BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

sábado, 17 de dezembro de 2011

LEMBRANDO O NATAL...




E já vai longe o Natal das rabanadas,
feitas em casa, de pão encomendado.
Dormido.
Mergulhadas em leite com açúcar,
lambuzadas de ovo e cheirando longe.
Servidas bem quentes,
ou no dia seguinte.

E já vai longe o Natal das frutas picadinhas.
Saladas coloridas em potes transparentes.
Das jarras de ponche,
dos vinhos baratos.
E bacalhau desfiado nos dedos.
Transformados em bolinhos,
sorrisos, mesas cheias de vizinhos,
amigos, euforias.

Mais longe ainda o Natal das cozinhas plenas,
de mães atarefadas.
Árvores de ráfia verde-escuro,
que desdobravam, um a um, seus galhos de arame.
E recebiam algodão do ano passado.
A neve dos dias quentes e suados,
na festa calorenta
que sabia esperar.

O Natal
das crianças sonolentas,
das bonecas com cheiro de brinquedo novo,
das roupas bem passadas,
dos presentes escondidos
dos amigos secretos.

O Natal dos afetos.

Ficou-nos o Natal que é janta simples e banal.
Que acende o pisca-pisca das varandas
e que detesta nostalgia
e jingle-bells.

Que esqueceu as cartas,
os sapatos novos,
os trenós.

Que nos deixou a sós.

Que já não faz visita, e nem passa cartão.

Ficou-nos o Natal meio sem graça,
que num instante passa.

E que não tem paixão.


de Therezinha Mello: poeta e contista
(1º lugar no concurso de contos da UBE/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO