BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A FORÇA DO TAO



A vida é frágil.
Você já deve ter ouvido isso muitas e muitas vezes. Mas não se deixe enganar – é uma mentira. Na verdade, nada é mais forte do que a Vida, se você compreender corretamente o que ela significa e representa.
Essa concepção equivocada se deve ao véu de ignorância que obstrui nossa visão da gloriosa Verdade que é nosso universo. Seres pequenos e atrapalhados que somos, não percebemos a ligação que existe entre todas as coisas, mas apenas conseguimos uma parca distinção entre o que está “vivo” e o que está “morto”. Essa distinção não apenas é incorreta como amplia em muito a nossa própria ignorância.
Estar “vivo” significa simplesmente um estado energético determinado. As coisas inanimadas ou “mortas” possuem a mesma energia, mas de forma latente. Portanto o que está “vivo” e o que está “morto” são basicamente a mesma coisa, variando apenas a sua expressão. Tudo é formado por Chi (Qi), a energia universal, independente da classificação que damos às coisas. Os seres humanos, em particular os ocidentais, são pródigos em classificar e nomear tudo o que existe, mesmo que não compreendam como as coisas funcionam. Os orientais, ao contrário, buscaram obter essa compreensão transcendendo os nomes e buscando mais profundamente a essência das coisas. É basicamente isso que distingue os ocidentais dos orientais em sua visão do universo.
Na verdade, nada é mais forte do que a Vida, pois é a própria essência do Universo manifestada e que não se acaba, obviamente. Apenas muda de estado. Morihei Ueshiba, criador do Aikidô, costumava dizer que ele era invencível, pois devido à sua comunhão com o Todo, para derrotá-lo se deveria derrotar todo o Universo. Isso é o que acontece quando começamos a perceber realmente como o universo se comporta e como somos parte intrínseca dele.
Na verdade, a vida é forte. Nossa individualidade física é que é frágil. Individualidade essa que é ilusória, mas mesmo assim serve de parâmetro para a maioria das pessoas deste planeta. Quando alguém “morre”, na verdade ela não morre, mas muda de estado, perde sua individualidade física. Porém permanece existente, pois energia não pode ser destruída. Futuramente pode voltar a se tornar uma individualidade, no que se chama popularmente de “reencarnação”. Não há problema nisso, pois energia pode assumir diferentes formas e continua sendo o que ela é – energia. E a Vida é energia em seu estado mais puro.
Quando disserem que a vida é frágil, lembre-se disso: a vida é forte, nossa individualidade material é que é frágil.

Por Gilberto Antônio Silva

SOBRE O AUTOR
Gilberto Antônio Silva é Parapsicólogo, Acupuntor, Terapeuta e Escritor, estudando cultura e filosofia oriental desde 1977. Como Taoísta, se preocupa em divulgar a filosofia e as artes taoístas, como I Ching, Feng Shui e Qigong, para melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO