BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quarta-feira, 9 de junho de 2010

CÂNTICO DOS CÂNTICOS


"Que cântico é esse, que nos inspira milênios afora, desertos a dentro? Que cântico é este que faz transbordar corações abertos e mentes altaneiras? Que Cântico é este de magia pura, que jamais se esgota,, que jamais se cansa? Que cãntico é este de mistérios tantos, que é sempre o mesmo, que é sempre outro? Que cântico é este, fatal e terno, tão distante e próximo? Que cãntico é este, trovejante e doce, que nos condena a nos tornar plenamente humanos?...
Por certo, é o cântico do Amor".

Roberto Crema

ALMAS TRISTES


Que vozes misteriosas são estas
Que falam dentro da noite,
Trazidas pelo vento
E pelo marulhar das ondas?
São um canto e um gemido,
Lamentos de almas tristes,
Peregrinas como a minha?
Trazem-me uma saudade imensa
De outras praias distantes,
De locais ignorados.
De afetos perdidos,
De vidas esquecidas .

A FILOSOFIA


A Filosofia para mim é um encontro, uma alegria, uma nova perspectiva de ver a vida. Ela é uma busca constante da Verdade, busca esta que jamais se acaba. E com o devido respeito ao que outros consideram “a Verdade”.
Ela é uma travessia, onde o importante é o próprio ato de caminhar. Como diz Márcia Tiburi: “A palavra filosófica precisa ser crítica, jamais uma confirmação do que é”. Não pode, pois ser uma fala acabada, um código petrificado.
A Filosofia implica discussões de idéias e sua função principal é levar o indivíduo a pensar. Como pensar é uma função natural do ser humano, ela já traz em si o prazer de um mágico jogo lúdico. Pois, Filosofia não é apenas Lógica, mas, também, imaginação, percepção, linguagem, diáligo.

(Da minha obra "Filosofia para Ensino Médio, editora Vozes)

EDUCAÇÃO DA SENSIBILIDADE





Sócratres já usava na sua práxis pedagógica dois métodos que, hoje, mais do que nunca, se mostram verdadeiros e funcionais: a busca do autoconhecimento e a maiêutica, ou seja, o ato de levar a parir. Nesse caso, as potencialidades.
Nós estamos nascendo e morrendo a cada dia porque para crescer e frutificar é necessário que a semente morra. Isto significa que somos um projeto inacabado e de potencial infinito. Assim, é necessário que morram o autoritarismo e a pura masturbação intelectual para que venha à luz tudo que o homem tem de bom em seu inconsciente coletivo.
Estamos, portanto, num vir-a-ser constante, em sinergia com todo o universo, cuja única lei da qual temos certeza absoluta é a da eterna mudança.
Tudo que não muda morre, cristaliza-se e, depois, sua energia se transforma em algo novo e diferente.
Não acredito que aquilo que mais caracteriza o homem seja o seu raciocínio, a sua capacidade de pensar de forma abstrata, hipotética e dedutivamente. Para mim, a característica principal do ser humano reside na sua capacidade de amar, que implica saber cuidar, acolher, perdoar, compadecer-se, ter empatia, ternura, compartilhar, inter-agir, cooperar.
É da sua sensibilidade que nascem as mais belas criações, em qualquer área.
Diz Krishnamurti que: “Para ser inteligente necessitas de extraordinária sensibilidade. Só pode haver sensibilidade quando o corpo é sensível – a maneira de observar, de ver, de sentir.” (1999, p.27).

(trecho de minha obra: Pedagogia da Transgressão)

PENSAMENTO


Algumas pessoas têm o poder de tornar coisas pequenas em grandes;
outras, tornam coisas grandes em pequenas.
Não importa quão grande seja uma situação,
torne-se ainda maior do que ela e, assim, ela parecerá pequena.
Quando você cai, as situações parecem grandes;
mas quando você está lá em cima, tudo fica pequeno.
Portanto, não importa o tamanho da situação
que se afigura à sua frente, apenas estabilize-se
em seu mais elevado estado de auto-respeito
e tudo lhe parecerá coisa pequena.
É bem mais fácil obter uma vitória
sobre as coisas pequenas.

Brahma Kumaris

LEMBRETE


A maior prisão que podemos ter na vida é aquela
quando a gente descobre que estamos sendo
não aquilo que somos, mas o que o outro
gostaria que fôssemos.
Pe. Fábio de Melo

MENSAGEM DE HOJE


No instante em que damos total liberdade a todos os que nos cercam,
quando deixamos de desejar prender e cercear as pessoas,
quando deixamos de esperar qualquer coisa delas,
quando tudo o que pensamos é em dar e dar mais
e nunca em tornar,
então descobrimos que estamos totalmente livres do mundo.
As cadeias que nos prendem caem por terra,
as correntes se rompem e, pela primeira vez na vida,
sabemos o que é a experiência inédita da
liberdade total;
livres de todas as restrições humanas,
seremos, com disposição e alegria,
servos apenas do nosso
Eu Superior.
Dr. Edward Bach

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO