BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

terça-feira, 14 de setembro de 2010

A BUSCA DA SABEDORIA


Amigos, eu não poderia deixar de transcrever aqui um belíssimo artigo de um amigo do coração que o dedicou a mim. Obrigada, Raphael ! Só uma alma linda como a sua poderia
compreender tão bem algo tão profundo! Namastê, meu irmão!


“dedico esse texto à escritora montesclarense Maria Luiza Silveira Teles, pela sua ternura de coração”

Relata o jornalista mineiro Tião Martins que: “O problema da sabedoria é que ela não se entrega facilmente à luz do dia. É preciso garimpar entre palavras e silêncios e, para isso, o garimpeiro não pode cultivar preconceitos, que são o exato oposto do saber”.
Ao buscarmos a sabedoria, e ao avaliarmos o quão conhecedor possamos ser nos deparamos com uma tabela quantitativa puramente sensorial. O Ego, sempre se vê pelo espelho de Narciso! E ao se medir, o faz pela régua da subjetividade.
Os modelos de conhecimento que almejamos, quase sempre são impulsionados pela lei de Braudville. A lei da simulação! A lei das aparências.
A sabedoria vista aos olhos modernos é tão somente do que podemos nos gabar. Mostrarmos à apreciação de quem nos vê! Ela, entretanto, é um dos sete dons do Espírito Santo!
A pluralidade de expressões da mente divina, quando manifesta, se expressa num quantum de personalidades almas. Assim sempre haverá pessoas cujas manifestações serão elevadas, e em contraste, as atávicas. As almas se expressarão pelo caráter, que age como uma unidade integradora.
Analisando, no Novo Testamento, a reflexão do apóstolo Paulo em uma carta doutrinária, o vê afirmar que a prova da erudição são as ações que regem a dinâmica de quem a tem. O seja, o comportamento do autor como integrante da tribo humana a qual ele pertence.
Comenta ainda o instituidor do preceito que, se no nosso coração exista inveja, amargura ou egoísmo; se nos manifestamos pelas disputas com os nossos análogos, o nosso princípio é apenas uma cobiça!
A epístola missionária mostra-nos que, embora possamos acumular a erudição do mundo, Deus tornou-a louca aos seus olhos. Usando linguagem doutrinária, afirmou que a sabedoria divina recai justamente sobre aquilo que não é importante.
Diz que se alguém se julga sábio que mostre isso pela conduta e mansidão. Sem parcialidade ou fingimento. Conclui relatando que a sabedoria sem ação na conduta, é letra morta.
A métrica do antigo discípulo da Escola de Gamaliel nos trás a lembrança que há um só corpo, um só Espírito e uma só esperança. Em virtude da nossa missão como instrumento para se fazer cumprir a Vontade do Criador, a sabedoria divina, se faz em nós, quando conseguimos adquirir a compreensão.
Em nós, o “insight” da sabedoria ocorre nos pequenos momentos aparentemente sem importância. Reminiscências, fragmentos, lembranças de interioridades. Quando acontece, traz felicidade acompanhada de certeza. Todo o nosso ser irradia. Vida e amor incondicional!
É o chamado Céu Interior. Momento único de contato com o Criador. A ele estamos ligados pela Centelha do Espírito Santo, a Linha Mater!
Se lutarmos com o próximo, nossos atos são na verdade mecanismos que impulsiona o nosso saber maior apenas para as coisas do prazer. Diz-nos ainda à doutrina que quando a sabedoria assim se manifesta, ela é como uma neblina passageira!
A amizade, somente com as coisas do mundo material, é segundo a epístola, contrária ou inimiga do conhecimento espiritual. Abona ainda que a conformidade da sabedoria seja a que vem literalmente das coisas divinas. O autêntico conhecimento é o que nos faz suportar a aflições e provocações, nos fazendo delas extrair a esperança.
Referindo-se ao homem que se julga sábio, comenta o evangelizador que: O homem do coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos. Isto é aplicado também para a sabedoria quando avaliada a luz maior.

raphaelreysmoc@yahoo.com.br

(QUADRO DE MEU SOBRINHO IURI SARMENTO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO