BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

RELEMBRANDO DRUMMOND EM SEU CENTENÁRIO


José

E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José?

Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio,
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José?

E agora, José?
Sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio - e agora?

Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora?

Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse...
Mas você não morre,
você é duro, José!

Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja a galope,
você marcha, José!
José, para onde?

Carlos Drummond de Andrade

domingo, 30 de outubro de 2011

SÁBIAS PALAVRAS DO MESTRE


Quando você conseguir superar
graves problemas de relacionamentos,
não se detenha ...na lembrança dos momentos difíceis,
mas na alegria de haver atravessado
mais essa prova em sua vida.
Quando sair de um longo tratamento de saúde,
não pense no sofrimento
que foi necessário enfrentar,
mas na bênção de Deus
que permitiu a cura.
Leve na sua memória, para o resto da vida,
as coisas boas que surgiram nas dificuldades.
Elas serão uma prova de sua capacidade,
e lhe darão confiança diante de qualquer obstáculo.
Uns queriam um emprego melhor; outros, só um emprego.
Uns queriam uma refeição mais farta; outros, só uma refeição.
Uns queriam uma vida mais amena; outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos; outros, ter pais.
Uns queriam ter olhos claros; outros, enxergar.
Uns queriam ter voz bonita; outros, falar.
Uns queriam silêncio; outros, ouvir.
Uns queriam sapato novo; outros, ter pés.
Uns queriam um carro; outros, andar.
Uns queriam o supérfluo; outros, apenas o necessário.
Há dois tipos de sabedoria: a inferior e a superior.
A sabedoria inferior é dada pelo quanto uma pessoa sabe
e a superior é dada pelo quanto ela tem consciência de que não sabe.
Tenha a sabedoria superior.
Seja um eterno aprendiz na escola da vida.
A sabedoria superior tolera;
a inferior, julga;
a superior, alivia;
a inferior, culpa;
a superior, perdoa;
a inferior, condena.
Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!

Chico Xavier

PENSAMENTO DO DIA


Tomara que os nossos enganos mais devastadores não nos roubem o entusiasmo para semear de novo. Que a lembrança dos pés feridos quando, valentes, descalçamos os sentimentos, não nos tire a coragem da confiança. Que sempre que doer muito, os cansaços da gente encontrem um lugar de paz para descansar na varanda mais calma da nossa mente. Que o medo exista, porque ele existe, mas que não tenha tamanho para ceifar o nosso amor."

Ana Jácomo

POR COMPANHIA



Senhor, sabemos que, contigo, jamais conheceremos a solidão...
És o nosso Celeste Companheiro.
Envia-nos, porém, os Teus representantes, os amigos e irmãos que possam permanecer ao nosso lado, comungando os mesmos ideais.
Precisamos de alguém ao alcance do nosso coração - alguém que converse conosco, que nos ouça e que nos entenda...
Alguém que se some a nós e nos incentive a continuarmos lutando.
Mestre, ninguém há que substitua em nosso coração a Tua presença; compreende, porém, a nossa rogativa...
Manda-nos, em Teu nome, alguém que possa ficar em nossa companhia, até que, em definitivo, nos decidamos a estar Contigo onde estiveres!


Livro: Preces e Orações – Médium: Carlos A. Baccelli - Espírito: Irmão José

PACIÊNCIA



No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem.
Ela disse:
Aquele ali é meu filho, o de suéter vermelho deslizando no escorregador.
- Um bonito garoto - respondeu o homem - e completou: - Aquela de vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.
Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha.
- Melissa, o que você acha de irmos?
Mais cinco minutos, pai. Por favor. Só mais cinco minutos!
O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração
Os minutos se passaram, o pai levantou-se e novamente chamou sua filha:
- Hora de irmos, agora?
Mas, outra vez Melissa pediu:
- Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos!
O homem sorriu e disse:
- Está certo!
- O senhor é certamente um pai muito paciente - comentou a mulher ao seu lado.
O homem sorriu e disse:
- O irmão mais velho de Melissa foi morto no ano passado por um motorista bêbado,
quando montava sua bicicleta perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com meu filho e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele.
Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa.
Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta.
Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-lá brincar...
Em tudo na vida estabelecemos prioridades.
Quais são as suas?
Lembre-se: nem tudo o que é importante é prioritário, e nem tudo o que é necessário é indispensável!

Autoria desconhecida

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

PENSAMENTO DO DIA


Dor que não recebeu o abrigo da palavra corre o risco de virar amargura.

Pe. Fábio de Melo

TRIUNFO DA VIDA



O exagerado culto aos mortos é tão pernicioso para os Espíritos, quanto o da personalidade aos vivos. Herança atávica das culturas primitivas, é uma forma de tornar suportável a ausência dos seres amados que a desencarnação arrebatou do convívio físico.
Desde o velório ao embalsamamento, quando tal ocorre, às cerimônias fúnebres e destas ao sepultamento com a agravante da construção de túmulos pomposos e monumentos de arte para os despojos cadavéricos, toda uma engrenagem complicada e inócua para o desencarnado se faz movimentar, mais para agradar aos desejos e caprichos dos que ficaram, que, propriamente, em favor do bem e da paz de quem partiu...

Remanescência do egoísmo que tudo compele para si e para os seus, embora ninguém e coisa alguma, a outrem, realmente, pertença, mistifica-se a realidade da morte com os contributos, as fórmulas e as usanças humanos que nada mais conseguem fazer, além de iludir aqueles que os promovem.

Há quem contraia dívidas e envolva-se em problemas dispensáveis, a fim de dar "sepultamento condigno" aos seus afetos, complicando o próprio futuro, de certo modo, porém, autopromovendo-se e realizando-se, mediante esse mecanismo de transferência.

Não cessam aí as preocupações com os chamados extintos. Elas prosseguem, através das cerimônias religiosas, vazias de conteúdo e ricas de forma; das visitas às tumbas que são sempre adornadas; das homenagens à memória e à personalidade; das evocações laudatórias e dos exagerados comentários sobre as virtudes e os predicados, de quem, possivelmente, não viveu além dos limites dos próprios interesses ou passou desconsiderado por aqueles mesmos que ora o exaltam.
São esses, de certo modo, fenômenos de evasão emocional dos homens, evitando analisar e compreender o inevitável fator biológico da morte orgânica, que temem e detestam.

Neurotizando-se pelo medo da desencarnação ou vitimados pela saudade exagerada dos que se transferiram do corpo, os homens, desarmados espiritualmente para adaptar-se a uma ou outra circunstância, evitam penetrar no conhecimento da vida-além-túmulo, embora, na maioria dos casos, estejam vinculados ao Espiritualismo, numa qualquer das suas várias correntes.

Por esses dramas, o da consciência aturdida e o da ignorância sobre a vida espiritual, respondem o formalismo religioso e a sua ortodoxia, ricos de rituais e cerimônias complexos e esvaziados de esclarecimentos e iluminação das mentes.

É certo que, não se justificando essa forma de culto aos mortos, venha-se a atingir uma conduta de indiferença, que poderá ser confundida com a ingratidão.

A lembrança carinhosa e a saudade nobre emitem ondas de ternura e vibrações de afeto que alcançam os que desencarnaram, sensibilizando-os, tanto quanto a oração intercessória, a ação da beneficência pensando neles os estimulam ao crescimento espiritual ou os despertam para a realidade em que estagiam.

Também amam e sofrem as emoções daqueles de quem se separaram fisicamente, os Espíritos afetuosos. A morte a ninguém liberta dos sentimentos cultivados, proporcionando, quase sempre, recrudescimento deles ou mesmo a liberação das formas do relacionamento emocional. Graças a isso, de acordo com as circunstâncias, prosseguem em convivência psíquica com os familiares e amigos, os desafetos e adversários...

Morrer não significa apagar a consciência, anular a memória, destruir os sentimentos. Assim, morrer, nem sempre é liberar, porquanto se prossegue além da morte conforme se viveu antes, vinculado aos mesmos interesses e impressões, necessidades e anseios. Não são, portanto úteis, aos que desencarnam, os tributos aos seus despojos corporais.

Merece que se tenha em mente, em relação aos desencarnados, a oportuna e clara referência do ser angélico às mulheres que foram visitar Jesus no sepulcro, levando-Lhe unguento e pejadas de saúdades: - "Ele não está aqui!" Logo depois, refletindo toda a Sua grandeza, ei-Lo aparecendo a Maria de Magdala, reafirmando o triunfo da vida sobre a morte, em excelsa imortalidade.

Publicado por Romeu Leonilo Wagner em 25 outubro 2011 às 9:07 em Artigos Espíritas
Fonte:
comunidadeespirita.com.br; por Aristides Spínola.

REFLEXÃO


Estou certo de que estava aqui, como estou agora, mil vezes antes e espero retornar mil vezes... A alma dos homem é como a água, vem do céu e sobe para o céu, para depois voltar a Terra, em um eterno ir e vir".

Goethe

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

DESESPERANÇA



Esta manhã tem a tristeza de um crepúsculo.
Como dói um pesar em cada pensamento!
Ah, que penosa lassidão em cada músculo. . ..
O silêncio é tão largo, é tão longo, é tão lento
Que dá medo... O ar, parado, incomoda, angustia...
Dir-se-ia que anda no ar um mau pressentimento.
Assim deverá ser a natureza um dia,
Quando a vida acabar e, astro apagado,
Rodar sobre si mesma estéril e vazia.
O demônio sutil das nevroses enterra
A sua agulha de aço em meu crânio doído.
Ouço a morte chamar-me e esse apelo me aterra...
Minha respiração se faz como um gemido.
Já não entendo a vida, e se mais a aprofundo,
Mais a descompreendo e não lhe acho sentido.
Por onde alongue o meu olhar de moribundo,
Tudo a meus olhos toma um doloroso aspecto:
E erro assim repelido e estrangeiro no mundo.
Vejo nele a feição fria de um desafeto.
Temo a monotonia e apreendo a mudança.
Sinto que a minha vida é sem fim, sem objeto...
- Ah, como dói viver quando falta a esperança!

Manuel Bandeira

Teresópolis, 1912.

DIA 29 DE OUTUBRO: DIA NACIONAL DO LIVRO


Os livros podem ser divididos em dois grupos: aqueles do momento e aqueles de sempre.

John Ruskin

FILHO


"Filho é um ser que nos foi emprestado para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo ! Ser pai ou mãe é o maior ato de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado. Perder? Como? Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo".

Saramago



PENSAMENTO DO DIA


Ninguém foge às dificuldades e às tristezas. As saídas são a fé, o trabalho e a doação de si.

Maria Luiza

CONVITE AO RECOMEÇO


Se você está frustrado por ter perdido uma parte da sua vida, deixe-me dizer-lhe que ainda é possível fazer alguma coisa para não perder toda ela.
Quero lhe fazer um convite especial: reaja!
Pode não ser fácil fazer isso, passando pelas dificuldades que você talvez esteja enfrentando agora. Mas sempre é preciso dar a si mesmo um voto de confiança e uma nova chance.
Tenho visto pessoas, aos 30 anos de idade, dizerem que já estão velhas demais para começar uma faculdade.
Outras acham que é tarde demais para aprender uma profissão.
Muitos pensam que aos 40 anos já não têm mais chance de conseguir um novo amor.
Observo diariamente pessoas que acham que perderam a época de escrever um livro, de aprender piano, de começar um curso ou um novo empreendimento.
Enfim, pessoas que desistiram de se lançar a um novo desafio, por achar que já não são capazes de reacender seus sonhos e encarar os obstáculos naturais que dão sabor à vida.
Talvez você seja aquele jovem que abandonou os estudos para viver na farra.
Ou alguém que abriu mão da carreira porque precisou cuidar dos pais doentes.
Quem sabe ainda é uma daquelas pessoas que quase perderam a vida com as drogas, ou que desperdiçaram o tempo de amar porque trabalhavam como loucas.
Ou, ainda, talvez seja uma daquelas mulheres que deixaram de trabalhar fora para cuidar dos filhos e hoje que eles cresceram se sentem vazias e sem perspectivas no mercado de trabalho e na sua vida.
Pode ser ainda que esteja num casamento falido, sem amor e machucado, atirado aos cantos de sua vida, angustiado e sem saída, esperando apenas o tempo passar e a morte chegar.
Mesmo assim, acalme-se e acredite: ainda é possível voltar a ser feliz.
As pessoas desistem de serem felizes porque acham que já não têm mais tempo e que é muito tarde para voltar a sair em busca de seus objetivos.
Elas têm medo de partir para uma nova vida, mesmo que estejam insatisfeitas com aquela que levam.
Vivem como ratos assustados, acuados a um canto por sombras que imaginam serem de gatos.
Não percebem que apenas um pouco mais de ousadia e vontade de lutar pela felicidade seria suficiente para mudar toda a sua história.
E desistem de seus anseios porque já não acreditam mais na realização dos próprios sonhos.
Sim, é muito comum que as pessoas não mudem porque acham que já ficou tarde demais para elas, que o seu tempo de realizar já passou e que perderam a grande chance de suas vidas.
Mas, será que essa opção de desistência da vida é a única verdade que existe para essas pessoas?
Será que elas pensam que é esse o processo natural da vida?
Será que isso é o melhor que elas acham que podem conseguir?
Pois quero dizer-lhe que sempre é tempo de começar (ou de recomeçar) a busca por seus sonhos − antes tarde do que nunca, é claro!
Então, não há razão para se acomodar em um caixão e aguardar que o enterrem, não é mesmo?
Mudar dá trabalho?
Sim… Mas, acredite: sempre vale a pena!
Nunca é tarde demais para retomar os seus sonhos. Essa é a mensagem que você precisa carregar em sua mente, sempre, para candidatar-se a ser feliz novamente.
Respire fundo, levante-se e se coloque novamente em marcha, mesmo que timidamente, de início. Saia em busca daquilo que é verdadeiramente seu.
Mesmo quando tudo parecer errado em sua vida, é preciso lembrar que sempre é tempo de começar de novo.

Um abraço e muita Paz!

Gilberto Cabeggi
do site antestardedoquenunca

.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

LUA ADVERSA



Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.

E roda a melancolia
seu interminável fuso!
Não me encontro com ninguém
(tenho fases como a lua...)
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
o outro desapareceu...

Cecília Meireles

REFLEXÃO


"Tenho aprendido com o tempo que a felicidade vibra na frequência das coisas mais simples. Que o que amacia a vida, acende o riso, convida a alma para brincar, são essas imensas coisas pequeninas bordadas com fios de luz no tecido áspero do cotidiano".

Ana Jácomo

domingo, 23 de outubro de 2011

O CÉTICO E O LÚCIDO



( A comparação entre a vida após a "morte" e a vida após o nascimento é simplesmente maravilhosa! Uma conversa gestacional...com certeza ! ) Nelson Antônio

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. O primeiro pergunta ao outro:
- Você acredita na vida após o nascimento?
- Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.
- Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?
- Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comeremos com a boca.
- Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento está excluída – o cordão umbilical é muito curto.
- Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.
Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento. O parto apenas encerra a vida. E afinal de contas, a vida é nada mais do que a angústia prolongada na escuridão.
- Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.
- Mamãe? Você acredita na mamãe? E onde ela supostamente está?
- Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.
- Eu não acredito! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não existe nenhuma.- Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la cantando, ou sente, como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando para ela…


QUEM NÃO ACREDITA EM VIDA APÓS A MORTE, PODE REFLETIR COM ESTA HISTORINHA. COMECE POR ACREDITAR NA VIDA.

CURSO DE FELICIDADE


La Universidad de Harvard diseñó un curso sobre Felicidad, miles de personas han asistido a él y han logrado cambiar su estado de ánimo, Sigue algunos tips de este curso, para que tu también aprendas técnicas sencillas y muy efectivas para sentirte FELIZ, te aseguro que tendrás días más positivos y llenos de bendiciones.
TIP 1
Practica algún ejercicio: (caminar, ir al gym, yoga, natación, etc.). Los expertos aseguran que hacer ejercicio es igual de bueno que tomar un antidepresivo para mejorar el ánimo, 30 minutos de ejercicio es el mejor antídoto contra la tristeza y el estrés.
TIP 2
Desayuna: algunas personas se saltan el desayuno porque no tienen tiempo o porque no quieren engordar. Estudios demuestran que desayunar te ayuda a tener energía, pensar y desempeñar exitosamente tus actividades.
TIP 3
Agradece a la vida todo lo bueno que tienes: Escribe en un papel 10 cosas que tienes en tu vida que te dan felicidad, y trata de hacerlas más a menudo. Cuando hacemos una lista de gratitud nos obligamos a enfocarnos en cosas buenas.
TIP 4
Sé asertivo: pide lo que quieras y dí lo que piensas. Está demostrado que ser asertivo ayuda a mejorar tu autoestima. Ser dejado y aguantar en silencio todo lo que te digan y hagan, genera tristeza y desesperanza.
TIP 5
Gasta tu dinero en EXPERIENCIAS no en cosas: Un estudio descubrió que el 75% de las personas se sentían más felices cuando invertían su dinero en viajes, cursos y clases; mientras que sólo el 34% dijo sentirse más feliz cuando compraba cosas.
TIP 6
Enfrenta tus retos: No dejes para mañana lo que puedes hacer hoy. Estudios demuestran que cuanto más postergas algo que sabes que tienes que hacer, más ansiedad y tensión generas. Escribe pequeñas listas semanales de tareas a cumplir y cúmplelas.
TIP 7
Pega recuerdos bonitos, frases y fotos de tus seres queridos por todos lados. Llena tu refrigerador, tu computadora, tu escritorio, tu cuarto. TU VIDA de recuerdos bonitos.
TIP 8
Siempre saluda y sé amable con otras personas: Más de cien investigaciones afirman que sólo sonreír cambia el estado de ánimo.
TIP 9
Usa zapatos que te queden cómodos: Si te duelen los pies te pones de mal humor, asegura el Dr. Keinth Wapner, Presidente de la Asociación Americana de Ortopedia.
TIP 10
Cuida tu postura: Caminar derecho con los hombros ligeramente hacia atrás y la vista hacia el frente ayuda a mantener un buen estado de ánimo.
TIP 11
Escucha música: Está comprobado que escuchar música te despierta deseos de cantar y bailar, esto te va a alegrar la vida.
TIP 12
Lo que te comes tiene un impacto importante en tu estado de ánimo.
a) Comer algo ligero cada 3-4 horas mantiene los niveles de glucosa estables, no te brinques comidas.
b) Evita el exceso de harinas blancas y el azúcar.
c) COME DE TODO !
d) Varía tus alimentos
TIP 13
Siéntete Guapo/a
El 41% de la gente dice que se sienten más felices cuando piensan que se ven bien. !Arréglate y ponte guapo/a!

PENSAMENTO DO DIA


Não desista de seus sonhos! Obstáculos são desafios a serem vencidos. Às vezes temos o tempo de "gravidez", é um tempo de solidão e espera, e só depois vem o tempo de "parir".

Maria Luiza

sábado, 22 de outubro de 2011

ESPIRITUALIDADE E CONSCIÊNCIA


Espiritualidade é um estado de consciência; não é doutrina, não!
É o que se leva dentro do coração.
É o discernimento em ação!
É o amor em profusão.
É a luz nas idéias e equilíbrio na senda.
É o valor consciente da alegria na jornada.
É a valorização da vida e de todos os aprendizados.
É mais do que só viver; é sentir a vida que pulsa em todas as coisas.
É respeitar a si mesmo, para respeitar o próximo e a Natureza.
É ter a plena noção de que nada acaba na morte do corpo, pois a alma segue além, algures, na eternidade... É saber disso - com certeza -, e não apenas crer nisso.
É viver isso - com clareza -, sem fraquejar na senda.
É ser um presente, para si mesmo, para os outros e para a própria vida.
Espiritualidade é brilho nos olhos e luz nas mãos.
E isso não depende dessa ou daquela doutrina;
depende apenas do próprio despertar espiritual;
depende do discernimento de se unir aos sentimentos legais,
no equilíbrio das próprias energias, nos atos da vida.
Ah, espiritualidade é qualidade perene; não se perde nem se ganha; apenas é!
É valor interno, que descerra o olhar para o infinito...
Para além dos sentidos convencionais.
É janela espiritual que se abre, dentro de si mesmo, para ver a luz que está em tudo!
Espiritualidade é essa maravilha: o encontro consigo mesmo, em paz.
Espiritualidade é ser feliz, mesmo que ninguém entenda por quê.
É quando você se alegra, só pelo fato de estar vivo!
É quando o seu chacra do coração se abre igual a uma rosa, e você se sente possuído por um amor
que não é condicionado a coisa alguma, mas que ama tudo.
É quando você nem sabe explicar porque ama; só sabe que ama.
Espiritualidade não depende de estar na Terra ou no Espaço;
de estar solteiro ou casado;
de pertencer a esse ou aquele lugar;
ou de crer nisso ou naquilo.
É valor de consciência, alcançado por esforço próprio e faz o viver se tornar sadio.
Espiritualidade é apenas isso: Ser feliz!
Ou, como ensinavam os sábios celtas de outrora: Ser um ser presente!

Texto de: Wagner Borges.

SEM REMÉDIO



Aqueles que me têm muito amor
Não sabem o que sinto e o que sou...
Não sabem que passou, um dia, a Dor
À minha porta e, nesse dia, entrou.

E é desde então que eu sinto este pavor,
Este frio que anda em mim, e que gelou
O que de bom me deu Nosso Senhor!
Se eu nem sei por onde ando e onde vou!!

Sinto os passos de Dor, essa cadência
Que é já tortura infinda, que é demência!
Que é já vontade doida de gritar!

E é sempre a mesma mágoa, o mesmo tédio,
A mesma angústia funda, sem remédio,
Andando atrás de mim, sem me largar!

Florbela Espanca

EU NÃO ME FIZ...



Eu não me fiz poeta.
Eu não me acho poeta.
Mesmo porque
eu não sei qual a diferença.
O que é ser poeta?
Lunático, romântico, sonhador,
tecedor de palavras,
atirador de versos
guerrilheiro de idéias
ou alguém que sabe
manipular as palavras em versos?

Eu, que sempre fui como sou
não sei dizer o inverso.
Sempre amei, comi, bebi, sofri,
andei por lugares desconhecidos
sem para-quedas
sem guarda chuvas *
(Jorge Luiz Borges não fez nada disso).
Sempre procurei saciar
todas as minhas sedes.
Agora estou aqui perguntando-me:
Isto é ser poeta?

A.J. Cardiais

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

FASES DO VAZIO



Às vezes as mudanças que surgem são tão grandes que nos deixam desorientados e alarmados. Um ente querido que se vai subitamente.
Uma carreira que termina de repente. Uma ligação de um amor profundo que se rompe. Esta é frequentemente a lição de Urano, cortando-nos abruptamente do velho e nos liberando para o novo.
Ou a lição de Plutão, que nos despoja de tudo quanto é entulho.
Entre o velho e o novo, entretanto, está o vazio. E no vazio podemos sentir uma profunda tristeza.
A tristeza é a primeira fase do vazio. A fase na qual lamentamos o que está perdido. É um momento doloroso. Mas é também um período de limpeza, pois cada experiência de tristeza, quando plenamente compreendida, nos permite fazer uma limpeza profunda de toda a velha dor. Pois em cada episódio de profunda tristeza, o coração, quebrado, se abre, e a partir desta abertura, a energia das velhas feridas pode ser liberada.
Antigas dores de vidas passadas, da infância, os desapontamentos da vida atual, tudo o que esteve energeticamente trancado no coração,pode ser sentido e, eventualmente, liberado.
Lágrimas, como a água, nos limpam e nos ajudam a manter o nosso coração aberto. As lágrimas contidas criam um endurecimento e uma obstrução no coração, o que nos paralisa e nos impede o estado de amor que procuramos para dar e receber. Este é um momento sagrado e tem o seu propósito de cura.
A segunda fase do vazio é o que acontece quando a tristeza está quase esgotada. A dor começa a diminuir e nós aceitamos o que é. É quando surge um vislumbre da nova vida, novos sonhos começam a se formar,como novos brotos germinam na primavera. Esta fase do vazio é uma fase de potencial, uma fase onde começamos a decidir para onde apontarmos a seta, a fim de criarmos o novo capítulo em nossas vidas.
Não importa quão profunda seja a perda, há sempre um novo capítulo,um novo início esperando.
O vazio é o momento no qual nós começamos a definir a intenção da nova jornada à frente. Ao olharmos o que já terminou, podemos ver que, talvez, partes disto não fossem um verdadeiro reflexo de quem nós somos e podemos partir para criarmos algo que melhor combine com a nossa atual expressão. Se uma carreira termina, geralmente é porque nós a superamos. Se um relacionamento termina, geralmente é porque chegou a um ponto em que teríamos que nos afastar desta pessoa,
se quiséssemos evoluir. Até no caso de entes queridos que se despedem,as Almas geralmente partem pelo acordo da Alma, quando os contratos que tínhamos com eles, expiraram. Assim, até nestas situações podemos ver que frequentemente os entes queridos nos deixam porque eles completaram o que eles vieram fazer, e também para que possamos ser liberados para avançarmos para novos territórios. Tão sem sentido quanto alguns de nossos términos possam parecer, raramente eles são aleatórios e quase sempre acontecem de modo que possamos ser liberados nas partes da jornada que não podemos seguir juntos, pelo menos nesta expressão do plano da Terra em particular.
Assim, em algum ponto, enquanto as lágrimas secam, é natural começarmos a aceitar a jornada à frente, de modo que possamos seguir em direção às novas experiências que nos acenam.
Se não tivermos certeza para onde ir, se os ventos da mudança estão soprando, mas o destino ainda não está claro, um modo de avançarmos é pedirmos que o próximo nível do nosso projeto comece a ser ativado para que a nossa Alma ajude a atrair para nós todas as pessoas, situações, oportunidades e experiências que precisamos, a fim de realizarmos o próximo nível do desdobramento da nossa Alma para esta existência, no tempo divino e perfeito.
Em breve, os novos passos a tomar se tornarão mais claros e novos caminhos se abrirão para trilharmos.
Observe a sincronicidade e as portas que logo se abrem repentinamente depois que fazemos esta solicitação e notem aquelas que se fecham abruptamente. Lembre-se sempre de almejar as qualidades que você quer criar em sua vida (paz, amor, tranqüilidade, diversão, emoção) e menos as espécies (um carro, uma casa, uma viagem), pois as qualidades lhes trarão as formas através das quais eles possam ser canalizados, além do que as espécies podem vir até você vazias das energias que você busca.
Assim, peça as qualidades e veja o que se apresenta. Peça, por exemplo, uma carreira que seja um canal da expressão da sua alma e o faça sentir grandioso, ao invés de um emprego com um determinado salário e horário. Peça um relacionamento que o ilumine,
inunde-o com o amor, a conexão e a felicidade da Alma, e não com um companheiro que preencha uma lista de coisas exteriores.
E deixe o universo escolher os detalhes. O Universo é muito mais criativo do que nós e geralmente nos surpreende com mais do que pedimos, pois a nossa habilidade para criar é limitada pelo nosso atual nível de imaginação, que está sempre baseado em nosso passado.
Confie que tudo em sua vida está acontecendo perfeitamente,ainda que não possa entender completamente por que as coisas tinham que mudar, confie que um dia você compreenderá. Há muita pouca aleatoriedade em nossas vidas. Nós criamos as nossas próprias realidades sim, mas os golpes abruptos em nossas vidas são determinados pelos contratos de Alma. “NOSSOS” contratos de Alma.
Somos nós que estamos ainda criando, mas a partir de um nível mais elevado de ser, que devido ao véu que temos neste plano, permanece em grande parte inconsciente e que frequentemente parece uma guinada externa do destino. Mas é sempre a nossa Alma, decidindo que é o momento de avançarmos, para que experiências novas e mais plenas possam ser trazidas.
Lembre-se de que o objetivo da Alma é continuar a expandir quem nós somos, assim podemos nos tornar maiores, mais ousados, mais brilhantes em nossa luz e amor, e em nossa habilidade de canalizarmos a plena expressão da nossa Alma, através do veículo físico.
Assim, aceite o vazio como a oportunidade de expandi-lo e de trazer a expansão a sua vida, para conter mais da sua verdadeira essência.
Viaje totalmente no vazio, sabendo que, eventualmente, você aterrissará em uma nova praia. E invoque o brilhante amanhã que o aguarda, para que possa receber a sua próxima aventura no ser.
Aguarde com expectativa a nova vida por vir.

KATIE GALLANTI

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

ORAÇÃO


Querido Deus, eu agradeço por este dia, eu agradeço por ser capaz de ver e ouvir esta manhã, eu sou abençoado porque o Senhor é o Deus do perdão e da compaixão, o Senhor tem feito muito por mim e continua me abençoando.
Perdoe-me neste dia por tudo que eu tenha feito, dito ou pensado que não era agradecimento ao Senhor .
Eu peço agora por Seu perdão!
Por favor,mantenha-me a salvo dos perigos e tormentas.
Ajude-me a começar este dia com uma nova atitude de gratidão plena.
Deixe-me fazer o melhor a cada e todo dia para limpar a minha mente para poder Ouví-lo.
Por favor, que minha mente possa aceitar todas as coisas que vierem de Ti.
Não me deixe lamentar e queixar sobre as coisas as quais não tenho controle.
E esta é a melhor resposta quando eu estiver além do meu limite.
Eu sei que eu posso Orar. O Senhor escuta o meu coração.
Continue a me usar para fazer a Sua obra.
Continue a me abençoar para que eu possa ser uma benção para os outros.
Mantenha-me forte para que eu possa ajudar os necessitados...
Mantenha-me de pé para que eu possa ter palavras de encorajamento para os outros.
Eu Oro para todos aqueles que perderam e não conseguem encontrar o Seu caminho.
Eu Oro para todos aqueles que são oprimidos e mal compreendidos.
Eu Oro por todos aqueles que não Te conhecem intimamente.
Eu oro por aqueles que não acreditam.
Mas eu agradeço ao Senhor porque eu acredito que Deus muda as pessoas e as coisas.
Eu oro por minhas irmãs e irmãos. pelas famílias e seus lares.
Eu oro pela paz, amor e alegria em suas casas.
Que eles quitem seus débitos e tenham todo alimento de que necessitam.
Eu oro para que todos os olhos que leiam esta oração não saibam o que é problema, circunstância ou situação maior que Deus.
Senhor toda batalha está em Tuas mãos para lutar conosco.
Eu oro para que estas palavras possam ser recebidas no coração de cada um que a leia.
Deus eu Te amo e preciso de Ti Senhor. Senhor, Venha para o meu coração, por favor. EM NOME DE SEU FILHO JESUS,
AMÉM.

Autoria desconhecida

terça-feira, 18 de outubro de 2011

PASSAGEIROS DA VIDA


Viajando céleres pelo trem da Vida,
Somos passageiros sem estação.
Uns desembarcam nas primeiras descidas,
Outros afortunados mais longe vão .

Crescendo, já moços,criamos família:
Passamos de filhos a pais e avós ,
Enquanto vemos os nossos em partida
Até que um dia nos levam à urna, frios e sós!

E então me pergunto: de que vale o viver
Se tudo é mera ilusão, percurso em desatino,
Passageiros de uma aventura sem destino?

Responde-me o coração, de paixão enternecido:
- Vale-se viver para de amor se morrer sorrindo...
Mas , reflito: - viver é a desventura de nada ser!

Nelson Antônio Corrêa


GAMDHI


Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores
que destroem os seres humanos. Ele respondeu:

A Política, sem princípios; o Prazer, sem compromisso;
a Riqueza, sem trabalho; a Sabedoria, sem caráter;
os negócios, sem moral; a Ciência, sem humanidade;
a Oração, sem caridade.
A vida me ensinou que as pessoas são amigáveis​​,
se eu sou amável, que as pessoas são tristes, se estou triste,
que todos me querem, se eu os quero, que todos são ruins,
se eu os odeio, que há rostos sorridentes, se eu lhes sorrio,
que há faces amargas, se eu sou amargo, que o mundo está feliz,
se eu estou feliz, que as pessoas ficam com raiva quando
eu estou com raiva, que as pessoas são gratas, se eu sou grato.
A vida é como um espelho: se você sorri para o espelho,
ele sorri de volta. A atitude que eu tome perante a vida
é a mesma que a vida vai tomar perante mim.

"Quem quer ser amado, ame."


PENSAMENTO DO DIA


'Porque eu sou do tamanho do que vejo e não do tamanho da minha altura...'

Fernando Pessoa

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

ORAÇÃO



Dá-me a alegria
Do poema de cada dia.
E que ao longo do caminho
Às almas eu distribua
Minha porção de poesia
Sem que ela diminua...
Poesia tanta e tão minha
Que por uma eucaristia
Poesia eu fazê-la sua
"Eis minha carne e meu sangue!"
A minha carne e meu sangue
Em toda a ardente impureza
Deste humano coração...
Mas, ó Coração Divino,
Deixai-me dar de meu vinho,
Deixai-me dar de meu pão!
Que mal faz uma canção?
Basta que tenha beleza...


Mario Quintana

INTUIÇÃO - A CANÇÃO DO CORAÇÃO



Apenas quando nos silenciamos, quando nos abstemos dos pensamentos, podemos ouvir a canção do Coração. Ritmo e Harmonia juntos criam sons decodificados como respostas esclarecedoras para as nossas dúvidas...

O Coração, morada do Amor Infinito, está em ressonância constante com a Verdade Maior e, portanto as suas respostas são sempre sábias. Mas ele, o Coração, não consegue trabalhar sozinho, ele precisa da ajuda da nossa mente para que a sua canção se transforme em "CONSCIÊNCIA".

O nosso Coração representa o feminino, a Mãe, e a nossa mente representa o masculino, o Pai. O Amor Mãe, a Vontade Pai. É preciso o encontro dos dois para que nasça o filho, o Cristo. O Cristo é O Ser Supremo nato em nós que precisa surgir para a vida e cumprir a sua missão que é SERVIR.

Para escutarmos a canção do Coração, a Fonte Suprema de Sabedoria, precisamos criar uma ponte entre a mente e o Coração para que eles possam trabalhar juntos. Isso é feito através da prática constante da meditação. Ao meditarmos educamos a nossa mente para que ela fique sempre sob controle e nos ajude a decifrar o que o nosso Coração tem a nos dizer.

Precisamos aprender a ouvir o som do Coração nos sentando em silêncio, nos desapegando dos pensamentos e deixando-os fluir. Assim nos tornamos receptivos às vibrações mais elevadas que além de nos nutrir, desbloqueiam os nossos ouvidos astrais e abrem os olhos da nossa alma para que possamos compreender o que a vida tem para nos ensinar. A prática da meditação fortalece a mente não deixando que ela se disperse em atividades como o pensamento repetitivo.

Todos os dias recebemos sinais do Cosmos que nos mostram a direção que devemos seguir. Quando aprendemos a ouvir a voz do Coração, isto é, quando estamos conectados, com a mente serena e atenta, podemos perceber esses sinais, ouvir a nossa intuição, ficando mais fácil discernir e tomar a atitude mais acertada.

É verdade que precisamos também do conhecimento intelectual, isto realmente é importante, mas isso não adianta nada se não houver uma interligação com o coração. É preciso aliar o conhecimento com a intuição para termos discernimento, senão ficaremos sempre na dúvida do que fazer e o medo estará sempre nos impedindo de prosseguir adiante. O conhecimento é necessário, mas é o Coração que deve dar a palavra final.

Precisamos aprender a nos entregar ao Fluir Universal da Vida e perder a mania de querer estar sempre no controle de tudo... É preciso acreditar que a Grande Consciência Cósmica já faz isso por nós... É preciso render-se... Dar um salto no vazio, acreditando plenamente no Plano Divino. É a união da mente com o Coração que nos dá a coragem e a certeza dessa Verdade.

A prática constante da meditação liberta a nossa mente dos grilhões do medo, das crenças e da ignorância de nós mesmos, nos revelando a nossa identidade divina. O silêncio faz despertar a Luz que existe dentro de cada um de nós, conectando-nos com as Forças Evolutivas, para que possamos ouvir o som do Coração. À medida que vamos subindo de nível essa conexão vai ficando cada vez mais forte e a canção do Coração vai ficando mais clara e harmoniosa. Precisamos acreditar na nossa intuição, fruto da conexão com o Divino.

A Sabedoria Infinita do Cosmos é nata em nós e está apenas adormecida aguardando ser desperta por nós mesmos através do silêncio, da vontade e da entrega ao ABSOLUTO. Essa Sabedoria se manifesta através do som do Coração como a canção de AMOR mais suave e melodiosa que existe.

Namastê,

Marta Magalhães - marian.luar@ig.com.br
fonte : STUM - Somos Todos Um

PENSAMENTO DO DIA


"Se tens um coração de ferro, bom proveito. O meu fizeram-no de carne e sangra todo dia".

José Saramago

CANÇÃO DO AMOR PERDIDO



Quando me olhaste pela última vez
Com amor, ternura e preocupação,
Mal sabia que te perdia
Pelas artimanhas tristes do destino...

Como em minha terra,
Onde os rios correm entre cascatas e remansos,
As lágrimas rolam hoje por minha face
Na solidão doída do meu quarto.

Ah, amor, que triste sina esta minha
De tanto sentimento no coração
E ter que viver sozinha
Nessa terra de desterro e provação...

A chuva chega mansa no sertão
Fazendo tudo reflorescer
Renascendo a vida em primavera
E tocando minh’alma com beleza e gratidão.

Mas, mesmo na minha alegria
Existe uma sombra de tristeza,
Que acompanha todos os meus dias...

É a saudade eterna de ti,
De teus carinhos, tua presença e teu abraço,
De tuas palavras cheias de beleza e poesia
Sussurradas no silêncio do quarto...

Por que amor e dor têm que rimar
Sempre em histórias de grandes paixões?
Quisera tanto só cantar a alegria!
Mas, no momento de libertar as emoções,
Sempre há de escapar um tom de melancolia...

Maria Luiza

sábado, 15 de outubro de 2011

ME GUSTA CUANDO CALLAS...


Me gustas cuando callas porque estás como ausente,
y me oyes desde lejos, y mi voz no te toca.
Parece que los ,ojos se te hubieran volado
y parece que un beso te cerrara la boca.

Como todas las cosas están llenas de mi alma,
emerges de las cosas llena del alma mía.
Mariposa de sueño, te pareces a mi alma,
y te pareces a la palabra melancolía.

Me gustas cuando callas y estás como distante.
Y estás como quejándote, mariposa en arrullo.
Y me oyes desde lejos, y mi voz no te alcanza.
Déjame que me calle con el silencio tuyo.

Déjame que te hable también con tu silencio
claro como una lámpara, simple como un anillo.
Eres como la noche, callada y constelada.
Tu silencio es de estrella, tan lejano y sencillo.


Me gustas cuando callas porque estás como ausente.
Distante y dolorosa como si hubieras muerto.
Una palabra entonces, una sonrisa bastan.
Y estoy alegre, alegre de que no sea cierto.

PABLO NERUDA

NÓS NOS AMAREMOS...


Nós nos amaremos docemente,
Nesta luz, neste encanto, neste medo:
Nós nos amaremos livremente
No dia marcado pelos deuses.
Nós nos amaremos com verdade
Porque estas almas já se conheciam:
nós nos amaremos para sempre
Além da concreta realidade.
Nós nos amaremos lindamente,
nós nos amaremos como poucos.
no teu tempo.


Lya Luft

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

REFLEXÃO


“A doação do ser, a iluminação da verdade e o alívio do sofrimento são os caminhos mais nobres para a consciência mais elevada.”


Mestre Ophelius, 2009

PENSAMENTO DO DIA


A felicidade é uma borboleta que, quando você persegue, sempre está mais longe de seu alcance. Mas que, se você se senta e fica quieto uns momentos, pode ser que pouse em seu ombro.

Nathaniel Hawthorne

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

COMO FAZER PARA MELHORAR A PROSPERIDADE FINANCEIRA?



A prosperidade financeira depende de uma série de fatores interiores do ser humano. Vai muito além do aprendizado técnico, ou de uma formação educacional como uma faculdade ou pós-graduação. Todos nós conhecemos pessoas muito preparadas intelectualmente que estão sempre em dificuldades ou vivendo uma vida bem limitada, e outras que não têm tanta formação, mas que têm uma vida abundante. A maioria joga todas as fichas no aprendizado intelectual. E quando não conseguem ser bem sucedidos, acham que é falta de sorte ou que são incompetentes.
Falo também por experiencia própria, pois passei sete anos atolado em uma difícil situação financeira. Eu não conseguia entender o porquê. Me esforçava, fazia o melhor que podia, mas as coisas não melhoravam. Até que o sofrimento me levou a a buscar mais profundamente as razões que levam algumas pessoas a prosperar e outras a ter uma vida escassa.
É preciso um aprendizado mais profundo que leve ao autoconhecimento e a resolução de conflitos emocionais, crenças e diversos bloqueios.
Para trabalharmos especificamente a parte financeira/profissional é necessário:

- Descobrir crenças negativas que guardamos com relação ao dinheiro (dinheiro é sujo, não preciso de dinheiro, dinheiro traz desgraça, é perigoso, atrai falsos amigos, causa brigas, é o mal do mundo, não há o suficiente para todos, e etc...)

- Investigar e descobrir crenças negativas que guardamos com relação às pessoas prósperas (são ganaciosos, exploradores, são os responsáveis pela pobreza, são arrogantes, são infelizes e etc...)

- Descobrir crenças de auto-estima que acabam nos sabotando (eu não mereço, pra mim tudo dá errado, sou azarado, não tenho competência, eu sou burro, nunca vou conseguir, não é pra mim, e etc...)

- Descobrir sentimentos guardados, eventos do passado que baixaram nossa auto-estima (críticas sofridas, rejeições, mágoas, abandono, fracassos nos negócios e relacionamentos, falta de apoio dos pais, abusos sofridos - sexual e violencia e etc...)

- Identificar ligações de sofrimento com a família que sabotam nosso crescimento (medo de prosperar mais que a família, medo que fiquem com inveja, medo de ser excluído, culpa em ter mais sucesso e etc...)

E mais... Investigar e descobrir essa negatividade é o primeiro passo. O segundo e fundamental passo, é curar, dissolver esse conteúdo. Se apenas descobrirmos e nada fizermos para limpar a negatividade, provavelmente não haverá qualquer mudança. É aí onde uma técnica como a *EFT (técnica para auto-limpeza emocional, veja como receber um manual gratuito no final do artigo) nos ajuda de forma profunda.
Como podemos ver, o tema é vasto. E cada ser humano guarda um histórico diferente de crenças, pensamentos e sentimentos negativos que foram adquiridos ao longo da vida pelas suas experiências próprias, e pelo que ouviu da família, religião e sociedade em geral. É isso que vemos na prática nos cursos de EFT na área da prosperidade: como descobrir a negatividade e limpar.
Boa parte das pessoas confunde a prática da EFT com a prática de afirmações positivas e exercícios de lei da atração. Cada técnica tem seu lugar e vai por um caminho diferente para nos ajudar a melhorar.
No caso da EFT, ela é um poderoso "apagador" de pensamentos, sentimentos e crenças negativas. Ela serve para dissolver a negatividade que guardamos, e faz isso a partir do processo de estimular terminais de meridianos de acupuntura enquanto estamos pensando ou verbalizando pensamentos e sentimentos negativos que queremos limpar (conforme ensino no manual disponível no site gratuito).
Ao realizar esse processo, a carga emocional negativa que carregamos diminui e automaticamente nos tornamos mais positivos. A auto-sabotagem também fica menor. E assim, passamos a pensar e agir de uma forma mais produtiva que nos levará a mais sucesso em todas as áreas, inclusive, na parte financeira.
O que ocorre muitas vezes, é que as pessoas tentam usar processos para atrair mais prosperidade e não se dão conta da enorme negatividade que guardam dentro de si. Os exercícios de lei da atração funcionam, entretanto, a negatividade que guardamos também exerce um forte poder de atração e de influência nas nossas ações e pensamentos. Assim, praticamos exercícios que nos levam a uma direção positiva, mas inconscientemente, tudo que guardamos de negativo nos puxa para baixo. Vira um cabo de guerra. E é por isso que um grande número de pessoas não consegue resultados e acaba se frustrando e achando que a lei da atração não funciona, ou que só funciona para alguns.
Na verdade, as leis que regem a vida funcionam para todos indiscriminadamente. Mas é preciso ficar claro que é essencial descobrir e dissolver os sentimentos e crenças que guardamos para que possamos ter um resultado mais rápido e profundo.
A prosperidade não acontece por acaso. Com a experiência em atender e ensinar EFT para os mais variados tipos de pessoas, começamos a ver com uma enorme clareza, a relação direta entre os bloqueios emocionais (crenças, pensamentos e sentimentos negativos, em outras palavras) e a vida financeira das pessoas. E ao tratamos limparmos esses bloqueios, observamos mudanças importantes nas suas vidas.
O mais interessante é que os benefícios vão muito além da parte financeira. Melhora-se a auto-estima, relacionamentos e até a saúde física. Qualquer tipo de dificuldade que temos na vida, é um sinalizador de que devemos buscar autoconhecimento. Tem algo dentro de nós que precisa ser mudado. Mas o que vemos com um grande número de pessoas é que elas acham que questão de sorte ou azar. Muitos sentem-se vítimas da vida e olham para os bem-sucedidos como se eles fossem apenas mais agraciados aleatoriamente pela vida. Elas acham que o fracasso nos negócios ou na profissão se deve ao governo, ao sócio, ao mercado...
Quando resolvemos ir fundo em nós mesmos, percebemos que existe apenas um fator responsável pelas nossas dificuldades: a negatividade consciente ou inconsciente que carregamos. Por isso, recomendo a todos que aprendam a EFT e limpem profundamente todo o lixo emocional guardado.

por Andre Lima - andrelimareiki@gmail.com site STUM


André Lima - EFT Practitioner.
*EFT - Emotional Freedom Techniques - É a auto-acupuntura emocional sem agulhas. Ensina a desbloquear a energia estagnada nos meridianos, de forma fácil, rápida e extremamente eficaz, proporcionando a cura para questões físicas emocionais. Você mesmo pode se auto-aplicar o método. Para receber manual gratuito da técnica e já começar a se beneficiar, acesse: http://www.eftbr.com.br/manual-gratuito.asp e baixe o seu manual.

PENSAMENTO DO DIA


Os espinhos que surgirem no percurso de seu trajeto, retire-os um a um, sem desviar seus olhos do alvo. Siga. Embora a ninguém seja revelado o que contém o porvir, prepare-se. O pódio é para aqueles que trabalham e acreditam.

Inácio Dantas

DIANTE DA TRANSITORIEDADE



Diante da transitoriedade das coisas, ensina-nos, Senhor, a valorizar os bens do espírito.
Que não nos apeguemos com tanta veemência ao que passa e há de sempre passar...
Que não nos detenhamos na forma de tudo que perece para se renovar...
O Tempo é a sábia expressão de Tua vontade.
Sabemos que, a cada minuto, tudo tende a ser como desejas que venha a ser.
A matéria é mero instrumento da Imortalidade.
Apenas a luz que acendermos no íntimo jamais se apagará, quando se nos eclipsarem todas as ilusões.
Que Te busquemos para além das coisas que se movem e desaparecem...
És a única Verdade imutável da Vida!
Tão-somente o Amor com que nos amas subsistirá, quando tudo houver sido consumido pela ação inexorável do Tempo.


Livro: Preces e Orações – Médium: Carlos A. Baccelli - Espírito: Irmão
José

terça-feira, 11 de outubro de 2011

EU AMO GENTE!



Ao referir-se no sermão do monte aos "pobres de espírito", Jesus distingue um grupo social que até ali passara despercebido dos escritores bíblicos: os "Sem-nada"; classe inexpressiva nos quadros sociais daqueles, e destes tempos. (os comentaristas da King James certamente discordam desta visão "social" de Mateus 5: 3)

Ali ao lado do Senhor estavam aqueles que não tinham pão, nem paz, nem com eles se usava de justiça, nem misericórdia; é desse tipo de gente que cuidamos aqui na Missão Vida, o tipo de gente que ninguém quer por perto, nem a Igreja do Senhor se interessa; já fui os dois tipos de gente: fui daqueles que ninguém queria por perto, e depois de uns anos de crente me tornei um dos que não queriam esse tipo de gente atribulada.

Penso que foi por não querer "esse tipo de gente..." por perto, nem no mesmo banco da igreja é que voltei a ser, tristemente aquele tipo de gente que ninguém quer.

Quando quiser descobrir essa gente, dê um giro pelas ruas; tem muita gente ainda acreditando que mendigo nasce ali, que nem erva daninha.

Em Mateus 25: 35, 36 o Senhor Jesus lista duas situações claras: pobres materiais e pobres espirituais; pois fome, sede e nudez neste país nem mesmo o governo ajuda verdadeiramente a resolver, não fossem os “caridosos” e teríamos famintos e sedentos e nus aos montes, mais que já temos, e poucos são os dispostos a socorrer, acolher os pobres de tudo.

O pão, a água fria e a vestimenta são compaixão, um sentimento divino que Ele empresta-nos; agregar a estas coisas as palavras do amor de Deus, vida eterna é obedecer ao IDE integral.

O Senhor, compassivo como só ele pode ser, esteve presente em cada situação de uma mão estendida, pedindo, e outra mão estendida, ajudando.

Se tiver chamado e tempo disponível, voluntarie-se no ministério (ainda pequeno) da Missão Vida: Sopa, Sabão e Salvação, ou se una ao pequeno exército: Madrugada com Deus, da Missão Batista do Pelourinho que assim como na Missão Vida, em Anápolis, amanhece pelas ruas de Salvador, acolhendo e ouvindo e salvando.

Nestes e n’outros ministérios há oportunidades, nunca dantes imaginadas, de aprender quão pouca se gasta de si mesmo pra amar esse tipo de gente! Mas deixe o preconceito em casa, nas ruas tem muito gente desbocada, mal-cheirosa e que não gosta de crente.

Deus te envia a pregar e ser irmão e irmã dos necessitados e aflitos, Deus não te chama pra fazer sala pra fartos e entediados; as ruas estão cheias de gente assim, gente do tipo que se parece com a corça do salmo 42; eis a chance da sua vida, suje as mãos, e o seu bom nome. É o trabalho perfeito pra quem quer perder muitos pontos no ibope da patota gospel; desde que se envolveu com este tipo de gente o pr. Wildo foi alcunhado como o louco de Anápolis.

Mas sabe aquele tipo de olhar de olhar de Deus que persegui por anos sendo “o melhor em tudo”? Pois então! Cê vai dar de cara com o olhar de Deus todas as vezes que olhar nos olhos de um pobre de espírito, pobre de pão, pobre de afeto, pobre de roupas, pobre de amizades, pobre de escola, pobre de comunhão, pobre de Deus.
Missão integral: Há vagas.

(ex-interno do Centro de Recuperação de Mendigos – Missão Vida)

www.mvida.org.br Ajudar faz bem!

ETERNIDADE



Caminhei por lugares desconhecidos,
Em um tempo já esquecido
Fragmentos de minhas lembranças
Em muitas vidas, sempre tua presença!
É um amor que ainda não amadureceu,
Que teima em me perseguir,
Sempre me cobrando
As emoções que nao se realizaram.
Finjo que nada sei,
Finjo que posso seguir sem tua presença
No turbilhão desta vida tão agitada,
Finjindo nao saber o que sei.
Enganando meu coração
Que, de triste, finge acreditar
Mas que sangra
Das feridas que não cicatrizaram.

DULCE CANHETE

COMO DISTINGUIR UM TRANSTORNO MEDIÚNICO DE UM TRANSTORNO PSIAUIÁTRICO



É bastante frequente receber em meu consultório médiuns -são todos aqueles que servem de intermediários entre os espíritos desencarnados e os encarnados- rotulados equivocadamente pela psiquiatria oficial de "esquizofrênicos", "psicóticos", portadores de "transtorno bipolar" (alternância de humor extremada), "síndrome do pânico", "TOC" (Transtorno obsessivo compulsivo), etc..

A grande maioria dos psiquiatras e psicólogos, por considerarem a mediunidade um fenômeno anômalo, patológico, diagnostica os médiuns como portadores de "distúrbios psiquiátricos". Por conta disso, não existe ainda um diagnóstico diferencial entre um distúrbio mediúnico, que é normal, de um distúrbio mental, psiquiátrico, que é patológico, doentio.
Desta forma, nem todos os pacientes que dizem ver e/ou ouvirem vozes de seres espirituais, sofrem de uma desordem mental, psiquiátrica, sendo portadores de um quadro de esquizofrenia.

Nas Faculdades de Medicina e de Psicologia é ensinado que reencarnação não existe, que a vida começa no útero e que espíritos não existem; por isso, quem vê seres espirituais e/ou ouve suas vozes é diagnosticado prontamente como sofrendo de um transtorno mental grave, ou seja, psicose, esquizofrenia.
Como estudante de psicologia, aprendi assim; eu também fui treinado na disciplina de psicopatologia a diagnosticar os pacientes dessa forma, mas sem nunca fazer uma investigação mais ampla e cuidadosa para distinguir se o que eles diziam era real ou imaginário, fruto de suas mentes enfermas.
Não me passava pela cabeça que os pacientes podiam estar falando a verdade, que realmente estavam vendo e/ou ouvindo os espíritos.

Portanto, depois de formado como psicoterapeuta, encaminhava ao psiquiatra os pacientes que considerava "psicóticos" para serem medicados. Porém, quando comecei a trabalhar em 1989 com a regressão de memória, ao me deparar com os relatos de meus pacientes sobre as revivências traumáticas de suas vidas pretéritas e as manifestações de seres espirituais obsessores a quem eles prejudicaram em suas existências passadas, a princípio fiquei desconcertado, não sabendo como lidar com esses pacientes e suas manifestações espirituais.

Após conduzir mais de 9000 sessões de regressão e ter criado minha própria abordagem terapêutica, a TRE e presenciado inúmeras curas de pacientes rotulados por muitos psiquiatras de "esquizofrênicos", "psicóticos", "bipolares", etc., constatei que o paradigma médico e psicológico -ainda hoje ensinado nas Universidades-, está profundamente equivocado, pois não trata o ser humano como um todo (mente, corpo e espírito), adotando, portanto, um critério científico puramente organicista, não levando em consideração a existência da alma, do espírito.
Por isso, a grande maioria dos psiquiatras e psicólogos não toma o cuidado necessário de se fazer um diagnóstico diferencial entre um distúrbio mediúnico e um distúrbio psiquiátrico propriamente dito. Ao contrário, essa possibilidade é até mesmo ridicularizada ou ignorada por muitos profissionais da área de saúde mental, pois não incorporaram ainda em seu raciocínio de diagnóstico a tese da pluralidade da de vidas da alma (a reencarnação), bem como a influência nefasta dos seres espirituais obsessores, desafetos dos pacientes, na origem de seus problemas.

Embora exista uma sutil fronteira para diferenciar um distúrbio mediúnico de um distúrbio psiquiátrico, constatei que os sintomas clínicos mais comuns de uma mediunidade em desarmonia são:
- 1) Sensação de peso, pressão na cabeça, na nuca, nos ombros ou nas costas;
- 2) Insônia, desassossego, pesadelos constantes de estar sendo perseguido;
- 3) Nervosismo acentuado (irritação por motivos banais);
- 4) Calafrios e arrepios constantes no corpo ou partes do corpo (sensação de frio nas mãos e pés);
- 5) Cansaço geral, desvitalização, desânimo;
- 6) Humor instável, alternância de humor extremada; tristeza profunda ou excessiva alegria, sem razão aparente;
- 7) Ver e/ou ouvir seres espirituais, senti-los, principalmente, antes de dormir (estado de pré-sonolência) e/ou ao acordar pela manhã.

Mas desejo ressaltar que o leitor atente para o sábio jargão médico: "Cada caso é um caso"; por isso reafirmo que é importante realizar uma análise mais detalhada e cuidadosa de cada caso para sabermos distinguir um evento mediúnico de um distúrbio mental, psiquiátrico, que somente um terapeuta mais experiente tem condições de fazer. (...)

Dr. Osvaldo Shimoda

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

REFLEXÃO



“O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem... O mais importante e bonito do mundo é isto: que as pessoas não estão sempre iguais – ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam, verdade maior. Viver é um descuido prosseguido.”

(João Guimarães Rosa)

domingo, 9 de outubro de 2011

PENSAMENTO POÉTICO...


"(...) Quando a gente percebe, já é noite e o céu, se está disposto a falar, diz estrelas. Quando a gente percebe, as pétalas já descansam o seu sorriso no colo do chão. Quando a gente percebe, o canto da onda já enterneceu a areia. Muitas dádivas que nos encontram, que nos encantam, têm seu tempo de viço, sua hora de recado, e seu momento de transformação em outro jeito de lindeza. (...)"


Ana Jácomo

OLHAR MALICIOSO DE MULHER


"Aquele desditoso que não conseguir
compreender, a mensagem implícita
no olhar malicioso de uma mulher...
jamais poderá ao menos desvendar,
as maravilhas, que em segredo ela quer"

Valter Montani

BENEDICITE


Bendito o que na terra o fogo fez, e o teto
E o que uniu à charrua o boi paciente e amigo;
E o que encontrou a enxada; e o que do chão abjeto,
Fez aos beijos do sol, o oiro brotar, do trigo;

E o que o ferro forjou; e o piedoso arquiteto
Que ideou, depois do berço e do lar, o jazigo;
E o que os fios urdiu e o que achou o alfabeto;
E o que deu uma esmola ao primeiro mendigo;

E o que soltou ao mar a quilha, e ao vento o pano,
E o que inventou o canto e o que criou a lira,
E o que domou o raio e o que alçou o aeroplano…

Mas bendito entre os mais o que no dó profundo,
Descobriu a Esperança, a divina mentira,
Dando ao homem o dom de suportar o mundo!


Olavo Bilac

OS VERSOS QUE TE FIZ...


Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!

(Florbela Espanca)

MENSAGEM ESPIRITUAL


Vossa concepção de outros planos, é muito limitada. Muitos não sabem o
que realmente é a vida espiritual.

Aqueles que pensam que do "outro lado" é: O apenas dormir, esperando acordar no
final dos tempos, estão distantes da verdade. Felizmente há os que inspirados por
nós transmitem aproximadamente nossa realidade.

Nosso mundo é muito diverso do vosso, principalmente ao que se refere aos
sentimentos. Nós não possuímos o que vos faz sofrer. Entre muito outros, o
sentimento do apenas "eu". Aqui temos a alegria de sermos "nós" e vivemos felizes.
Nossa beleza é suave, tudo que nos rodeia é harmonioso. Vivemos de acordo com as
leis que regem o universo, porque assim o sentimos.

Tudo aqui é belo como o Criador o criou. Nada, nem ninguém, destruíram a beleza
natural. Ela perdura por todo o sempre.
Nós queremos vos ajudar, no entanto, alguns não estão interessados ao que se
refere a parte espiritual e sim, ao material. Muitos de vós, poderiam estar
mais evoluídos. Porém, contaminam-se pelos exclusivamente materialistas, que só
agem em benefício de si próprios. Mas, para nosso contentamento, uma grande parte
da humanidade, em sua consciência já brotou a semente do amor, elevando-se
em direção à perfeição.

Não esmoreçam, evitem tudo que não estiver em harmonia com o Ser Divino,
que cada um possui em seu interior.
Nós procuramos despertar naqueles que ainda não têm consciência da semente
plantada dentro de si, o desejo de progredir, evoluindo para o que Ele, Nosso
Criador, semeou em cada uma de suas criaturas, O Ser Perfeito.

Quando todas as consciências seguirem as leis universais estarão próximos de
alcançar o estágio de unificação, a que todos vão ter a felicidade de sentir em
sua forma mais etérea.

Nada pode impedir-vos de vosso crescimento. O vosso Ser Superior se projetará
em todas as direções quando lhes der abertura.
Vossos olhos se abriram para o universo oculto por vosso descrédito.

Aqui, por intermédio desta comunicação, enviamos nosso carinho para toda
humanidade. Harmonia, paz, luz e o mais sublime Amor Universal, vos transmitimos
para mais esta etapa de vida física.

Todo Cósmos vos envie sua energia, dirigindo-se diretamente à vossa essência, aquela que veio do Senhor de todo Ser Criado: Deus.


Canal: Adelia Otero Duran

DO BLOG ARCO ÍRIS E CENTRO DE CURA CÓSMICA



PENSAMENTO DO DIA


"A maioria pensa com a sensibilidade,
eu sinto com o pensamento.
Para o homem vulgar, sentir é viver
e pensar é saber viver.
Para mim, pensar é viver
e sentir não é mais que
o alimento de pensar."

Fernando Pessoa.

EU POSSO...


Se você acredita que pode, você tem razão. Se você acredita que não pode, você também tem razão". (Henry Ford)

Vivemos em um mundo de ilusões e interpretações que acreditamos serem realidade. Como os personagens de Matrix, jamais vemos as coisas realmente como elas são.
Antes de Henry Ford, criador da indústria automobilística moderna e da linha de produção, todos os fabricantes de carros achavam que não poderiam fabricar veículos baratos em série, que não poderiam ganhar dinheiro assim, que não poderiam fazer suas indústrias crescerem.
Era uma "fantasia", uma crença limitadora na qual todos apostavam.
Ford tinha uma fantasia diferente, uma crença libertadora de que ele poderia vender carros mais baratos, poderia ganhar dinheiro, poderia fazer sua indústria crescer.
E ficou multimilionário por acreditar nisso, e agir para isso dar certo, levando os concorrentes arrogantes à falência e vendendo carros para os próprios funcionários e suas famílias - o que todos diziam ser impossível.
Quando acreditamos em alguma coisa, não importa se tal coisa é real ou não, nos comportamos com base na crença, jamais com base na realidade. Isso acontece porque nosso cérebro procura "provas" para tudo aquilo em que acreditamos, ou somos ensinados a acreditar.
A maioria das vezes são provas circunstanciais e racionalizações sem lastro, mas para nós são provas incontestáveis da realidade e, portanto, não vemos tais coisas como "crença", mas como fatos - embora não o sejam.
Assim, se você acredita que pode fazer algo, ser algo, viver algo, sentir algo, ter algo, sua mente obedecerá e buscará este "algo" sem questionar porque pensará que isso é a realidade.
Mas se você acredita que não pode fazer algo, não pode viver algo, não pode sentir algo ou não pode ter algo, sua mente também obedecerá sem questionar, por entender que essa é a sua realidade, por achar que suas limitações são externas à você.
Claro que você não notará, mas sua mente sabotará qualquer coisa que vá contra aquilo em você acredita.
Acreditar é uma bênção ou um pesadelo.
A maioria das pessoas acredita em "crenças limitadoras".
Acreditam que não podem aprender uma matéria na escola ou uma nova função na empresa (pensam que não são inteligentes, jovens, bonitos, ricos... o bastante), acreditam que não podem encontrar um amor de verdade (pensam que não merecem, não sabem ou não existe tal amor), acreditam que não podem ganhar dinheiro (pensam que dinheiro é algo errado ou que é pecado ter), acreditam que não podem fazer nada para ajudar outras pessoas (pensam que são muito frágeis ou pobres para fazer qualquer mudança no mundo), acreditam que não conseguirão vender mais (acreditam que vender é empurrar algo que alguém não deseja ou não precisa)... e assim por diante.
Pensam que estão analisando a realidade, quando na verdade apenas reagem àquilo em que acreditam.
Então, se acreditamos que podemos fazer algo, a realidade não importa?
Claro que importa.
Acreditar que você pode bater asas não muda as leis da física e você cairá como uma pedra, mas por que aceitar uma crença limitadora quando podemos adotar uma crença libertadora?
É comum escutar: nem sempre o otimismo ajuda, mas o pessimismo sempre atrapalha. Quando temos crenças libertadoras, nosso limite é a realidade.
Quando temos crenças limitadoras, nosso limite é nossa própria crença.
Aleijadinho acreditava que podia esculpir, mesmo sem as mãos.
Beethoven acreditava que podia compor, mesmo surdo.
Cora Coralina acreditava que podia escrever poesias, mesmo sem "ser estudada".
Eles tinham crenças libertadoras.
Você não é aquilo que acredita ser ou que disseram que você é.
Você é muito mais.
Entre duas crenças, escolha sempre aquela que liberta você para ser uma pessoa melhor, mais feliz, mais completa e mais realizada.
Pode até ser que sua crença libertadora não seja real, mas você só saberá disso se testá-la.

“Escolha seus pensamentos e crenças com cuidado, porque você terá que obedecer tais pensamentos e crenças por toda a sua vida”.
Para aquelas que apreciam uma versao religiosa, podemos encontrar o mesmo tema em Mateus.

"Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e , ao que bate, se abre". Mateus 7: 7-8

Desconheço a autoria

________________________________________

STEVE JOBS: EXEMPLO DE VIDA

sábado, 8 de outubro de 2011

PENSAMENTO DO DIA


Veja que os horizontes se abrem na medida em que você avança. Solte-se, pois, e perceba que as direções já não o confundem, mas o integram em si mesmo, sob os olhares enternecedores do Pai Celeste.

José Fogaça

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

REFLEXÃO


Pare de esperar
E sinta o seu Aqui e Agora
Para de falar,
E escute o seu Coração
Pare de Buscar,
E fique feliz com o que Tem
Pare de fazer,
E deixe as coisas acontecerem
Pare de insistir,
E deixe o rio caminhar por si
Pare de duvidar,
E assuma o que você crê
E dê força para si mesmo

(Luiz A.Gasparetto)

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO