BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

sábado, 14 de janeiro de 2012

A ALEGRIA


No fundo de um poço
deitei a Alegria,
dizendo-lhe: “Espera
que volto algum dia,
com louros e rosas,
Amor e Poesia.”
No fundo de um poço
por que a deitaria?
Por que desprezava
sua companhia?
Pensei que no mundo
tudo padecia.
Ai, como o pensava!
E não a queria.
No fundo de um poço
deitei a Alegria.
Chegaram os tristes
por quem eu sofria.
Consigo a levaram
- e de longe o via! -
Nunca perguntaram
a quem pertencia.
Sofrer por sofrer,
somente eu sofria.
Os outros, - apenas
querendo alegria.
À beira do poço
voltarei um dia.
Pousarei meu rosto
na água negra e fria,
em ramos serenos
de Amor e Poesia.
Direi meu segredo,
sem melancolia.

E na água profunda,
sem noite nem dia,
eu mesma serei
minha companhia.
Eu quis outra coisa
que ninguém queria.
Nem tenho saudade
da antiga Alegria.

Cecília Meireles

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO