BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

sábado, 2 de abril de 2011

ENVELHECER


Eu nunca trocaria meus amigos surpreendentes, minha vida maravilhosa, minha amada família por menos cabelo branco ou uma barriga mais lisa. Enquanto fui envelhecendo, tornei-me mais amável para mim, e menos crítica de mim mesmo. Eu me tornei meu próprio amigo .. Eu não me censuro por comer biscoito extra, ou por não fazer a minha cama, ou para a compra de algo bobo que eu não precisava, como uma escultura de cimento, mas que parece tão “avant garde” no meu pátio. Eu tenho direito de ser desarrumada, de ser extravagante.
Vi muitos amigos queridos deixarem este mundo cedo demais, antes de compreenderem a grande liberdade que vem com o envelhecimento.

Quem vai me censurar se resolvo ficar lendo ou jogar no computador até as quatro horas e dormir até meio-dia? Eu Dançarei ao som daqueles sucessos maravilhosos dos anos 60 &70, e se eu, ao mesmo tempo, desejo de chorar por um amor perdido ... Eu vou.
Vou andar na praia em um maiô excessivamente esticado sobre um corpo decadente, e mergulhar nas ondas com abandono, se eu quiser, apesar dos olhares penalizados dos outros no jet set.

Eles, também, vão envelhecer.
Eu sei que eu sou às vezes esquecida. Mas há mais, alguns coisas na vida que devem ser esquecidas. Eu me recordo das coisas importantes.

Claro, ao longo dos anos meu coração foi quebrado. Como não pode quebrar seu coração quando você perde um ente querido, ou quando uma criança sofre, ou mesmo quando algum amado animal de estimação é atropelado por um carro? Mas corações partidos são os que nos dão força, compreensão e compaixão. Um coração que nunca sofreu é imaculado e estéril e nunca conhecerá a alegria de ser imperfeito.

Eu sou tão abençoada por ter vivido o suficiente para ter meus cabelos grisalhos, e ter os risos da juventude gravados para sempre em sulcos profundos em meu rosto.
Muitos nunca riram, muitos morreram antes de seus cabelos virarem prata.
Conforme você envelhece, é mais fácil ser positivo. Você se preocupa menos com o que os outros pensam. Eu não me questiono mais.
Eu ganhei o direito de estar errado.

Assim, para responder sua pergunta, eu gosto de ser velha. Ele me libertou. Eu gosto da pessoa que me tornei. Eu não vou viver para sempre, mas enquanto eu ainda estou aqui, eu não vou perder tempo lamentando o que poderia ter sido, ou me preocupar com o que será. E eu vou comer sobremesa todos os dias (se me apetecer).

DESCONHEÇO A AUTORIA - FAVOR ME AVISAR QUEM SOUBER DO AUTOR PARA QUE EU DÊ OS CRÉDITOS.

A BRISA ME TRAZ PERFUME



A brisa que passa
e envolve teu rosto,
a brisa que voa
e sorri em teus cabelos
é brisa de muito amor.
Ajuda a iluminar tua beleza,
Mais do que tudo.
Adoro o encanto da brisa
porque faz parte da vida,
é muito da minha alegria.
A brisa que passa
e que te faz carinhos
me dá lindo sentimento de amor,
me dá contentamento
de participar da Natureza.
Porque a brisa te faz mais linda,
dela não tenho ciúmes.
Porque a brisa me traz perfume,
Dela me aproximo,
Aproximando-me de ti.
Realidade do ser feliz,
ajuda-me a viver
ajuda-me a te sentir, minha querida!

Wanderlino Arruda

(Membro da Academia Montesclaresnse de Letras)
(Fundador e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros)
(Membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais)
www.wanderlino.com.br

PENSAMENTO DO DIA


O diabo fica nas esquinas da vida nos mostrando o que não fizemos, ao passo que Deus segura em nossas mãos e nos mostra o que ainda pode ser feito.

Padre Fábio de Melo

A FOGUEIRA DAS VAIDADES


Muitas vezes, depois de ter lutado uma vida pela paz, pelo amor, pela fraternidade, pela justiça, sempre com alma cheia de esperança, sinto-me cansada e desesperançada.
Com o tempo, a gente vai descobrindo que muitos dos que considerava amigos, não o são. Que os colegas, com raríssimas exceções, não são colegas, mas rivais, cada um mergulhado no seu orgulho, na vaidade, isto é, incensando o próprio ego.
Aqueles que a gente considerava verdadeiros cristãos ou de outras religiões, mas profundamente religiosos, só o são na aparência, como os antigos fariseus...
Vá falar de problemas com os "amigos", ou, em uma situação desesperada, pedir-lhes dinheiro emprestado... Mesmo aqueles que você sabe riquíssimos se esquivam com desculpas esfarrapadas.
Pessoas feitas de amor e bondade, confiança no semelhante e esperança de crescimento de todos, é esmagada na "arena do mundo".
Poetas, artistas, filósofos, como os lamento!... Os verdadeiros, os talentosos, na maioria das vezes, morrem na pobreza.
A vida tem me ensinado muito, mas não consigo enquadrar-me neste jogo sujo, do qual jamais vou conhecer as regras. Como despir-me de minha sensibilidade, de minha espiritualidade e de tudo quanto acreditei por toda uma vida?
Percebo que a gente nasce e morre só. Nós nos iludimos quando pensamos que fazemos parte de um grupo, onde exista verdadeira confraternização. Hipocrisia, pura hipocrisia! Todos estão na espreita, tentando ver como tirar vantagens do outro, como aparecer mais do que o outro...
É triste, muito triste, chegar à velhice e descobrir tais verdades! Mas, esta é a triste realidade: o mundo é a "fogueira das vaidades".
Imagino como Jesus e outros grandes mestres devem estar olhando para o planeta Terra com imensa tristeza como eu. Com uma diferença: eles sempre souberam da natureza de "lobo" do homem, já eu não...

Maria Luiza

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO