BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

QUE ME VENHA ESSE HOMEM...


Que me venha esse homem
depois de alguma chuva
que me prenda de tarde
em sua teia de veludo
que me fira com os olhos
e me penetre em tudo.
Que me venha esse homem
de músculos exatos
com um desejo agreste
com um cheiro de mato
que me prenda de noite
em sua rede de braços
que me perca em seus fios
de algas e sargaços.
Que me venha com força
com gosto de desbravar
que me faça de mata
pra percorrer devagar
que me faça de rio
pra se deixar naufragar.
Que me salve esse homem
com sua febre de fogo
que me prenda no espaço
de seu passo mais louco.
Com carinho...

Bruna Lombardi







PENSAMENTO DO DIA


"O coração só para pra depois voltar a bater; A gente só morre pra um dia voltar a nascer; A gente só perde pra saber o valor que é ter; Enfim, o ciclo e os contrários ensinando a viver."

Guilherme Antunes

INVITE


Woudn't you like to know my poetry? Click http://poesiauniversaldalu.blogspot.com. It will be a pleasure to have you there.

Maria Luiza

NOSSO CORPO


(...)Você mora no seu corpo. Pense que as máquinas modernas dão ao homem muitas facilidades.
No entanto, valeriam muito pouco sem o concurso das mãos.
Os aviões podem elevar você às alturas. Contudo, no dia-a-dia, você se equilibra em seus pés.
Os grandes telescópios são maravilhas do mundo, mas não serviriam para nada sem os olhos.
A música é o cântico do Universo, entretanto, passaria despercebida sem os ouvidos.
Enfim, pense que o seu corpo é um engenho Divino que a vida empresta a você, para sua permanência na Terra.
Cuide do seu corpo com serenidade e bom senso. Pense que, embora a ciência consiga tratá-lo, e até mesmo substituir alguns dos seus órgãos, ninguém, na Terra, encontra corpo novo para comprar.



Redação do Momento Espírita, com base em artigo assinado por Heraldo Espozel e no cap. 54, do Livro da esperança, pelo Espírito Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Cec.

Em 19.01.2012.

A VIDA É UMA DÁDIVA



Se considerares que nada, absolutamente nada é teu, se considerares que quando vens à terra não tens nada e quando te vens embora da terra não trazes nada…Se considerares que nada é teu por direito, que tudo o que te chega às mãos é uma oferta que a vida te faz, vais começar a olhar para a vida de outra maneira.

Por exemplo: Se pensas que algo te vai acontecer e esse algo não acontece… Se esperas que algum assunto se encaminhe em determinado sentido e o resultado é diferente do que esperas... Se queres as coisas de uma determinada maneira e as coisas teimam em acontecer de outra… Se achas que uma pessoa vai reagir de uma maneira e ela reage de outra ou querias que ela fizesse uma coisa que não fez...

É claro que ficas desiludido. Não era assim que esperavas que as coisas se desenvolvessem. Mas há aqui uma questão que te quero colocar. Se nada nem ninguém é teu, como podes querer? Como é que pensas que podes manipular as coisas a teu bel-prazer? Porque é que achas que as coisas vão ser da forma que te dá mais jeito?

É a vida, amigo, é a vida quem te dá tudo. Absolutamente tudo. A vida dá-te tudo, desde o ar que respiras até à roupa que vestes, os filhos que tens, os amigos, a tua educação, dinheiro, emprego, relações. Já reparaste na quantidade de coisas e pessoas que a vida já te deu? Porque é que ficas sempre a olhar para o que não tens? Porque querias ter. E querer é ego.

Achas-te no direito de ter um certo número de coisas, mas em nome de quê? Quem tas deu? Quem te disse que eram tuas? Foi o teu ego que te encheu a cabeça com a ilusão de que tens direito a tudo. Faço-te uma proposta. Esquece tudo. Fica a zeros. Considera que não és dono de nada. De absolutamente nada. Tudo é da vida. E agora, devagar, começa a percepcionar todas as coisas que a vida já te deu. Tudo o que tens recebido.

Começa a ver, uma a uma, cada coisa que a vida se disponibilizou a oferecer-te, cada coisa, cada pessoa, cada emoção. E tenta sentir a gratidão por tantas coisas já recebidas. Deixa essa gratidão crescer no teu peito. Deixa que ela invada com a sua frequência excepcional a tua energia. E nunca mais vais ver a vida da mesma maneira.

O LIVRO DA LUZ – Pergunte, O Céu Responde,
de Alexandra Solnado

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO