!
Fazei, Senhor, que como cristãos verdadeiros, nossas vidas falem mais alto do que nossas palavras!
Amém

domingo, 9 de maio de 2010

Á MINHA FILHA


Filha, foste o mais belo sonho de minha vida! Esperei-te ansiosa como se espera um grande amor. Quando te aconcheguei em meus braços, chorei de felicidade. Deus havia me dado o mais belo presente que eu poderia ter desejado. Tudo valeu a pena, filha amada. As noites em claro, as lágrimas de dor por tuas dores, a saudade, a ânsia por teu carinho... Foi um longo caminho, quando, então, também tu me presenteaste, colocando em meu colo uma réplica de ti, minha neta adorada, que veio mitigar a saudade imensa de ti criança.
Perdoa-me, filha, se não pude ser uma mãe melhor! Sou humana, cheia da falhas e tantas quedas tenho tido pelo caminho! Gostaria de jamais ter errado, mas sou imperfeita. Amo-te muito, com um amor muito maior do que eu mesma. Se minhas ações fossem sempre de acordo com este amor jamais teria te faltado!Perdoa-me, filha! E que teu pai, já há muito na glória de Deus, possa abençoar-te de lá e ajudar-nos no resto de nossa jornada.
Tua mãe

ORAÇÃO PELAS MÃES


Ó Deus de amor e bondade, com amor de mãe criastes o céu e a terra. Nós vos agradecemos pelo dom da vida; Em cada mãe, nós contemplamos o vosso amor e a vossa ternura. Também a ti, minha mãe querida, para mim e para minha família. quero manifestar o meu amor e a minha gratidão. Mãe, tu me ensinaste a viver com dignidade, tu me ensinaste que a vivência do amor é a melhor maneira de conservar a paz, tu me ensinaste que Deus nos criou para viver em família, tu me ensinaste a dar passos seguros. mesmo em meio aos desafios do mundo, só não me ensinaste a viver sem ti... Também por isso, queremos agradecer-vos, í Deus, porque, em vossa infinita bondade, para não nos deixar desamparados, mos destes por Mãe, Maria; Mãe de Cristo e nossa Mãe. Vós nos dais a cada dia vossa benção e vossa proteção. Conservai a paz em nossos corações e ajudai-nos a caminhar como membros de vossa família, sempre unidos com a Mãe Aparecida.
Amém!
Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida - Montes claros - MG

ORAÇÃO DA MÃE


Gilberto Campos

“... São muitos os motivos que tenho para louvar-Te...
Peço que o Senhor mergulhe na tua misericórdia os momentos que me desesperei quando vi meu filho (a) doente, quando ele (a) caiu, quando fizeram alguma maldade a ele (a), eu me senti impotente Senhor, me senti incapaz, culpada.
Ajude-me, pois isso me marcou e a partir desse dia não consegui me levantar novamente.
Com tua mão, põe-me de pé Senhor, eu preciso.
Peço perdão meu Deus pela minha ausência na vida do meu filho (a), pelas vezes que ele (a) precisou de mim e eu não estava presente, pelas vezes que ele (a) queria minha atenção, que ele (a) queria brincar, conversar, sair comigo e eu não estava lá ou fui indiferente, Tu sabes Senhor os motivos porque agi assim, sabes que muitas vezes estava trabalhando para dar o melhor para ele (a), porém hoje eu sei que tudo isso é passageiro e o mais importante é a qualidade de presença, o mais importante é ser presença e era isso que ele (a) precisava.
Aproveito então para rezar por meu filho (a) e pedir que o Senhor visite-o onde quer que ele esteja neste momento e encha com a tua presença, com o Teu amor, com o Teu Espírito, para que todo o vazio que gerou carência dentro dele (a) seja agora preenchido por Ti. Não importa a idade que ele tenha, é o meu filho (a), e todo o amor que ele precisava e eu não dei que ele (a) possa sentir agora. Como o vento que leva as mais pequeninas sementes leve esta semente Senhor ao coração do meu filho (a), leve o meu amor a ele (a) e dá-me a graça de neste dia manifestar a minha alegria de ser mãe a ele (a), pois mais do que eu ele (a) precisa deste gesto. Por fim lhe peço Senhor: batiza-me, lava-me e encha-me do Teu Espírito, dá-me a graça de recomeçar e louvar, louvar, louvar por que me escolheste para ser mãe!
Amém. Aleluia!!!"

MÃE


Dom Ramon Angel Jara
Bispo de La Serena - Chile
Tradução de Guilherme Almeida

Uma simples mulher existe que,
pela imensidão de seu amor,
tem um pouco de Deus;
pela constância de sua dedicação,
tem muito de anjo; que, sendo moça,
pensa como uma anciã, sendo velha,
age com todas as forças da juventude;
Quando ignorante, melhor que qualquer sábio
desvenda os segredos da vida; e, quando sábia,
assume a simplicidade das crianças; pobre,
sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama;
rica, empobrece-se para que seu coração
não sangre ferido pelos ingratos;

Forte, estremece ao choro de uma criancinha;
fraca, entretanto se alteia com a bravura dos leões;
viva, não lhe sabemos dar valor,
porque à sua sombra todas as dores se apagam;
morta, tudo o que somos e tudo o que temos
daríamos para vê-la de novo,
e dela receber um aperto de seus braços,
uma palavra de seus lábios.

Não exijam de mim que diga o nome dessa mulher,
se não quiserem que ensope de lágrimas esse álbum
porque eu a vi passar em meu caminho.

Quando crescerem vossos filhos,
leiam para eles esta página;
eles vos cobrirão de beijos a fronte
e vos dirão que um pobre viandante,
em troca de suntuosa hospedagem recebida
aqui deixou para todos o retrato de sua própria MÃE...

sexta-feira, 7 de maio de 2010

ORANDO PELAS MÃES


Ave Maria, cheia de graça! O Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto de vosso ventre, Jesus!
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte.
Amém!

http://twitter.com/maluescritora

PELAS MÃES


Mãe Amantíssima:
Vós que acolhestes em vosso sagrado ventre o Mestre Jesus, que o alimentastes e o acompanhastes pela vida até o momento do martírio e o tivestes morto em vosso colo e assististes á sua Ascensão; vós que vivestes todas as dores e alegrias de qualquer mãe preocupada com seu fruto, olhai, Senhora Nossa, por todas nós que tanto amamos nossos filhos e oramos para que sigam o Caminho do Amor e da Luz!
Enxugai nossas lágrimas, enchei o nosso coração de paciência e do mais puro amor, fazei-nos espelhar-nos em Vós.
Que todas as mães do planeta e esta humilde serva, mãe que dirige a Vós o pensamento e Vos entrega o coração, possamos ter as vossas bençãos nesta jornada sublime e difícil!
E que também as nossas mães, algumas que já se foram e outras que, pouco a pouco, estão a nos deixar para entrar no Reino da Luz Eterna, recebam cascatas do afeto de nossos corações e sejam por vós acolhidas e abençoadas!
Amém!

MENSAGENS DE SAI BABA


“Onde há Confiança, há Amor
Onde há Amor, há Paz
Onde há Paz, há Verdade
Onde há Verdade, há Bem-aventurança
Onde há Bem-aventurança, aí está Deus.”
Sathya Sai Baba

Chamou estou aqui
Teu chamado me revelou
Somos flores em Teu jardim
regados com Teu amor
Como a brisa da manhã
soprando em minha direção
vou levar pra todo mundo
Tua mensagem na canção
O orvalho, o néctar, o mel
serão reditão e serviço
como manhã de primavera
sem ego, sem dor e sem vicíos.''

'' Que Deus seja louvado no
Nome e na Forma de
Bhagavan Sri Sathya Sai Baba!''

“A Consciência Suprema está presente em todos os seres em forma de Amor.”

“O Amor não conhece distinção entre si próprio e o outro, pois todos são apenas membros do Corpo Único de Deus.”

“Minha missão é espalhar felicidade. Não peço nada a ninguém senão seu Amor e sua Devoção.”

“A Devoção envolve total entrega, sem que nem mesmo uma fração de ego permaneça; ela é o próprio desapego das ilusões humanas. Proporciona o reencontro com a nossa Centelha Divina.
Abranda a mente e a mantém receptiva às emoções mais elevadas, purificando os impulsos.”

quinta-feira, 6 de maio de 2010

ELEGIA PARA ELEITO




Yvonne Silveira

Sem prenúncio de dor ou de cansaço
sequer mal-estar, um só leve traço
chega o irreversível.
E levaram-te. Inútil tentativa
de mais dias doar à longa vida,
ou amenisar tua alma ferida.
Dexei-te ir.
E na noite cruel, interminável,
súplicas e lágrima se perderam.
-Não me deixes sozinho,- eu ouvia,
no desespero do medo. Mentira.
Pedido constante que tu fazias,
enquanto eu lidava durante os dias.
-Aqui estou, jamais te deixarei.
E dexei-te sozinho.
No pior momento do teu viver.
Não me ouviste a voz, não sentiste o beijo,
que no rosto agonizante terias.
O inútil pranto, ó vã esperança.
O sol levou a noite, o dia se fez
E tu voltas.
Rosto lívido, o belo rosto de outrora,
inesquecível rosto de aurora,
com as azougues do tempo envelhecido,
junto ao meu, nesse andar pelo caminho
percorrido, sempre, de braços dados...
em que agora se soltavam.
Ó, o caminho de flores sorrindo,
de espinhos, de pedras, rolando frias.
Onde estão as angélicas Silvestres?
Os beijos roubados, ao sol morrendo?
Inicío do longo e belo caminho,
de vitórias, derrotas e amor,
em que com lutas, sonhos realizamos
o ideal de sevir, doar, fazer.
Oitenta anos!
Soltaram-se os laços. E tu, primeiro,
(querias) – alcança o túnel da luz.
Na casa vazia, vive a presença
Tranquilo, quieto e sem andar,
sem ver o sol brilhar na madrugada,
com o alegre cantar da passarada,
mudo para os teus ouvidos, sem queixar.
Somente a voz.
Palavras de afeto, carinho e amor.
(Maria Luíza, neta querida,
E tu Pedro, razões do meu viver
- Boa esposa que Deus me enviou).
Muda estava a alma do meu poeta.
Tantos versos me fez, de grande amor.
Como contou a vida, a Natureza,
meditando os mistérios, a beleza.
Volta!volta!
Em desespero peço, mas a terra
Que envolve teu corpo, não se abrirá.
“ Nesse jogo não se ganha a vida”-
Disseste, mas sabes que a ela irei.
Espera, ó amado!
Na mesma vaga estarei contigo,
almas lado a lado, pelos caminhos do céu.

O ELEITO




Yvonne Silveira

Está longe, na sucessão dos dias,
o teu belo e jovem rosto
que me despertou os sonhos de amor.
Cativa tornei-me
e viajei contigo
do nascer ao pôr-do-sol,
em longo acontecer.
Auroras de esperanças,
ocasos de desencantos,
passo e par, pela rota do viver
tão branda, às vezes,
tão cheia de estorvos,sempre.
Dias de sol floresciam
os lírios da fantasia,
a esperança de união perfeita
crescia em frêmitos de amor.
Mas vinham as sombras,
o sol se escondia
e fantasmas desfilavam:
ciúmes, incertezas,
desanimando,
o amor enrugando,
o amplexo dos corpos e das almas
afrouxando.
Porém, foste o eleito
e, mesmo sangrando os pés,
nas pedras do desamor, passageiro,
seguimos triunfantes.
Os dias, gastando a vida,
foram levando
teu belo e jovem rosto de aurora.
o sol da tarde entra
pela janela dos sonhos
Que se enrolam, vagarosamente...
Sei ó eleito,
que vem chegando a noite,
o cansaço faz dormir as estrelas
do teu rosto de aurora,
já não sonhas, não vês.
Seguro-te as mãos,
prendo-as com afagos de seda...
Em breve se desatarão,
sem que possas levar
as lembranças dos dias de sol,
das flores de tua poesia
em lindos versos a cantar-me
a beleza que só tu vias
e sempre verei o teu rosto de aurora...
a canção da saudade
aproxima-se pelas ondas douradas
do amor que não morre,
e tu, ó eleito,
ó amado
virás de novo segurar-me as maõs
o teu jovem rosto de aurora,
belo rosto de aurora,
conduzindo-me
para a mansão do mistério,
onde eternamente viverá
o nosso ínvio
e inviolável amor

PEDINDO LICENÇA


Maria Augusta Christo Gouvêa

Quero, hoje, pedir licença ao mundo para chorar.
Quero encontrar aquela lágrima que se petrificou no fundo de minha alma.
Lágrima que me daria a dimensão da dor e da vida.

Não mais encontro o meu eu, no tanto tempo perdido.
Não o encontro na face escancarada em gargalhadas caricaturais,
dando ao mundo a figura que ostento na covardia da sobrevivência

Quero lágrimas que tenham a coragem de lavar esta máscara,
que me faz tão mentirosa,quando me visto de princesa,
guardando os andrajos no escuro da alma vazia.

Tirem-me a máscara!
Lavem-me do lodo da ilusão.
Venha, em enxurrada, purificar-me.
Despejem a bílis que amargura uma vida,
quando as cores são falsas e as dores são camufladas.

Tirem-me da vitrina de modelos cintilantes.
Deixem-me vestir meus trajes rotos
de tanto se arrastarem pelos caminhos
O caminho perdido no inventar uma rota de crenças infundadas

Não me olhem com olhos de louros metalizados,
como jóia azinhavrada em velhos baús,
onde falsas jóias empoeiram-se por séculos.

Mundo onde patino em passos lentos,
devolva-me as minhas lágrimas.
Não as esconda de mim.
São as únicas que me restam.

21/11/07

ORAÇÃO DA NOITE




Ignácio Larrañaga




Meu Pai, agora que as

vozes silenciaram e os clamores se apagaram,

aqui ao pé da cama minha alma se eleva a Ti para dizer:

creio em Ti, espero em Ti, amo-te com todas as minhas forças.

Glória a Ti, Senhor.



Deposito em tuas mãos a fadiga e a luta,

as alegrias e desencantos deste dia que ficou para trás.

Se os nervos me traíram,

se os impulsos egoístas me

dominaram, se dei lugar ao rancor

ou à tristeza, perdão, Senhor!

Tem piedade de mim.



Se fui infiel, se pronunciei palavras vãs,

se me deixei levar pela impaciência,

se fui um espinho para alguém, perdão, Senhor!



Nesta noite, não quero me entregar

ao sono sem sentir sobre a minha alma

a segurança de tua misericórdia,

tua doce misericórdia inteiramente

gratuita, Senhor.



Eu te agradeço, meu Pai,

porque foste a sombra fresca que

me cobriu durante todo este dia.



Eu te agradeço porque

- invisível, carinhoso, envolvente

- cuidaste de mim como uma mãe,

em todas estas horas.



Senhor, ao redor de mim

tudo já é silêncio e calma.



Envia o anjo da Paz a esta casa.

Relaxa meus nervos, sossega o meu espírito,

solta as minhas tensões,

inunda meu ser de silêncio e de serenidade.



Vela por mim, Pai querido,

enquanto eu me entrego confiante ao sono

como uma criança que dorme feliz em teus braços.



Em teu nome, Senhor,

descansarei tranqüilo.

Assim seja.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

UM BRINDE Á VIDA.






Os amigos preciosos e verdadeiros são um presente de Deus! Às vezes as circunstâncias nos colocam muito tempo sem o encontro tão esperado e desejado, mas eles vivem sempre dentro de nós. Quando nos encontramos é como se a separação não tivesse acontecido; a alegria é enorme e o assunto sem fim continua... São livros lidos, filmes vistos, realizações, viagens, mil coisas a se partilhar! A gente não precisa repetir que os ama porque os olhos radiantes estão gritando isso, mas assim mesmo quando se aperta o amigo num longo abraço a gente gosta de repetir: amo-te tanto! Eu, também!
Meu pai sempre repetia: “você é feliz, filha, tem amigos de verdade!” E ele tinha razão!
O mundo vive dentro de mim e todo o universo. Basta fechar os olhos. Quanta beleza!
E o passado?! Ah, uma infância tão feliz, conhecendo mil lugares diferentes e sempre o amor constante e a companhia maravilhosa de mamãe e papai.
A adolescência? Sonhos, poesias, amores, festas... E a vida prosseguiu. Vieram, também, as dores, decepções, doenças, perdas e o coração sangrou, trespassado pelo punhal que a ninguém perdoa! Mas como sou feliz! Cheguei até aqui mais madura, mais equilibrada, mais iluminada porque o Senhor de minha Vida não me castiga jamais pelos erros comuns à nossa condição humana, mas coloca percalços em minha vida para que eu possa me tornar uma pessoa melhor e buscar sempre seu colo carinhoso.
Não tenho riquezas materiais, pois nunca as busquei, mas sou rica, muito rica, pois desconheço o vazio, a solidão, a infelicidade. Gosto de tudo que me eleva e me põe perto de meu Criador. Pode haver maior riqueza? Sou plena de Deus. Ele me aquece, me alimenta, me conforta, me aponta os caminhos. Ah, quanta Luz e Paz!
Dentro de mim não vivem os fantasmas, mas as alegrias de uma vida longa pelo calendário, mas curtíssima para tanto a ser vivido, realizado e curtido!
Neste dia em que comemorei mais um aniversário aqui neste belíssimo planeta, quero declarar ao mundo: Sou muito feliz e grata e quanto mais vivo, mais fortalece a minha fé. Por isso não me assusta a velhice ou a morte! Sei que apenas vou continuar a viver e aprender por toda a Eternidade, junta à glória do Pai/Mãe.
Obrigada, Senhor! Obrigada, amigos! Obrigada irmãos, pai e mãe terrenos, filha e neta! Obrigada, companheiros de jornada! Os ocasionais e os de sempre!
Amém!
(04/05/2010)

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO