BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

terça-feira, 11 de setembro de 2012

AUTOESTIMA É A CAUSA DE NOSSA VERGONHA



Todos nós nos colocamos em vários níveis, e estamos constantemente caindo dessas alturas. É da queda que temos vergonha. A auto-estima é a causa de nossa vergonha, de nossa queda. É esta auto-estima que deve ser compreendida, e não a queda. Se não houver o pedestal em que você se coloca, como poderá haver qualquer queda?
Por que você se colocou num pedestal chamado auto-estima, dignidade humana, o ideal e assim por diante?
 Se você pode compreender isto, então não haverá vergonha do passado; ele terá passado completamente. Você será o que você é sem o pedestal. Se o pedestal não está lá, a altura que faz você olhar para baixo ou para cima, então você é o que sempre evitou. É este evitar o que é, o que você é, que gera confusão e antagonismo, vergonha e ressentimento.
 Você não tem que me dizer, ou ao outro, o que você é, mas estar cônscio do que você é, o que quer que seja, agradável ou desagradável: viva com isto sem justificar ou resistir.
Viva com isto sem dar nome; pois o próprio termo é uma condenação ou uma identificação. Viva com isto sem medo, porque o medo impede a comunhão, e sem comunhão você não pode viver com isto.
Estar em comunhão é amar. Sem amor, você não pode varrer o passado; com amor, não há passado.
Ame, e o tempo não existirá.

- Commentaries on Living Series I, Self-Esteem

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO