BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

domingo, 13 de novembro de 2011

QUALQUER COISA



Minto que te esqueço
Que te largo
No fundo
Só pra ti tenho versos
E noites
Mal dormidas essas noites
Minto que desdigo
Tanto insano amor
Minto não sentir
Que não sintas nada
Ou quase isso
Equivalente
Sinto e faço troça
Desse desajeitado peito
A te guardar preciosa
Abestado peito
Com tanta tonta sonsa fácil e doida pelaí
Foi achegar-se a ti
A mais distante...
Onde a mão não toca
Nem o olho alcança
Minto te esquecer
Só até parir
Um rouco e doido verso fingindo que esqueci...

Alexandre Magno Aquino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO