BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

sábado, 13 de março de 2010

SER MULHER


Por Marizilda Lopes
O que é ser mulher?

É transformar séculos de desvalorização do feminino, pois que aceitamos a submissão e por conta disto reprimimos a nossa natureza original, intuitiva e criativa. Não nos demos conta de que ao aceitar o modelo masculino para conquistar a vida e a felicidade, encapsulamos nossas próprias características, a espiritualidade, o afeto, o sentimento, o carinho, e principalmente a maior de todas - a compaixão que leva à cooperação e a solidariedade. Viver estes aspectos não pode ser considerado fraqueza, mas a força da sabedoria infinita de simplesmente ser mulher.

Ser mulher é escolher a tarefa mais difícil, mas também a mais gratificante, abrir as portas de um novo mundo fundamentado no amor e na esperança de reconquista da energia feminina, e para tal esvaziar a mente de pensamentos distorcidos sobre sucesso e felicidade, de preocupações com relacionamentos destrutivos, de estar na mesa de trabalho e esquecer as coisas importantes que realmente importam como: encantar-se com o sorriso de uma criança que espera, com o acolher do companheiro que vem para o jantar e com todos aqueles momentos marcados pela alegria, pelos sorrisos e até pelas lágrimas que desbravam nossas agonias quase sempre escamoteadas pela nossa falta de tempo.

Ser mulher é resgatar nossa coragem de quebrar algumas regras quando for necessário, principalmente aquelas que são determinadas pela cultura da ilusão, é recuperar a nossa auto-estima e lutar por ela, para manter nossas vidas criativas florescendo nos campos de sabedoria, para que nossos relacionamentos tenham real significado, na qual possamos cultivar a amizade e o amor em sua verdadeira acepção. É resgatar os ciclos naturais da sexualidade, da entrega ao prazer construído sobre a égide do respeito ao corpo e da auto-valorização. Assim nesta tônica, de ser e estar construiremos uma vida plena repleta de encantamentos que trará saúde e bem-estar.

E assim, Ser Mulher no novo milênio é encarar o maior desafio: reencontrar nosso real jeito de ser, nossas referências, que somente a alma feminina conhece, para então em qualquer papel assumido, em qualquer ambiente possamos ser agentes de transformação. Desta maneira, onde houver competitividade que possamos levar a noção do compartilhar, onde houver discórdia que levemos a paz, na exata noção de que a nossa capacidade intelectual é municiada de sensibilidade.

Então, mulher ouse aceitar que os reais opressores são as nossas próprias culpas e medos que habitam o interior de nossas mentes ocupadas demais com a ambivalência dos sentimentos. É tempo de libertação do sentir muito mais do que a razão, para que nossa presença se faça sempre e continuamente com dinamismo, com a nossa capacidade especial de amar e principalmente perdoar.

Que este mês da Mulher seja a âncora para a libertação de um propósito dirigido para tornar possível um mundo melhor.

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO