BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quinta-feira, 29 de julho de 2010

LENDA SOBRE O PRECONCEITO


Um homem perguntou a um místico famoso:
- Como livrar-me dos preconceitos?
Ao invés de lhe responder, o místico andou em direção a uma pillastra e a abraçou, enquanto gritava:
- Socorro! Salvem-me desta pilastra, ela está me prendendo.
O homem que fizera a pergunta ao místico achou-o maluco.
A gritaria atraiu um monte de gente. Sem conseguir acreditar no que via, o homem perguntou:
- Por que isso? Pensei que era sábio, mas é louco. Não vê que a pilastra não o está prendendo? O senhor é que a está segurando. Basta larga-la.
O sábio, então disse:
- Aí está a resposta à sua pergunta.

terça-feira, 27 de julho de 2010

REFLEXÃO COM ROUSSEAU


O homem nasce livre e por toda parte se encontra sob grilhões. Aquele que mais acredita ser o senhor dos outros não deixa de ser mais escravo do que ele. Como ocorre essa mudança? Ignoro-o. O que pode torná-la legítima? Creio poder resolver esta questão. O mais forte não é suficientemente forte para ser sempre o senhor se não transforma sua força em direito e a obediência em dever. Constitui-se, assim, o direito do mais forte; direito tornado ironicamente em aparência e de fato como princípio. Porém, nunca nos será explicada essa palavra? A força é um poder físico: não vejo que moralidade possa resultar de seus efeitos. Ceder à força é um ato de necessidade, não de vontade: no máximo, é um ato de prudência. Em que sentido poderá representar um dever?

domingo, 25 de julho de 2010

É AMOR !


SIM, TODO AMOR É SAGRADO,

QUANDO NO CORAÇÃO COUBEREM MUITOS,

SERÃO MIÚDOS,

PEQUENOS,

MAS, AMORES AINDA SERÃO.

PARA VIVER TODOS ELES,

UM POR VEZ TERÁ DE SER,

PARA NÃO HAVER O ESPINHO DE UM

PRESENTE NO ENCANTO DO OUTRO.


MAS NUNCA ESQUEÇA,

O TEMPO PERTURBA O SABOR,

ATÉ NÃO MAIS EXISTIR COMO AMOR.


SIM, TODO AMOR É SAGRADO,

DESDE QUE O ÚLTIMO, COMO O PRIMEIRO,

LHE TOME INTEIRO.


VANE PIMENTEL

sábado, 24 de julho de 2010

A NECESSIDADE DE FILOSOFAR


Filosofar, nos dias de hoje, é imprescindível, pois o novo homem está ameaçado de ser vítima da mentalidade tecnocrática. Somente filosofando poderemos encontrar caminhos que nos levem à tão buscada felicidade.

Contam que Tales de Mileto, olhando para o céu, refletia sobre o significado dos astros e da vida, quando caiu em um buraco. Muitos dizem que, também, a Filosofia está sujeita a nos levar ao buraco porque com ela não se poderia fazer nada. Entretanto, se ela não tiver alguma serventia prática para alguma coisa, ela, com certeza, serve: poderá nos transformar.

Aprender a filosofar, usando o pensamento lógico, facilita a compreensão e apreensão das demais disciplinas. Foi por isso que, felizmente, os burocratas da Educação entenderam, por fim, que, sem a Filosofia, a aprendizagem é muito mais difícil e a ética acaba por ser esquecida, produzindo esta sociedade caótica e sem parâmetros morais na qual estamos vivendo. Uma sociedade que não é justa, nem tampouco fraterna, traz os indivíduos num estado constante de estresse e infelicidade.


(trecho de minha obra "Filosofia para Ensino Médio", editora Vozes, pg. 14)

ENVELHECER


Você sabia que a única época da nossa vida em que gostamos de ficar velhos é quando somos crianças? Se Você tem menos de 10 anos, Você está tão excitado sobre envelhecer que pensa em frações. Quantos anos Você tem? Tenho quatro e meio! Você nunca terá trinta e seis e meio. Você tem quatro e meio, indo para cinco! Este é o lance! Quando Você chega à adolescência, ninguém mais o segura. Você pula para um número próximo, ou mesmo alguns à frente. 'Qual é sua idade?'Eu vou fazer 16!' Você pode ter 13, mas (tá ligado?) vou fazer 16 !E aí chega o maior dia da sua vida! Você completa 21! Até as palavras soam como uma cerimônia: VOCÊ ESTÁ FAZENDO 21. Uhuuuuuuu!Mas então Você 'se torna' 30. Ooooh, que aconteceu agora? Isso faz Você soar como leite estragado! Êle 'se tornou azedo'; tivemos que jogá-lo fora. Não tem mais graça agora, Você é apenas um bolo azedo. O que está errado? O que mudou?Você COMPLETA 21, Você 'SE TORNA' 30, aí Você está 'EMPURRANDO' 40. Putz! Pise no freio, tudo está derrapando! Antes que se dê conta, Você CHEGA aos 50 e seus sonhos se foram. Mas, espere! Você ALCANÇA os 60. Você nem achava que poderia!Assim, Você COMPLETA 21, Você 'SE TORNA' 30, 'EMPURRA' os 40, CHEGA aos 50 e ALCANÇA os 60. Você pegou tanto embalo que BATE nos 70! Depois disso, a coisa é na base do dia-a-dia; 'Estarei BATENDO aí na 4ª.. feira!' Você entra nos seus 80 e cada dia é um ciclo completo; Você bate no lanche, a tarde se torna 4:30; Você alcança o horário de ir para a cama. E não termina aqui. Entrado nos 90, V.. começa a dar marcha à ré; 'Eu TINHA exatos 92.'Aí acontece uma coisa estranha. Se Você passa dos 100, Você se torna criança pequena outra vez. 'Eu tenho 100 e meioQue todos Vocês cheguem a um saudável 100 e meio!!COMO PERMANECER JOVEMLivre-se de todos os números não-essenciais. Isto inclui idade, peso e altura. Deixe os médicos se preocupar com eles. É para isso que Você os paga.Mantenha apenas os amigos alegres. Os ranzinzas, os que só reclamam da vida só deprimem. Continue aprendendo. Aprenda mais sobre o computador, ofícios, jardinagem, seja o que for, até radio-amadorismo. Nunca deixe o cérebro inativo. 'Uma mente inativa é a oficina do diabo. Trabalhe, estude! E o nome de família do diabo é ALZHEIMER.Aprecie as coisas simples.Ria sempre, alto e bom som! Ria até perder o fôlego. Lágrimas fazem parte. Suporte, queixe-se e vá adiante. As únicas pessoas que estão conosco a vida inteira somos nós mesmos. Mostre estar VIVO enquanto estiver vivo.Cerque-se daquilo que ama, seja família, animais de estimação, coleções, música, plantas, hobbies, seja o que for. Seu lar é seu refúgio. Cuide da sua saúde: se estiver boa, preserve-a. Se estiver instável, melhore-a. Se estiver além do que Você possa fazer, peça ajuda. Não 'viaje' às suas culpas. Faça uma viagem ao shopping, até o município mais próximo ou a um país no exterior, mas NÃO para onde Você tiver enterrado as suas culpas. Diga às pessoas a quem Você ama que Você as ama, a cada oportunidade.E LEMBRE-SE SEMPRE:A vida não é medida pela quantidade de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram a respiração.


George Carlin

OUTONO PREMATURO


Espanta-vos que eu tenha no cabelo

Alguns fios tão brancos como o linho?

- Só o sabe o que já o tem todo branquinho,

Poeque negro - ai de mim! - não posso tê-lo...


Minhas pernas são alvas como o gelo,

São frias como o gelo cor de arminho...

Por causa delas é que vou velhinho

Ficando antes do tempo de fazê-lo...


Ao ver-me, os velhos dizem, como a medo

De me ofender, em voz comovedora:

- Este moço tem naoma algum segredo!...


Eles falam de amor... Bem melhor fora

Que não falassem... Mas não desdoura

Ter vindo o outono para mim tão cedo...


Carlos Versiani Velloso

sexta-feira, 23 de julho de 2010

ISTO É AMOR...


Você surgiu como suave melodia trazida pela brisa; dilatou-se no silêncio de minha alma e fez-se moldura em meu viver.
Isso se chama ventura...
Há algo em você que transparece num olhar, como estrela no céu atapetado de astros e exterioriza-se num sorriso como canção tocada na harpa dos ventos.

Isso se chama ternura...
Sem olhar, você me percebe, sem falar você me diz, sem me tocar você me abraça...
Isso se chama sensibilidade...
Quando me perco em labirintos escuros você me mostra o caminho de volta..
Quando exponho meus tantos defeitos, você faz de conta que não nota...

Se enlouqueço, você me devolve a razão...
Isso se chama compaixão...
Nos dias em que as horas passam lentas, sem graça e sem luz, nos seus braços eu encontro alento.
Quando os dias alegres de verão partem e em seu lugar chega o outono, cobrindo o chão com folhas secas, e o verde exuberante cede lugar ao cinza, nos seus braços encontro harmonia. Isso se chama aconchego... Quando você está longe, no espelho da saudade eu vejo refletida a certeza do reencontro. Nas noites sem estrelas, quando a escuridão envolve tudo em seu manto negro, você me aponta a carruagem da madrugada, que vem despertar o dia com suas carícias de luz..
Isso se chama esperança.
Quando as marés dos problemas parecem tragar em suas ondas as minhas forças, em seus braços encontro reconforto. Se as amarguras pairam sobre meus dias, trazendo desgosto e dor, sua presença me traz tranqüilidade. Você é um raio de sol, nos dias escuros... É ave graciosa que enfeita a amplidão azul... Você é alma e é coração. É poema e é canção... É ternura e dedicação... Nada impõe, tudo compreende, tudo perdoa... Sua companhia é doce melodia, é convite a viver...
... E, tudo isso se chama amor! Surge depois que as nuvens ilusórias da paixão se desvanecem. Que a alma se mostra nua, sem enfeites, sem fantasias, sem máscaras...
O amor é esse sentimento que brota todos os dias, como uma flor que explode de um botão ao mais sutil beijo do sol...

Isso, sim, se chama amor...
Autor:
Equipe de Redação do Momento Espírita.

A GAROTA COM AS MAÇÃS



Agosto de 1942 - Piotrkow, Polônia.
Naquela manhã, o céu estava sombrio, enquanto esperávamos ansiosamente.
Todos os homens, mulheres e crianças do gueto judeu de Piotrkow tinham sido levados até uma praça.
Espalhou-se a notícia de que estávamos sendo removidos. Meu pai havia falecido recentemente de tifo, que se alastrara através do gueto abarrotado.
Meu maior medo era de que nossa família fosse separada.
"O que quer que aconteça," Isidore, meu irmão mais velho, murmurou para mim,
"não lhes diga a sua idade. Diga que tem dezesseis anos".
Eu era bem alto, para um menino de 11 anos, e assim poderia ser confundido como tal.
Desse jeito eu poderia ser considerado valioso como um trabalhador.
Um homem da SS aproximou-se, botas estalando nas pedras grosseiras do piso.
Olhou-me de cima a baixo, e, então, perguntou minha idade.
"Dezesseis", eu disse.
Ele mandou-me ir à esquerda, onde já estavam meus três irmãos e outros jovens saudáveis.
Minha mãe foi encaminhada para a direita com outras mulheres, crianças, doentes e velhos.
Murmurei para Isidore, "Por quê?"
Ele não respondeu. Corri para o lado da mãe e disse que queria ficar com ela.
"Não," ela disse com firmeza. "Vá embora. Não aborreça. Vá com seus irmãos".
Ela nunca havia falado tão asperamente antes. Mas eu entendi: ela estava me protegendo.
Ela me amava tanto que, apenas esta única vez, ela fingiu não fazê-lo. Foi a última vez que a vi.
Meus irmãos e eu fomos transportados em um vagão de gado até a Alemanha.
Chegamos ao campo de concentração de Buchenwald em uma noite, semanas após,
e fomos conduzidos a uma barraca lotada.
No dia seguinte, recebemos uniformes e números de identificação.
"Não me chamem mais de Herman", eu disse aos meus irmãos. "Chamem-me 94938".
Colocaram-me para trabalhar no crematório do campo, carregando os mortos em um elevador manual.
Eu, também, me sentia como morto. Insensibilizado, eu me tornara um número. Logo, meus irmãos e eu fomos mandados para Schlieben, um dos sub-campos de Buchenwald, perto de Berlim.
Em uma manhã, eu pensei ter ouvido a voz de minha mãe.
"Filho" ela disse suave, mas claramente, "Vou mandar-lhe um anjo".
Então eu acordei. Apenas um sonho. Um lindo sonho.
Mas nesse lugar não poderia haver anjos. Havia apenas trabalho. E fome. E medo.
Poucos dias depois, estava caminhando pelo campo, pelas barracas, perto da cerca de arame farpado, onde os guardas não podiam enxergar facilmente. Estava sozinho. Do outro lado da cerca,
eu observei alguém: uma pequena menina com suaves, quase luminosos cachinhos.
Ela estava meio escondida atrás de uma bétula. Dei uma olhada em volta, para certificar-me de que ninguém estava me vendo. Chamei-a suavemente em Alemão. "Você tem algo para comer?"
Ela não entendeu. Aproximei-me mais da cerca e repeti a pergunta em Polonês.
Ela se aproximou. Eu estava magro e raquítico, com farrapos envolvendo meus pés,
mas a menina parecia não ter medo. Em seus olhos eu vi vida.
Ela sacou uma maçã do seu casaco de lã e a jogou pela cerca.
Agarrei a fruta e, assim que comecei a fugir, ouvi-a dizer debilmente, "Virei vê-lo amanhã".
Voltei para o mesmo local, na cerca, na mesma hora, todos os dias. Ela estava sempre lá, com algo para eu comer - um naco de pão ou, melhor ainda, uma maçã.
Nós não ousávamos falar ou demorarmos. Sermos pegos significaria morte para nós dois.
Não sabia nada sobre ela. Apenas um tipo de menina de fazenda, e que entendia Polonês.
Qual era o seu nome? Por que ela estava arriscando sua vida por mim?
A esperança estava naquele pequeno suprimento, e essa menina, do outro lado da cerca,
trouxe-me um pouco, como que me nutrindo dessa forma, tal como o pão e as maçãs.
Cerca de sete meses depois, meus irmãos e eu fomos colocados em um abarrotado vagão de carvão e enviados para o campo de Theresiensatdt, na Tchecoeslováquia.
"Não volte", eu disse para a menina naquele dia. "Estamos partindo".
Voltei-me em direção às barracas e não olhei para trás, nem mesmo disse adeus
para a pequena menina, cujo nome eu nunca aprendi - menina das maçãs.
Permanecemos em Theresienstadt por três meses.
A guerra estava diminuindo e as forças aliadas se aproximando, muito embora meu destino parecesse estar selado. No dia 10 de maio de 1945, eu estava escalado para morrer na câmara de gás, às 10:00 horas. No silencioso crepúsculo, tentei me preparar. Tantas vezes a morte pareceu pronta para me achar, mas de alguma forma eu havia sobrevivido. Agora, tudo estava acabado.
Pensei nos meus pais. Ao menos, nós estaremos nos reunindo.
Mas, às 08:00 horas ocorreu uma comoção.
Ouvi gritos, e vi pessoas correndo em todas as direções através do campo.
Juntei-me aos meus irmãos.
Tropas russas haviam liberado o campo! Os portões foram abertos.
Todos estavam correndo, então eu corri também.
Surpreendentemente, todos os meus irmãos haviam sobrevivido.
Não tenho certeza como, mas sabia que aquela menina com as maçãs tinha sido a chave da minha sobrevivência. Quando o mal parecia triunfante, a bondade de uma pessoa salvara a minha vida,
me dera esperança em um lugar onde ela não existia.
Minha mãe havia prometido enviar-me um anjo, e o anjo apareceu.
Eventualmente, encaminhei-me à Inglaterra, onde fui assistido pela Caridade Judaica.
Fui colocado em um abrigo com outros meninos que sobreviveram ao Holocausto e treinado em Eletrônica. Depois fui para os Estados Unidos, para onde meu irmão Sam já havia se mudado.
Servi no Exército durante a Guerra da Coréia, e retornei a Nova Iorque, após dois anos.
Por volta de agosto de 1957, abri minha própria loja de consertos eletrônicos.
Estava começando a estabelecer-me.
Um dia, meu amigo Sid, que eu conhecia da Inglaterra, me telefonou.
"Tenho um encontro. Ela tem uma amiga polonesa. Vamos sair juntos!".
Um encontro às cegas? Não, isso não era para mim!
Mas Sid continuou insistindo e, poucos dias depois, nos dirigimos ao Bronx para buscar a pessoa
com quem marcara encontro e a sua amiga Roma. Tenho que admitir: para um encontro às cegas, não foi tão ruim. Roma era enfermeira em um hospital do Bronx. Era gentil e esperta. Bonita, também, com cabelos castanhos cacheados e olhos verdes amendoados que faiscavam com vida.
Nós quatro fomos até Coney Island. Roma era uma pessoa com quem era fácil falar e ótima companhia. Descobri que ela era igualmente cautelosa com encontros às cegas.
Nós dois estávamos apenas fazendo um favor aos nossos amigos. Demos um passeio na beira da praia, gozando a brisa salgada do Atlântico e depois jantamos perto da margem. Não poderia me lembrar de ter tido momentos melhores.
Voltamos ao carro do Sid, com Roma e eu dividindo o assento trazeiro.
Como judeus europeus que haviam sobrevivido à guerra, sabíamos que muita coisa deixou de ser dita entre nós. Ela puxou o assunto, perguntando delicadamente:
"Onde você estava durante a guerra?"
"Nos campos de concentração", eu disse.
As terríveis memórias ainda vívidas, a irreparável perda. Tentei esquecer.
Mas jamais se pode esquecer.
Ela concordou, dizendo: "Minha família se escondeu em uma fazenda na Alemanha,
não longe de Berlim . Meu pai conhecia um padre, e ele nos deu papéis arianos."
Imaginei como ela deve ter sofrido também, tendo o medo como constante companhia.
Mesmo assim, aqui estávamos, ambos sobreviventes, em um mundo novo.
"Havia um campo perto da fazenda", Roma continuou.
"Eu via um menino lá e lhe jogava maçãs todos os dias."
Que extraordinária coincidência, que ela tivesse ajudado algum outro menino.
"Como ele era?", perguntei.
"Ele era alto, magro e faminto. Devo tê-lo visto todos os dias, durante seis meses."
Meu coração estava aos pulos! Não podia acreditar! Isso não podia ser!
"Ele lhe disse, um dia, para você não voltar, por que ele estava indo embora de Schlieben?".
Roma me olhou estupefata. "Sim!".
"Era eu!".
Eu estava para explodir de alegria e susto, inundado de emoções.
Não podia acreditar! Meu anjo!
"Não vou deixar você partir", disse a Roma.
E, na trazeira do carro, nesse encontro às cegas, pedi-a em casamento. Não queria esperar.
"Você está louco!", ela disse.
Mas convidou-me para conhecer seus pais no jantar do Shabbat da semana seguinte.
Havia tanto que eu ansiava descobrir sobre Roma, mas as coisas mais importantes eu sempre soube: sua firmeza, sua bondade. Por muitos meses, nas piores circunstâncias, ela veio até a cerca
e me trouxe esperança. Não que eu a tivesse encontrado de novo, eu jamais a havia deixado partir.
Naquele dia, ela disse sim. E eu mantive a minha palavra.
Após quase 50 anos de casamento, dois filhos e três netos, eu jamais a deixara partir.”
Herman Rosenblat - Miami Beach, Florida
***
Esta é uma história verdadeira e você pode descobrir mais sobre ele no Google.
Ele fez Bar-Mitzvah com a idade de 75 anos.
Esta história está sendo transformada em filme, chamado "A cerca".

quinta-feira, 22 de julho de 2010

VOCÊ É LIVRE?


A pergunta pode parecer estranha, não? Entretanto, a maioria das pessoas não é livre e não sabe. A maior escravidão são os medos: medo da vida, da morte, medo de amar, de se arrojar, de adoecer, de mudar de emprego, de perder a estabilidade, de não se submeter a todas as regras sociais, e por aí vai...
Mas, para mim, a maior escravidão é a intelectual. A pessoa, neste caso, tem medo de fugir à opinião da maioria ou daqueles que considera importantes. Ah, a submissão absoluta ao pensamento de uma determinada ideologia, de dogmas, de superstições, etc. É muito triste a pessoa não poder pensar pela própria cabeça! Mormente, quando é alguém que detém conhecimentos e é respeitado na comunidade.
Eu seria a pessoa mais infeliz se não tivesse a liberdade de pensar! Tenho amigos padres que dizem que sou uma católica heterodoxa. Outros que sou uma espírita não praticante e ainda alguns tantos que me consideram esotérica. Por que uma pessoa não pode amar a Deus, seguir a Cristo, ser profundamente espiritualizada e ter, obrigatoriamente, que ter um rótulo?! Meu pai se dizia um livre pensador e acho que é nesta categoria que me enquadro muito bem.
Sou cristã, mas não desprezo a sabedoria milenar do Oriente e nem a de várias e mais diversas religiões. E daí? Sou uma pessoa na terceira idade e desejo namorar. Por que não? Estou viva, não estou?
Eu amo o ser humano e acredito nele apesar dos seus descaminhos. Por que não acreditar? Se tenho fé e esperança, se acredito que o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus, se nele mora a fagulha do Infinito, por que não ?
A maldade grassa no mundo? O homem está muito violento? Tornou-se perigoso viver? Voltamos à barbárie? Eu lhes pergunto: o que sabem me dizer sobre o que chamo de “O Movimento do Bem”? Pois ele existe. Existem pessoas maravilhosas que se entregam a obras extraordinárias. Mas, o que é bom não dá manchete.
Há um silencioso movimento que, pouco a pouco, se alastra pelo mundo. São pessoas que creem no bem, no amor, na justiça. Estão preocupadas com o seu crescimento pessoal e o da humanidade. Gente que compreende a dor porque já passaram por este processo e, assim, buscam minimizá-lo no próximo. Pessoas amantes da Verdade, mas que nunca se arvoram em donos dela porque sabem, inclusive, que a Verdade é o próprio Deus e estamos todos caminhando para Ele. São criaturas cheias de amor, cujas lágrimas são sempre de deslumbramento e gratidão diante da Misericórdia de Deus. Nelas a Vida pulsa sempre vibrante e suas vozes de esperança e fé se elevam e se ajuntam a tantas outras que acreditam no Bem e no eterno recomeçar. Querem exemplos? Ainda vivos, Jean-Yves Leloup, Roberto Crema, Mandela, Frei Neylor Tonnin, Frei Vitório Mazzuco, Leonardo Boff e milhões de anônimos. Já mortos: Chico Xavier, Irmã Dulce, Madre Teresa de Calcutá, Dom Helder e tantos outros...
Outro dia resolvi fazer um teste sobre minha posição política. Sempre me considerei de “esquerda”. E que digam todos os meus alunos de Sociologia... Isto muito entristecia a meu pai, que era militar. Entretanto, quando vi o resultado do teste, me espantei: “liberal de direita”... E daí? Deixei de ser a mesma pessoa com as mesmas convicções? Sou contra revoluções sociais violentas? Sim, sou a favor da paz, do diálogo, do amor.
Sou contra o coronelismo, a compra de votos, a corrupção, a lavagem cerebral, o fanatismo. Vivo de olhos e mente abertos e não sou nem um pouco alienada. Se isto é ser de direita, que bom seria que papai soubesse!
Quem é analista político é meu irmão, Jorge Silveira. Eu não tenho nenhum compromisso com esta questão, mas sou antenada e observo muito bem o comportamento dos políticos, o seu passado e dou um voto plenamente consciente.
Já me afastei de alguns “amigos” que consideram “burros, ignorantes e imbecis” quem não pensa como eles. Não tenho mais idade para suportar tamanhas tolices. Aliás, acho que uma das vantagens de estar na terceira idade é poder falar o que penso e sinto. Ou melhor, sempre fui assim, mas, quando jovem, era considerada “moderna”, “pra frente”, no sentido pejorativo.
Hoje não estou nem aí para o que os outros pensam. Respeito todas as convicções. Aliás, alguém já disse (estou naquela fase da vida em que os nomes às vezes nos escapam...) que toda unanimidade é burra. Sou livre: penso e falo o que quiser, sem magoar ninguém, é lógico, e vivo da maneira que considero ética. Se não concordam comigo, que se explodam! Amo a vida e quero vivê-la a meu modo. Podem jogar pedras! Elas hoje ricocheteiam... Não me incomodam nem um pouco!



Maria Luiza
Montes Claros

SONHOS


ANTÔNIO fERREIRA DE OLIVEIRA


Eu tive outrora sonhos bem suaves!

Cantavam-me nas noites de luar

as baladas de amor, gorgeios d'aves

a voar pelo futuro... a voar.... a voar!


Foram-se os sonhos! Fui depois com as chaves

do destino, pesadas de levar!

Na minha estrada só achei entraves:

dificilmente pude aqui chegar!


Vejo hoje o meu futuro tão restrito,

meu passado tão longe, tão distante,

livre de mágoas, livre de delíto...


Quero seguir, mas fico vacilante.

Medito... De minh'alma parte um grito...

vão-se os sonhos na curva cambiante!...


(Minha homenagem à minha querida tia Yvonne Oliveira da Silveira, um poema de seu pai que não pode ser esquecido na memória de Montes Claros)

terça-feira, 20 de julho de 2010

REFLEXÃO


Evangelho segundo S. Mateus 12,46-50.

Estava Ele ainda a falar à multidão, quando apareceram sua mãe e seus irmãos, que, do lado de fora, procuravam falar-lhe. Disse-lhe alguém: «A tua mãe e os teus irmãos estão lá fora e querem falar-te.» Jesus respondeu ao que lhe falara: «Quem é a minha mãe e quem são os meus irmãos?» E, indicando com a mão os discípulos, acrescentou: «Aí estão minha mãe e meus irmãos; pois, todo aquele que fizer a vontade de meu Pai que está no Céu, esse é que é meu irmão, minha irmã e minha mãe.»

Da Bíblia Sagrada


Comentário ao Evangelho do dia feito por : São [Padre] Pio de Pietrelcina (1887-1968), capucinho GC, 21; AdFP,563; GC, 24 (a partir da trad. Une Pensée, Médiaspaul 1991, p. 50)


«Todo aquele que fizer a vontade de Meu Pai que está no Céu, esse é que é Meu irmão, Minha irmã e Minha mãe»Maria, a Mãe de Jesus, sabia bem que seria através da morte do seu Filho que a Redenção se deveria completar; e, no entanto, também ela chorou e sofreu, e quanto!Se o Senhor Se vos manifestar, dai-Lhe graças; e se Ele Se esconder, fazei o mesmo; tudo isso é um jogo de amor. Que a Virgem Maria, na sua bondade, continue a alcançar-vos, da parte do Senhor, a graça de suportar sem vacilar as numerosas provas de amor que Ele vos dá. Desejo que chegueis ao ponto de morrer com Ele na cruz e que, com Ele, possais gritar: «Tudo está consumado». Que Maria transforme em alegria todos os sofrimentos da tua vida.

PRINCÍPIOS LOGOSÓFICOS


Resultados da realização logosófica no aspecto espiritual do ser humano

Por Carlos Bernardo González Pecotche (Raumsol


São tão lógicas e claras as questões suscitadas pela Logosofia, e tão fundamental sua orientação para resolvê-las, que só as mentes obcecadas pelos preconceitos recusam suas verdades, que beneficiam e libertam a cada um, individualmente. Isso nos recorda aqueles escravos sulinos, na Guerra da Secessão, que imploravam continuar sob o jugo de seus requintados senhores, porque se sentiam incapazes de ser livres e bastar a si mesmos na luta pela vida.
Apesar disso, tão logo se foram habituando ao exercício da liberdade, aprenderam a comportar-se como os demais e, surpresos, viram desaparecer, uma após outra, as dificuldades que a princípio acreditavam insuperáveis, ao mesmo tempo que essa nova luta pela existência se mostrava para eles cada dia mais interessante, à medida que se sobrepunham à inibição que os havia impedido, até então, de sentir a vida como própria e de fazer dela um motivo permanente de alegrias e de estímulos. Pois bem, a mesma coisa experimentam, sem maiores variações, aqueles que, liberados da escravidão (...) ideológica, em lugar de servir cegamente a um amo servem aos propósitos de seu destino e à causa da humanidade em sua evolução consciente, rumo aos elevados desígnios para os quais foi destinada.
É este, sem dúvida, um dos resultados mais apreciáveis que se obtêm da ciência logosófica com a aplicação de seus preceitos. Na maioria dos casos, age como gerador das energias mentais que os seres perderam durante a estéril passividade a que foram leva­dos pela inculcada fé no abstrato, em prejuízo da fé em si mesmos.
A Logosofia restitui ao homem essa fé perdida fazendo com que saiba por conta própria quais são os fundamentos reais que assistem a cada ideia ou ato, bem como evitando-lhe aceitá-los sem raciocínio algum, pelo simples fato de confiar na palavra alheia.
Fica assim resolvido um problema que aflige a humanidade desde tempos imemoriais. O homem deve emancipar-se – já é tempo – de toda superstição ou embuste que ensombreça sua razão, e encarar decidida e valentemente a realidade que só através do conhecimento lúcido de sua inteligência ele pode assimilar, para bem de seu espírito e de sua vida.

Trechos extraídos do livro Curso de Iniciação Logosófica, p. 85
site: www.logosofia.org.br

segunda-feira, 19 de julho de 2010

LAMENTO


Eu choro
E calo.
Eu sofro
E grito.
Me deslumbro
E me extasio.
Me encanto,
E enamoro.
Me lembro
E esqueço...
Danço com a vida
E amo gente.
Choro a morte
E clamo
Pela injustiça
Da fome,
Da desigualdade
E pelos oprimidos.
E, também, pelos esquecidos.
Envelheço
E escrevo
Porque na escrita
Faço renascer
Cada ser amado,
No lamento que sangra
De minhas entranhas...
Escrevo para
Que não se esqueçam...
Teço a esperança
E rendo a Vida.
Eu choro
E rezo.
Eu invento
A eternidade
No sacrário
De minh’alma.
Ternura e sabedoria
Só se alcançam
Com o tempo
E só aí mora

A buscada felicidade!

domingo, 18 de julho de 2010

CICATRIZES NA ALMA


Falar que tudo é efêmero, que tudo que nasce morre, que a lei da vida é a mudança é cair no lugar comum. Nada disso expressa a dor de uma perda.
Tive uma tia que morreu perto de completar os cem anos. Um dia, eu, ainda uma garota, lhe disse: “Tia, deve ser tão bom viver muito, não é”? Ela me respondeu: “Qual nada, filha! Quando vivemos muito vamos perdendo as pessoas que amamos. Eu já enterrei meu marido, alguns filhos, sobrinhos, irmãos e até netos.”.
Sempre pensei muito em sua resposta, mas somente agora, ainda tão longe dos cem, que provavelmente nunca alcançarei, minha própria vida já me mostra a sabedoria de seu pensamento.
Ultimamente, venho enterrando muitas pessoas que amo! Parece até que o ritmo louco da vida que levamos faz com que encontremos os amigos e parentes somente em velórios. Enterrar uma pessoa amada é como perder um pouco de si mesmo, pois os nossos sentimentos, e tudo que aprendemos com eles, vão nos tornando as pessoas que somos.
Assim, venho deixando pelo caminho partes de meu ser. E é doloroso e difícil retomar a caminhada sem elas!
Foi-se mais uma de minhas queridas amigas... Talvez a mais alegre, de mais alto astral, cheia de vida, garra, inteligência, competência. Uma educadora que marcou a vida cultural de Montes Claros: Amélia Prates Souto.
Uma das mais brilhantes alunas que tive na faculdade, onde nos tornamos amigas sem sabermos ainda que éramos parentes. Daí por diante foi uma vida de uma bela convivência, cheia de carinho e cuidado.
Ainda há pouco, prefaciei uma obra sua, na qual ela fez questão de destacar o seu sentimento por mim.
Amiga querida, capaz de se incomodar no meio da noite com uma dor que eu estivesse sentindo. Percebia as nuances de minha voz, que demonstravam meu estado de espírito. Quando entrava em minha casa, a alegria se apoderava do ambiente com sua presença...
Venceu duros percalços em sua vida, mas tirava tudo “de letra”. Cristã fervorosa, sempre preocupada com os outros. Procurava viver no dia a dia os ensinamentos de nosso Amado Mestre.
Criou uma família maravilhosa e vencedora. Colhendo os louros de suas vitórias, depois de rodar o mundo, foi assistir à formatura de uma neta. Conversamos antes de sua partida e ela me confessou que não sabia por que tinha o coração oprimido e não queria viajar. Animei-a bastante, mostrando a importância da ocasião. E, na noite em que ela partia para a Casa do Pai Maior, eu perambulava pela casa toda, com o peito oprimido, falta de ar, achando que fosse algo físico. E, insistentemente, sua imagem me vinha à cabeça. De manhã, a notícia terrível: ela se fora...
Encontro-me ainda muito abalada para falar sobre tudo o que significou nossa grande amizade. Busco palavras, que estejam à altura de sua grandeza e de nosso sentimento mútuo. Mas a cabeça ainda está tonta, um pouco fora da realidade, com a sensação de que tudo não passa de um sonho!...
Acredito firmemente em nosso reencontro no outro plano, mas a saudade dói, dói demais...
Há algum tempo atrás, ela escreveu uma crônica em que denegria uma figura sagrada para mim: a de Dona Tiburtina, madrinha de meu pai. Eu passara toda minha vida ouvindo papai falar de sua bondade, como a de seu esposo, o Dr. João Alves.
Telefonei para ela e lhe disse: “Amelinha, estou tão triste porque você escreveu contra Dona Tiburtina, madrinha de meu pai”. Uma amizade que não fosse verdadeira poderia terminar aí, mas não. Ela me replicou, com carinho: “Perdoe-me, Maria Luiza! Enquanto você foi criada em uma família que exaltava a figura desta senhora, eu vivi momentos de angústia, na infância, percebendo o medo que se apoderava dos meus familiares, quando se pensava nela. Tudo isto é passado. Será que a nossa amizade vai acabar por causa de pessoas que nem mais existem?”.Respondi: “Claro que não! As pessoas não são obrigadas a terem os mesmos pontos de vista só porque são amigas”. E a nossa relação continuou mais forte que nunca.
Costumo dizer que Montes Claros é uma cidade sem memória. Não se cultuam as figuras de pessoas que, de uma forma ou outra, ajudaram a construir a nossa História.
Haja vista a ida de Sônia Quadros Lopes, uma das grandes lutadoras pela concretização do sonho que foi fundar uma Universidade neste remoto sertão. É verdade que a UNIMONTES decretou luto. Isto porque ainda está lá um Reitor que se lembra de nossa dura luta. E a cidade?... Quem sabe quem foi esta grande figura?
Mary e Baby Figueiredo, duas das maiores expressões da inteligência local, perderam a mãe por estes dias e eu só soube depois da Missa de sétimo dia. É verdade que, por uma série de conjunturas, encontro-me um tanto reclusa, mas a verdade é que a cidade não toma muito conhecimento destes fatos porque desconhece e não respeita estes nomes de pessoas extraordinárias.
Na UNIMONTES os alunos passam indiferentes diante de placas com nomes de figuras históricas que eles desconhecem...
Precisamos reverter este quadro e dar valor a quem tem, e venerar a figura daqueles que tanto lutaram para termos uma cidade do porte de Montes Claros atual..
Espero que a cidade não se esqueça deste grande nome: Amélia Prates Souto! Não porque foi minha amiga, mas porque foi uma extraordinária educadora e lutadora por nossa cultura.
É, minha amiga, vai ser duro não tê-la mais entre nós! Mas, de uma coisa eu tenho certeza: você descansa no colo do Pai. Luz e Paz para você e obrigada, muito obrigada pelo que significou em minha vida!
-------------------------------
PS: Escrevi esta crônica logo depois do velório de Amelinha. A dor, entretanto, levou-me para o leito do hospital, onde estive por estes dias. E, antes que a dor minorasse, outro golpe: foi-se o meu primo, Dr. Kennedy Campos, tão jovem, tão grande médico, com tanto caminho pela frente... Meu abraço de amor e meus sentimentos sinceros à Celina e Tim, Karla, Kivane. Kildare e Vanessa. Fica a saudade e a cicatriz na alma...

Maria Luiza Silveira Teles

domingo, 11 de julho de 2010

REENCONTRO


Senhor,

Virás um dia ao meu encontro,

bem sei!

Quando o véu da morte

descer sobre mim,

haverei, por fim,

de contemplar-Te o rosto!

E compreenderei toda a angústia,

toda a nostalgia e todo o pranto

de que foi cheia a minha vida...

Compreenderei a saudade sem nome

e o amor sem endereço,

que viveram sempre dentro de meu peito!

Encontrarei, então,

a terra de minha esperança,

a paz de meu sonho,

a razão da lembrança

que vivia em meus versos...

Estarei, enfim, em teu regaço,

ò Pai!

E que assim seja!

ORAÇÃO DO CORAÇÃO


Abro o meu coração para a nova realidade que a vida me oferece.Abro meu coração e enxergo um novo mundo e uma nova humanidade.Seres que se amam resplandecem à minha frente.A fraternidade é revelada a cada ação, a cada passo.A luz resplandece soberana através do semblante de cada ser.O amor jorra de seus corações ininterruptamente.Suas mãos transparentes são pura luz.A luz que toca e resgata a perfeição.Seus pés roçam suavemente a terra fértil.E a terra devolve o carinho revelando a abundância de suas cores.A mente cria, o coração alimenta, a ação consolida um planeta de paz.O sol aquece, o ar ameniza, a terra resplandece vida pelo banho suave das águas cristalinas.Tudo é luz, paz, perfeição!Esse é o mundo que almejo habitar.O mundo cuja lembrança paira no fundo do meu ser.O mundo de onde vim e para o qual quero voltar.O mundo que hoje compartilha comigo o seu segredo.O mundo que sussurra em meus ouvidos a premência que tenho de nele mergulhar.O mundo que se mostra a mim através do palpitar de cada coração.O mundo da verdade.O mundo onde toda ilusão foi dissolvida.O mundo que se alicerça na força do amor.O mundo que não reconhece diferenças.O mundo que é povoado por uma única nação, a nação dos Filhos da Luz.Filhos que caminham soberanos pelo Planeta Azul.O mundo que resgata a sua história através da história de cada um de seus habitantes.Os Filhos da Luz que se reconhecem e que expressam total gratidão.Gratidão pelo divino aprendizado que devolveu a todos o sentido do viver.O viver que só é pleno quando o coração traça o norte revelando a unidade que põe fim à separação.Hoje, finalmente, sou o Filho de Deus que expressa às virtudes do Pai.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

ZUMBIDOS NO OUVIDO - CULPA DA GLÂNDULA PINEAL




A pineal está localizada no meio do cérebro, na altura dos olhos. Ela é um órgão cronobiológico, um relógio interno. Como ela faz isso? Captandoas radiações do Sol e da Lua. A pineal obedece aos chamadosZeitbergers.

Por exemplo, o Sol é um Zeitberger externos que regem as noções de tempo e que influencia a pineal, regendo o ciclo de sono e de vigília, quando esta glândulasecreta o hormônio melatonina. Isso dá ao organismo a referência dehorário.

Existe também o Zeitberger interno, que são os genes, trazendo o perfil de ritmo regular de cada pessoa.

Nós vivemos em três dimensões e nos relacionamos com a quarta, através do tempo. A pineal é a única estrutura do corpo que transpõe essa dimensão, que é capaz decaptar informações que estão além dessa dimensão nossa.
Para Descartes é o ponto em que a alma se liga ao corpo, até na questão física há uma lógica que é esta glândula que lida com a outra dimensão, e isso é um fato.

Todos os animais têm essa glândula; ela os orienta nos processos migratórios porque sintoniza o campo magnético. Nos animais, a glândula pineal tem fotorreceptoresiguais aos presentes na retina dos olhos, porque a origem biológica da pineal é a mesmados olhos, é um terceiro olho, literalmente.


Os cientistas Vollrath e Semm, que têm artigos publicados na revista científica Nature, de 1988, comprovam que apineal converte ondas eletromagnéticas em estímulos neuroquímicos

O espiritual age pelo campo eletromagnético, se há uma interferência espiritual por exemplo, se dá justamente pelo campo eletromagnético. As interferência acontece nanatureza pelas leis da própria natureza.


Segundo Sérgio Felipe de Oliveira, a pineal captaria informações do mundo espiritual por ondas eletromagnéticas, como “um telefone celular”, e astransformaria em estímulos neuroquímicos.

A parapsicologia diz que estes campos eletromagnéticos podem afetar a mente humana. O dr. Michael Persinger, da Laurentian University, no Canadá, fez experiências com umcapacete que emite ondas eletromagnéticas nos lobos temporais.

As pessoas submetidas a essas experiências teriam tido “visões” e sentiram presenças espirituais. O dr. Persinger atribui esses fenômenos à influência dessas ondaseletromagnéticas.



Pesquisas recentes indicam que a pineal está ligado a dois centros nervosos, um de cada ouvido. Estes dois centros nervosos, e mais o centro situado na própria glândula,formam um triângulo, com a pineal no centro da cabeça com o ápice ouvértice superior, e dois centros nervosos dos ouvidos formando a base. Assim, os pesquisadores elaboraram o princípio de que tudo o que afete os tímpanos afetará apineal, qualquer princípio que afete a pineal afetará os tímpanos.



A glândula está localizada em uma área cheia de líquido. o som faz o líquido vibrar, provocando uma reação na glândula. Essa belezinha, converte ondaseletromagnéticas em estímulos neuroquímicos.



A Física Quântica diz que tudo é vibração e nós vibramos em diferentes freqüências, também somos influenciados em diferentes freqüências, por meio natural ou não(falaremos disso mais tarde).
Estamos sendo bombardeados com energias vindo da galáxia, incluindo o bombardeio do Sol, tudo isso afeta a Terra e logicamente nos afeta.



Sempre vibração e som, recentemente os cientista conseguiram até reproduzir o som do Sol nas suas explosões solares.

Quanto mais se intensifica o som, mais a pineal "trabalha", quanto mais ela trabalha, mais se intensifica o som, formando um circulo que nos leva rapidamenteao estado de projeção consciente.

Sendo assim, meus amigos, os barulhos, zumbidos, apitos, sininhos...que você pode estar ouvindo diariamente ou esporadicamente são produzidos pelotrabalho/desenvolvimento da glândula pineal e todo um fator externo estácontribuindo para isso.
Nós estamos literalmente escutando essa belezinha trabalhar.

Essa glândula é nossa conexão com outras dimensões, nossa glândula foi danificada ao looongo do tempo, por falta de uso, química (veneno) nos nossos alimentos, poluição eacredito que a nossa contribuição tenha realmente sido a maior de todas,porque caímos nas ilusões materialistas e hoje somos extremamenteapegados a tudo que os nossos 5 sentidos podem tocar, sentir, vere ouvir...

Pra terminar, vou deixar um exercício de meditação de desenvolvimento energético da pineal. Um exercício diferente, mas bem gostoso de realizar.

Certos exercícios psíquicos provocam um zumbido que começa a se manifestar nos ouvidos e persiste por algum tempo. Esse zumbido indica que alguma energia ou ação estásendo transmitida aos tímpanos, a partir da pineal. (Pesquisa feita pelaUniversidade de Basle na Suíça).

Deverá ser feito no escuro, onde a produção do hormônio da pineal aumenta.
- Por uma ou duas semanas, deve-se relaxar por alguns minutos, coloque o dedo indicador de cada mão o mais para dentro do ouvido que seja possível sem pressão incômoda.
- Enquanto os dedos estiverem nesta posição nos ouvidos, tomem uma inalação profunda pelo nariz e retenha o quanto possível.
- Mantenha a boca fechada, quando não puder mais prender a respiração, exale lentamente pelo nariz.
- Conserve os dedos nos ouvidos durante todo o tempo que esteja inalando,retendo e exalando.
- Respire normalmente por mais ou menos 30 segundos e repita o procedimento por 10 vezes.
Ao terminar, você sentirá um calor nos dutos auditivos.
A respiração pelo nariz, com os dedos colocados nos ouvidos, estabelece um circuito bem definido de vibrações positivas e negativas, que afetem os centrosnervosos do crânio, o centro nervoso da tireóide, e os centro nervososde cada um dos dois dedos.

O resultado deste exercício, se praticado conforme a instrução, será a desobstrução do nariz para a respiração e dos ouvidos para a audição, a eliminação de qualquercongestão craniana, o desenvolvimento da sensibilidade dos nervos donariz a ponto de perceberem novos odores ou facilitar a os jáconhecidos.
Ao mesmo tempo, a pineal irá despertar gradativamente, com crescente vitalidade para as funções psi.


Ravena

MANDALA VENTANIA


Guidha Cappelo

E se você disser: - Tás louca!
Eu te direi: - Tô livre!

Livre como o vento que rompe barreiras,
Que varre as poeiras,
Que não aceita grilhões!
Turbilhões...
Sou Ventania!

Livre como a chuva que limpa e alimenta,
Que emociona que experimenta
As cores do amanhecer com orvalho!
Sou atalho...
Sou Aurora!

Livre como a luz que aquece
Que ilumina numa prece
Sou forte, sou brilho
Sou como o Andarilho
Sou Estrela Viajante!

Sou só e sou muitas!
Sou vida!
Sou livre...
Por isso tenho sonhos!
E não troco nada por eles!
Quero sonhar um sonho
Que pertença a todos!

Agora não me importa mais
Onde estou ou de onde eu vim,
Mas onde eu quero e vou chegar.
O que vai determinar o meu futuro
Será sempre o meu sonho.
E saberei colocá-lo em prática.

Porque sou Estrela Viajante!
Porque sou Aurora!
Porque EU sou Ventania!!!

http://almatropicalnovas.blogspot.com/http://exposicaomandalasdeluz.blogspot.com/http://exposicaomandalasdeluz.blogspot.com/, http://www.guidhacappelo.com/, http://www.muitoalemdemim.blogspot.com/, http://www..guidhacappelo.blogspot.com/, http://www.oficinasdemandalas.blogspot.com/

quarta-feira, 7 de julho de 2010

A UNIVERSALIDADE DAS REVELAÇÕES


"Creio na verdade fundamental de todas as grandes religiões do mundo. Creio que são todas concedidas por Deus e creio que eram necessárias para os povos a quem essas religiões foram reveladas. E creio que se pudéssemos todos ler as escrituras das diferentes fés, sob o ponto de vista de seus respectivos seguidores, haveríamos de descobrir que, no fundo, foram todas a mesma coisa e sempre úteis umas às outras." Mahatma Gandhi

MENSAGEM DA NOITE


Aquele que protege sua mente da cobiça, e da ira, desfruta da verdadeira e duradoura paz. (Shakyamuni Buddha)


Temos que acreditar que as pessoas possam mudar !!! "Quando existe o sentimento de fraternidade, de solidariedade, de altruísmo nos corações dos homens, estes abrem mão dos interesses pessoais a favor da justiça e do bem-estar comum". Allan Kardec

SEJA APRENDIZ


Quando você conseguir superar
graves problemas de relacionamentos,
não se detenha na lembrança dos momentos difíceis,
mas na alegria de haver atravessado
mais essa prova em sua vida.
Quando sair de um longo tratamento de saúde,
não pense no sofrimento
que foi necessário enfrentar,
mas na bênção de Deus
que permitiu a cura.
Leve na sua memória, para o resto da vida,
as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade,
e lhe darão confiança
diante de qualquer obstáculo.
Uns queriam um emprego melhor;
outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta;
outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena;
outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos;
outros, ter pais.
Uns queriam ter olhos claros;
outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita;
outros, falar.
Uns queriam silêncio;
outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo;
outros, ter pés.
Uns queriam um carro;
outros, andar.
Uns queriam o supérfluo;
outros, apenas o necessário.
Há dois tipos de sabedoria:
a inferior e a superior.
A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe
e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior.
Seja um eterno aprendiz na escola da vida.
A sabedoria superior tolera;
a inferior, julga;
a superior, alivia;
a inferior, culpa;
a superior, perdoa;
a inferior, condena.
Tem coisas que o coração só fala
para quem sabe escutar!
***
Chico Xavier

ANJO DA GUARDA


Não te prendas à minha aparência
Eu sou luz
Não me busque no espaço-tempo
Sou do infinito
E lá não existem limites.
Venho das estrelas
E só podes conhecer-me
No teu coração.
Meu abraço é de Amor,
O Amor que tudo pode.
Sou teu Mestre e companheiro
De jornadas sem fim.
Tu me chamas de Anjo da Guarda
E orientar-te é minha missão.
Caminhamos lado a lado
Nesta viagem terrena.
Escuta tua alma
Que poderás, então, ouvir-me.
E seguir, com alegria,
O caminho de volta ao Pai.

NÃO FUJAS DOS DESAFIOS


“Não te escondas dos grandes desafios da tua existência.Te une à sábia cooperação da vida e resiste ao cansaço que possas sentir no caminho.Te põe a meditar, a provar do teu silêncio interior – teu âmago é Luz!Te refaz no imenso mar de Paz que vibra no templo iluminado da tua alma, e crê no teu caminho de realizações.Vive no semeio do Bem e da Esperança.Vive no trabalho da solidariedade e pratica a compaixão.Vive no contato íntimo com a Verdade, com o teu potencial, com a tua capacidade de doar o que há de melhor em ti.A superação dos desafios requer, acima de tudo, consciência de que tudo é possível se incluímos à soma de nossas atitudes, o maior selador das vitórias da alma:o contato íntimo com a Fé, e a confiança no potencial da vida, de ceder todos os meios para que a criatura, ativa em seu destino, encontre o seu caminho de Amor pleno e felicidade".

Mestre Sireus

Canalizado por Conexões de Luz em 03.03.2009

A LEI DO CAMINHÃO DE LIXO


Um dia peguei um taxi para o aeroporto. Estávamos rodando na faixa certa, quando de repente um carro preto saltou do estacionamento na nossa frente.
O taxista pisou no freio, deslizou e escapou do outro carro por um triz!
O motorista do outro carro sacudiu a cabeça e começou a gritar para nós nervosamente. Mas o taxista apenas sorriu e acenou para o cara, fazendo um sinal de positivo. E ele o fez de maneira bastante amigavel.
Indignado lhe perguntei: 'Porque você fez isto? Este cara quase arruína o seu carro e nos manda para o hospital!'
Foi quando o motorista do taxi me ensinou o que eu agora chamo de "A Lei do Caminhão de Lixo."
Ele explicou que muitas pessoas são como caminhões de lixo. Andam por ai carregadas de lixo, cheias de frustrações, cheias de raiva, traumas e de desapontamento. À medida que suas pilhas de lixo crescem, elas precisam de
um lugar para descarregar, e às vezes descarregam sobre a gente. Não tome isso pessoalmente. Isto não é problema seu!
Apenas sorria, acene, deseje-lhes o bem, e vá em frente. Não pegue o lixo de tais pessoas e nem o espalhe sobre outras pessoas no trabalho, EM CASA, ou nas ruas. Fique tranquilo... respire E DEIXE O LIXEIRO PASSAR.
O princípio disso é que pessoas felizes não deixam os caminhões de lixo estragarem o seu dia. A vida é muito curta, não leve lixo. Limpe os sentimentos ruins, aborrecimentos do trabalho, picuinhas pessoais, ódio e frustações.
Ame as pessoas que te tratam bem. E trate bem as que não o fazem.

A vida é dez por cento o que você faz dela e noventa por cento a maneira como você a recebe!

Tenha um bom dia, Livre de lixo!

(Desconheço a autoria)

A PESSOA ERRADA


Luiz Fernando Verissimo

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.

Porque a pessoa certa faz tudo certinho. Chega na hora certa, Fala as coisas certas, Faz as coisas certas, Mas nem sempre a gente está precisando das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada.

A pessoa errada te faz perder a cabeça
Fazer loucuras
Perder a hora
Morrer de amor
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar
Que é pra na hora que vocês se encontrarem
A entrega ser muito mais verdadeira

A pessoa errada é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar
Mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas
Essa pessoa vai tirar seu sono
Mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível
Essa pessoa talvez te magoe
E depois te enche de mimos pedindo seu perdão
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado
Mas vai estar 100% da vida dela esperando você
Vai estar o tempo todo pensando em você.

A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo
Porque a vida não é certa
Nada aqui é certo
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo
Amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo.
E só assim é possível chegar àquele momento do dia
Em que a gente diz:
"Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade
Tudo o que Ele quer
É que a gente encontre a pessoa errada.

Pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente...
Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as
diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução.

terça-feira, 6 de julho de 2010

DRAMAS EXISTENCIAIS


Viver é uma fascinante aventura. A vida é cheia de beleza, mas também é uma tragédia: isto está claro para quem quer que tenha suficiente inteligência e sensibilidade para percebê-lo.
Aliás, tive a oportunidade de ouvir um grande e renomado psiquiatra dizer: “A vida só é sempre alegre para os tolos”. Existem pessoas que têm grande inteligência, mas não têm grande sensibilidade, assim como a recíproca. Quando, porém, o homem é dono de grande inteligência e grande sensibilidade, pode ter momentos alegres, mas jamais deixará de ter no fundo de sua alma um traço de melancolia.
Isto, porém, não significa, absolutamente, que, independente de acontecimentos externos, o homem seja sempre feliz e tenha paz, porque estes sentimentos estão dentro do ser e dependem apenas da riqueza interior. Felicidade e paz não significam ausência de sofrimento. O sofrimento é contingência da vida. Ser feliz e ter paz, entretanto, é uma escolha e uma decisão, frutos de muito trabalho consigo mesmo e um verdadeiro autoconhecimento.
Os dramas existenciais sempre estarão presentes na vida do ser humano. O que não tira a beleza e o encantamento de viver.
Assim como grandes estudiosos, penso que a fé e o ideal apresentam um novo sentido definitivo para a vida, colocando-a como um projeto eterno e infinito.
A fé, para quem a tem, destrói a mentira do caráter, que obriga o homem a se envergonhar de suas fraquezas no plano social. Com a fé, o ser humano passa a abrir o seu coração para a vida e perceber o seu sentido maior.

NOTÍCIA


Os seres humanos podem resolver problemas durante o sono
A mente adormecida pode não parecer um instrumento apto para qualquer pensamento crítico, mas os seres humanos podem resolver problemas durante o sono, diz estudo realizado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e publicado no site Live Science. E a pesquisa vai mais além; ela afirma que o propósito do sonho pode ser o de nos ajudar a encontrar soluções para os enigmas que nos afligem durante o dia.
"Os sonhos têm natureza altamente visual e muitas vezes ilógica, o que os torna maduros para o tipo de pensamento que a resolução de problemas exige", afirma a psicóloga e pesquisadora Deirdre Barrett.
A teoria dos sonhos de Barrett, apresentada na reunião da Associação para a Ciência da Psicologia em junho, afirma que sonhar é realmente pensar, mas em um estado um pouco diferente de quando nossos olhos estão abertos. Porque, segundo ela, o sonho é apenas um mistério da mente.
"Seja qual for o estado em que estamos, ainda estamos trabalhando com os mesmos problemas", disse Barrett. Embora os sonhos possam ter inicialmente evoluido para uma finalidade diferente, eles provavelmente foram aperfeiçoados ao longo do tempo, para que possam servir a um dever duplo: ajudar a "reiniciar" o próprio cérebro e resolver problemas.
Sonhos e evoluçãoUma teoria para explicar os sonhos, ou qualquer outro comportamento humano sobre esse assunto, precisa levar em conta a evolução, disse Barrett. Muitas teorias mais antigas sobre os sonhos não abordavam a evolução, ou simplesmente a contradiziam, disse ela.
Sigmund Freud, por exemplo, propôs que os sonhos existem para satisfazer nossos desejos. Mas tal gratificação em um mundo imaginário faria pouco para nos ajudar a adaptar os nossos instintos para o mundo físico, que é um ponto-chave na evolução, disse Barrett.
Outros propuseram que os sonhos não são mais que um efeito colateral do ciclo do sono. Os sonhos ocorrem geralmente durante a fase "Rapid Eye Movement", conhecida como REM, do sono. Acredita-se que esta fase sirva para várias funções: para descansar uma parte do cérebro (uma vez que algumas áreas estão ativas, enquanto outras não estão) e repor substâncias químicas do cérebro, tais como os neurotransmissores.
Isto levou alguns a afirmarem que os sonhos acontecem simplesmente porque o sono REM acontece, disse Barrett. O psicólogo Steven Pinker comparava os sonhos aos protetores de tela de computadores, dizendo que talvez "não importe qual seja o conteúdo, desde que certas partes do cérebro estejam ativas."
A pesquisadora Barrett discorda. "Minha opinião é que a evolução não é apenas um desperdício, que as coisas evoluem para uma finalidade e que geralmente não continuam ao longo do tempo tendo a mesma finalidade sempre. Nada que não seja útil continua a ser refinado", ela disse em uma entrevista ao Live Science.
A pesquisadora também chamou a atenção para o fato de que o sono REM existe há muito tempo, desde que os mamíferos evoluíram, há 220 milhões de anos. "Quanto mais tempo uma coisa existe ao longo da história evolutiva, mais provável é que ela venha a ter outras funções sobrepostas", disse.
Resolução de problemas Barrett estudou a resolução de problemas em sonhos por mais de 10 anos e documentou muitos exemplos do fenômeno. Em um experimento, um grupo de universitários tinha que escolher um problema para tentar resolver em um sonho. Os problemas eram questões bastante fáceis para as quais os estudantes ainda não tinham as respostas. "Os estudantes concentraram-se no problema cada noite antes de irem para a cama. No final de uma semana, cerca de metade dos estudantes tinha sonhado sobre o problema e cerca de um quarto deles tinha tido um sonho que continha a resposta", disse Barrett.
Assim, pelo menos nos casos onde os problemas são relativamente fáceis, algumas pessoas conseguem resolvê-los em seu sono.
Barrett também realizou uma extensa revisão na literatura científica e histórica, procurando exemplos de problemas resolvidos em sonhos. Ela encontrou exemplos de quase todo tipo de problemas sendo resolvidos em um sonho, desde questões envolvendo matemática até artes. Mas muitos estavam relacionados com problemas que as pessoas necessitavam visualizar em suas mentes, como um inventor imaginando um novo dispositivo.
A outra grande categoria de problemas resolvidos em sonhos incluíam "aqueles em que a sabedoria convencional errava no momento de escolher a abordagem", disse Barrett. "Os sonhos podem ter evoluído para ser particularmente bons em permitir que trabalhemos com os enigmas que se enquadram nestas duas categorias", afirmou.
"Eu acho que os sonhos e sono REM provavelmente evoluíram para serem úteis para trabalhar com nossos pensamentos", afirmou Barrett. "É apenas um tempo extra para pensar. Por isso, potencialmente, qualquer problema pode ser resolvido durante o sono, no estado que é mais visual e mais solto em associações. Por isso temos evoluído para usá-lo especialmente para trabalhar com esse tipo de problemas."


Obs: Desconheço a origem. Recebi a notícia de um amigo

segunda-feira, 5 de julho de 2010

A GRANDE CHAMA

Senhor:
Sinto, dentro de mim,
Arder a grande chama;
É ela que me impulsiona,
Nesta ânsia fecunda
E infinda de criação.
É ela que faz de mim
Um novo arquiteto do cosmo
E me impele ao caminho
Ascendendo-me numa busca constante...
É ela que me faz todo amor
E emana de mim em doces eflúvios.
É ela o Cristo interior
Com quem me deparo
Nos momentos de encontro...
Sois Vós, Senhor,
Esta chama que me faz arder de amor!

domingo, 4 de julho de 2010

O BANQUETE DO AMOR



Senhor,
Assim como na parábola de Cristo,
Ninguém veio ao meu banquete...
Estavam todos ocupados:
alguns no trabalho,
outros em velório,
em casamento,
em compras,
em viagem,
em festa,
em compromissos mil...
Sabe, Pai,
eles têm medo,
medo da vida,
de si próprios,
de seus impulsos,
de seus desejos,
de seus sonhos...
Têm medo da morte,
da doença,
da dor,
da finitude das coisas,
de ausência,
de saudade...
Por isso não vieram
ao meu banquete,
porque nele teriam que enfrentar
a verdade...
Eu os perdoei e chamei os pequninos
que encheram meu coração de amor...
Perdoai-os, Pai!
Eles não conhecem
nem mesmo a vossa Verdade!
Amém!

MENSAGEM



Somos aquilo que sentimos e percebemos. Se estamos zangados, somos a raiva. Se estamos apaixonados, somos o amor. Se contemplamos um pico nevado, somos a montanha. Ao assistir a um programa de televisão de baixa qualidade, somos o programa de televisão. Enquanto sonhamos, somos o sonho. Podemos ser qualquer coisa que quisermos, mesmo sem uma varinha mágica.

Extraído do livro "O sol meu coração" de Thich Nhat Hanh.

RELAÇÕES AMOROSAS





Se um homem te quer, nada pode mantê-lo longe;
Se ele não te quer, nada pode fazê-lo ficar.
Para de dar desculpas (de arranjar justificativas) para um homem e seu comportamento.
Permita que tua intuição (ou espírito) te proteja das mágoas.
Para de tentar te modificar para uma relação que não tem que acontecer.
Mais devagar é melhor. Nunca dediques tua vida a um homem antes que encontres um que realmente te faz feliz.
Se uma relação terminar porque o homem não te tratou como merecias, (...) mande pro inferno, esquece! Vocês não podem “ser amigos”. Um amigo não destrataria outro amigo.
Não conserte.
Se sentes que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo. Não continues (a relação) porque achas que “ele vai melhorar”.
Tu vais te chatear daqui um ano por continuar a relação quando as coisas ainda não estiverem melhores.
A única pessoa que podes controlar em uma relação és tu mesma.
Evita homens que têm um monte de filhos, e de um monte de mulheres diferentes. Ele não casou com elas quando elas ficaram grávidas, então, porque ele te trataria diferente?
Sempre tenha teu próprio círculo de amizade, separadamente do dele.
Coloca limites no modo como um homem te trata. Se algo te irritar, faça um escândalo.
Nunca deixes um homem saber de tudo. Mais tarde ele usará isso contra ti.
Tu não podes mudar o comportamento de um homem. A mudança vem de dentro.
Nunca o deixe sentir que ele é mais importante que tu… mesmo se ele tiver um maior grau de escolaridade ou um emprego melhor.
Não o torne um semi-deus.
Ele é um homem, nada além ou aquém disso.
Nunca deixes um homem definir quem tu és.
Nunca pegues o homem de alguém emprestado.
Se ele traiu alguém contigo, ele te trairá.
Um homem vai te tratar do jeito que permitas que ele te trate. Todos os homens NÃO são cachorros.
Tu não deves ser a única a fazer tudo… compromisso é uma via de mão dupla.
Tu precisas de tempo entre as relações. Não há nada precioso quanto viajar. Vê as tuas questões antes de um novo relacionamento.Nunca deves olhar para alguém sentindo que a pessoa irá te completar.
Uma relação consiste de dois indivíduos completos, procure alguém que te irá complementar… não suplementar.
Namorar é bacana. Mesmo se ele não for o esperado Sr. Correto.
Faça-o sentir falta de ti algumas vezes… quando um homem sempre sabe que estás lá, e que estás sempre disponível para ele, ele se acha…
Nunca te mudes para a casa da mãe dele. Nunca sejas cúmplice (ou co-assine qualquer documento) de um homem. (...)
“O medo de ficar sozinha faz com que várias mulheres permaneçam em relações que são abusivas e lesivas”. Dr. Phill. Deves saber que tu és a melhor coisa que pode acontecer para alguém e se um homem te destrata, é ele que vai perder uma coisa boa.
Se ele ficou atraído por ti à primeira vista, saibas que ele não foi o único.
Todos eles estão te olhando, então tens várias opções.
Faze a escolha certa.

Este texto é da Oprah Winfrey, apresentadora conceituadíssima dos Estados Unidos.

sexta-feira, 2 de julho de 2010

AMOR



Enviar Amor é o dever mais bonito de um ser humano que percebeu a sua razão de viver. Ele recebe a maior graça para a eliminação das suas próprias cargas negativas - as vibrações do Amor voltam sem empecilho à sua própria vida e trazem consigo Bênçãos e Luz.

Kwan Yin

quinta-feira, 1 de julho de 2010

SONETO À MULHER IDOSA



Soneto à Mulher Idosa...
( Poema dedicado às Mulheres acima de 80 anos )


By Nelson Antonio Corrêa




Toda mulher é uma menina
Pois toda menina é só pureza.
E toda esta candura que fascina
É próprio da sua natureza...

Se o tempo passa como os ventos,
Freme em seu corpo mil vaidades .
E a mulher se traduz em sentimentos
Ficando mais linda ao passar das idades...

Fitando seus olhos tão cintilantes
nem percebo se há rugas circundantes,
E pelo Amor seu corpo rejuvenesce.

E por amá-la assim profundamente
Mal noto a ação do tempo inclemente
E esta eterna menina jamais envelhece !...



Toda mulher é uma menina...quando menina...

MENSAGEM DA NOITE



TEMPO - Considere o tempo um grande tesouro. Não desperdice nem um segundo.
(AUTOR DESCONHECIDO)

MENSAGEM DO DIA



"Quem aprende a ouvir com atenção, aprende a falar com proveito." (Emmanuel)

PEDIDOS A DEUS


Certa vez, um homem pediu a Deus uma flor e uma borboleta.
Mas Deus lhe deu um cacto e uma lagarta.
O homem ficou triste, pois não entendeu por que o seu pedido veio errado.
Daí pensou:
Também, com tanta gente para atender... e resolveu não questionar.
Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixou esquecido.
Para sua surpresa, do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores e a horrível lagarta transformara-se em uma belíssima borboleta.
Deus sempre age certo.
O seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar dando tudo errado.
Se você pediu uma coisa a Deus e recebeu outra, confie, tenha certeza de que Ele dá o que você precisa, no momento certo.
Nem sempre o que você deseja é o que você precisa.
Como Ele nunca erra na entrega dos pedidos, siga em frente sem murmurar ou duvidar.
O espinho de hoje será a flor de amanhã!
Legrand

ETERNIDADE


Caminhei por lugares desconhecidos,
Em um tempo já esquecido
Fragmentos de minhas lembranças
Em muitas vidas, sempre tua presença!
É um amor que ainda não amadureceu,
Que teima em me perseguir,
Sempre me cobrando
As emoções que nao se realizaram.
Finjo que nada sei,
Finjo que posso seguir sem tua presença
No turbilhão desta vida tão agitada,
Fingindo nao saber o que sei.
Enganando meu coração
Que, de triste, finge acreditar
Mas que sangra
Das feridas que não cicatrizaram.

DULCE CANHETE

AMIZADE EXPRESSIVA


Hoje você é um amigo invisível aos olhos,
Mas seu poder de realização é intenso,
Pois consegue tornar um carinho amigo
Em algo sempre visível e inesquecível,
Fazendo assim, pulsar e vibrar
Alegremente meu coração.
Se no passar dos anos,
O tempo conseguir estas mesmas palavras
Do papel apagar,
Tente buscá-las novamente
Na tela do meu olhar.
Elas com certeza, lá estarão.
Todas, sem exceção.
Prontas para serem lidas,
Ou quem sabe ainda,
Inseridas por você
Ao mais belos de seus arquivos:
O pensamento.
Se ainda, as palavras forem todas
Para este arquivo
Movidas pelo cursor
Deste mesmo carinho,
Mais força ainda terão
E lá permanecerão
Até o momento que você desejar.
Cuide apenas para que,
O mais temido e conhecido
Dos vírus chamado esquecimento,
Não tente por lá passar
Pois age como um vento devastador.
Que,quando passa, só o que nos deixa
São rastros de muita dor.

Ângela Mendes

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO