BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

CONTRASTE



Graciosa é a manhã que me desperta em teu abraço.
Teu hálito em meu rosto guarda o aroma
do amor derramado.

O desejo perfilando por entre as ramificações nervosas
Remete ao cérebro a lembrança da saciedade
Vivida por nossos corpos.

O ar desnuda a música criada pelo ritmo
Das palavras excitantes e amorosas
Sussurradas nos ouvidos.

E este conto de vida que dispensa as fadas
Traz suas marcas impressas
em nossos sentidos.

O amor quer eternizar suas delícias
Mas a morte sempre espreita
nas entrelinhas da vida.

A perda faz parte da nossa temporalidade...
Mas a lembrança é divina e pode
Reter em si a eternidade!


Gi Neves, do blog Retalhos do Tempo

MENSAGEM


CONFIE SEMPRE Não percas a tua fé entre as sombras do mundo. Ainda Que Os Teus pés estejam sangrando, segue para a frente, erguendo-a por luz celeste, acima De ti mesmo. Crê e trabalha. Esforça-te no bem e espera Com paciência. Tudo passa e tudo se renova na terra, mas o que vem do céu permanecerá. De todos os infelizes os mais desditosos são os que perderam a confiança Em Deus e em si mesmo, porque o maior infortúnio é sofrer a privação Da fé e prosseguir vivendo. Eleva, pois, o teu olhar e caminha. Luta e serve. Aprende e adianta-te. Brilha a alvorada além da noite. Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te com a aflição ou ameaçando-te com a morte. Não te esqueças, porém, de que amanhã será outro dia.

Chico Xavier

CANÇÃO DA NOITE


Tão breve passou o tempo
ao longo da longa vida,
- brisa voluteando
por serranias de sonhos,
e por campinas de amores.
Chorando horas perdidas
nas contexturas inúteis,
sobre planícies de luz,
dissipando desencontros
no amor que se traduz.
A experiência crescia,
o pensamento alteava-se,
chama intensa... amor... cansaço...
Célere correu o tempo
e a brisa se desmanchando
no corpo pálido ... lasso...

Yvonne Silveira

VESTIDA DE INFINITO


Tenho veias que explodem
Um coração que pulsa forte
Na cabeça apenas versos
As mãos sempre estendidas
Pés cansados, mas cheios de chegada
E no peito Amor...
Em mim escorre esperança
Meus dias são longos, redondos
Meu amanhã descansa na sacada
Atravessando todas as verdades
E caindo ,sempre, no Amor...
Minhas lágrimas não secam
Meus risos despencam das árvores
O silêncio em mim nunca adormece
E os passos que ouço saltitam
Os choros que nascem ecoam
E se transformam em Amor...
Minhas asas não cansam
Permanecem em vOos azuis, azuis
Olhando os seres celestes que descansam
E aguardam o acordar risonho
De uma lua vermelha, enorme,
Alimentada por Amor...
Meu corpo por vezes estremece
Ao viver um doce poema
Transmitindo algo que não explica,
Mas adentra nas minhas entranhas
Que, sozinhas, renascem brancas
E o que leio se transforma
Em amor...
E a tristeza nunca me vence
Diante da arte, perto daquele Todo
Por mais que tente
Qualquer Nunca
Nem esbarra
No meu Sempre...

Amor...

Ka Santos




ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO