BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

domingo, 4 de dezembro de 2011

TEMPOS...


Avesso ao calendário traço
no espaço o tempo onde me distraio:
sei do amanhecer que me acorda
do meio dia que me alimenta
da tarde propícia à tormenta
da noite em que me desoriento
revisito o tempo na capa
da magia e me refugio
em mim mesmo
mantenho o som do rádio
e me delicio em estáticas: olhos
fechados
imagino a cena na tela
despegada.

Pedro Du Bois

FENG SHUI INTERIOR



"Na matemática do ABRAÇO:
=quatro abraços por dia dão para sobreviver;
=oito ajudam a nos manter vivos;
=12 fazem a vida prosperar"

Falando nisso, "vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada".

Já ouviu falar em toxinas da casa? Pois são:
- objetos que você não usa,
- roupas que você não gosta ou não usa há mais de um ano,
- coisas feias,
- coisas quebradas, lascadas ou rachadas,
- velhas cartas, bilhetes,
- plantas mortas ou doentes,
- recibos/jornais/revistas, antigos,
- remédios vencidos,
- meias velhas, furadas,
- sapatos estragados...

Ufa, que peso!
Vamos 'destralhar', ou liberar as tralhas da casa...!!!
O 'destralhamento' é a forma mais rápida de transformar a vida e ajudar as outras eventuais terapias.
Com o destralhamento:

- A saúde melhora;
- A criatividade cresce;
- Os relacionamentos se aprimoram...

É comum se sentir cansado, deprimido, desanimado, em um ambiente cheio de entulho,
pois "existem fios invisíveis que nos ligam a tudo aquilo que possuímos".

Outros possíveis efeitos do "acúmulo e da bagunça":
- sentir-se desorganizado; fracassado; limitado; aumento de peso; apegado ao passado...

As tralhas viram sobrecarga;
restringem o fluxo da vida;
nos puxam para baixo;
são dores de cabeça;
poluem o sono".


"Oito horas, para trabalhar;
Oito horas, para descansar;
Oito horas, para se cuidar."

Perguntinhas úteis na hora de destralhar-se:
- Por que estou guardando isso?
- Será que tem a ver comigo hoje?
- O que vou sentir ao liberar isto?

...e vá fazendo pilhas separadas...
- Para doar!
- Para jogar fora!

Para destralhar mais:
- livre-se de barulhos,
- das luzes fortes,
- das cores berrantes,
- dos odores químicos,
- dos revestimentos sintéticos...
e também....
- libere mágoas,
- pare de fumar,
- diminua o uso da carne,
- termine projetos inacabados.

"Acumular nos dá a sensação de permanência, apesar de a vida ser impermanente",
diz a sabedoria oriental.
O Ocidente resiste a essa idéia e, assim, perde contato com o sagrado instante presente.

"as frutas nascem azedas e no pé, vão ficando docinhas com o tempo"..
a gente deveria de ser assim também!
"Destralhar ajuda a adocicar."

Se os sábios concordam, quem sou eu para discordar?

"Dê a quem você ama: asas para voar, raízes para voltar e motivos para ficar !"
*Dalai Lama*

"Que a estrada se abra à sua frente,
Que o vento sopre levemente às suas costas
Que o sol brilhe morno e suave em sua face,
Que a chuva caia de mansinho em seus campos...
E, até que nos encontremos de novo,
Que Deus lhe guarde na palma de Suas mãos".


FAÍSCAS DE SAUDADE


Ainda hoje,
Sorrateiro me abeiro daquela estação,
Só pra abrasado me envisgar,
Em caras lembranças de outrora,
Que teimosas acalentam
Meu caminhar.

Ah! O trem da juventude,
Que chacoalhando sobre trilhos,
Se desloca vagaroso,
Buscando preguiçoso chegar a algum lugar.

Aos solavancos,
Expelia abusadas faíscas de saudade,
Que penetrando as janelas do meu vagão,
Sempre chegavam lá!
Lá, onde se escondem recordações,
Que não quero revelar.

Montes Claros 4-12-2011
Romildo Ernesto de Leitão Mendes

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO