BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

domingo, 30 de março de 2014

REFLEXÃO


Se olharmos para a escuridão, veremos escuridão; se olharmos para a luz, veremos luz.
É, por isso, que Albert Einstein dizia:
“Somente os imbecis não conseguem maravilhar-se”.

Paulo e Lauro Raful

quinta-feira, 27 de março de 2014

RENASCE AGORA.


Aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus." - Jesus. (JOÃO, 3:3.)
 
A própria Natureza apresenta preciosas lições, nesse particular. Sucedem-se os anos com matemática precisão, mas os dias são sempre novos. Dispondo, assim, de trezentas e sessenta e cinco ocasiões de aprendizado e recomeço, anualmente, quantas oportunidades de renovação moral encontrará a criatura, no abençoado período de uma existência?
 
Conserva do passado o que for bom e justo, belo e nobre, mas não guardes do pretérito os detritos e as sombras, ainda mesmo quando mascarados de encantador revestimento.
 
Faze por ti mesmo, nos domínios da tua iniciativa pela aplicação da fraternidade real, o trabalho que a tua negligência atirará fatalmente sobre os ombros de teus benfeitores e amigos espirituais.
 Cada hora que surge pode ser portadora de reajustamento.
 Se é possível, não deixes para depois os laços de amor e paz que podes criar agora, em substituição às pesadas algemas do desafeto.
 Não é fácil quebrar antigos preceitos do mundo ou desenovelar o coração, a favor daqueles que nos ferem. Entretanto, o melhor antídoto contra os tóxicos da aversão é a nossa boa-vontade, a benefício daqueles que nos odeiam ou que ainda não nos compreendem.
 Enquanto nos demoramos na fortaleza defensiva, o adversário cogita de enriquecer as munições, mas se descemos à praça, desassombrados e serenos, mostrando novas disposições na luta, a ideia de acordo substitui, dentro de nós e em torno de nossos passos, a escura fermentação da guerra.
 Alguém te magoa? Reinicia o esforço da boa compreensão.
 Alguém te não entende? Persevera em demonstrar os intentos mais nobres.
 Deixa-te reviver, cada dia, na corrente cristalina e incessante do bem.
 Não olvides a assertiva do Mestre: - "Aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus."
 Renasce agora em teus propósitos, deliberações e atitudes, trabalhando para superar os obstáculos que te cercam e alcançando a antecipação da vitória sobre ti mesmo, no tempo...
 Mais vale auxiliar, ainda hoje, que ser auxiliado amanhã.
 
Ditado pelo Espírito Emmanuel. Do livro 'Fonte Viva'. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
 
 

PENSAMENTO DO DIA

Tornamo-nos aquilo em que continuamente pensamos.

 Seneca

terça-feira, 25 de março de 2014

PEDAGOGIA DA TRANSGRESSÃO

PEDAGOGIA da TRANSGRESSÃO: LIVRO debate educação

Livro debate atual situação educacional do Brasil

Lançado pela Editora Ideias & Letras, obra revela a desilusão da autora com o que tem acontecido no setor ao longo dos anos nos quais atuou como educadora

Qual seria o maior problema na educação do Brasil? De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), o problema está na má qualidade do ensino. Mesmo atingindo as metas de "educação primária universal" e "habilidade de jovens e adultos", o país ainda precisa melhorar a qualidade do ensino. Hoje, 13 milhões de brasileiros não sabem ler nem e escrever e isso coloca o país em 8º lugar no ranking dos países com maior índice de analfabetos.
Além desses números alarmantes, o que dizer ainda dos analfabetos funcionais? Será que podemos dizer que os alunos estão sendo realmente alfabetizados e preparados para um futuro imprevisível? Ser alfabetizado não significa apenas reconhecer e escrever signos, porém, compreender, interpretar e criticar. Vendo por esse lado, somos obrigados a dizer que a grande maioria é de analfabetos funcionais.
Assim, o livro “Pedagogia da Transgressão” chega num momento oportuno para repensar o processo educacional e se fazer uma releitura da realidade. Para a autora, Maria Luiza Silveira Teles, a “obra é uma espécie de ‘cartilha’ para quem quer pensar em ‘como’ criar uma educação diferente.”
Ainda de acordo com Maria Luiza, as falhas na educação são inúmeras, inclusive, na política educacional. “Lembro-me de ter feito algumas palestras sobre o tema ‘Educação Brasileira’ há cerca de muitos anos e, falando hoje, pouca coisa mudou”, afirma.
Esta é a 28ª obra da educadora, que tem grande experiência e visão do problema e, por isso, propõe “um novo olhar sobre a educação” nessa edição.

Serviço
Lançamento do livro “Pedagogia da Transgressão”
Data: 28 de março
Horário: às 20h
Local: Elos Clube de Montes Claros
Rua São Paulo, 190 – Montes Claros/MG
Realização: Editora Ideias & Letras

Apoio: Academia Montesclarense de Letras, Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros, Faculdade de Ciências Humanas da UNIMONTES e Elos Clube.

Texto/Foto: Juliana Costa



ANTAGONISTAS


Capítulo 13 - Antagonistas

O adversário em quem você julga encontrar um modelo de 
perversidade talvez seja apenas um doente necessitado de compreensão.
Reconheçamos o fato de que, muitas vezes, a pessoa se nos torna indigna simplesmente por não nos adotar os pontos de vista.
Nunca despreze o opositor, por mais ínfimo que pareça.
Respeitemos o inimigo, porque é possível seja ele portador de verdades que ainda desconhecemos, até mesmo em relação a nós.
Se alguém feriu a você, perdoe imediatamente, frustrando o mal no nascedouro.
A crítica dos outros só poderá trazer-lhe prejuízo se você consentir.
A melhor maneira de aprender a desculpar os erros alheios é reconhecer que também somos humanos, capazes de errar talvez  ainda mais desastradamente que os outros.
O adversário, antes de tudo, deve ser entendido por irmão que se caracteriza por opiniões diferentes das nossas.
Deixe os outros viverem a sua própria vida e eles deixarão você viver a existência de sua própria escolha.
Quanto mais avança, a ciência médica mais compreende que o ódio em forma de vingança, condenação, ressentimento, inveja ou hostilidade está na raiz de numerosas doenças e que o único
remédio eficaz contra semelhantes calamidades da alma é o específico do perdão no veículo do amor.

Chico Xavier - André Luiz
Livro - Sinal Verde

domingo, 23 de março de 2014

AMIZADE


Amizade é excelente presença de Deus no relacionamento das almas.
As referências à amizade se encontram desde o Antigo Testamento. É dito que quem encontrou um amigo possui um tesouro.
É Jesus que nos dá o exemplo da preciosa amizade. Compulsando os Evangelhos, nós O vemos rodeado pela multidão. Servindo. Curando. Amparando. Ensinando.
Mas, nas noites estreladas, é na casa de Simão Pedro, em Cafarnaum, que Ele distribui as lições mais íntimas.
Para o Seu colegiado, para aqueles homens que haviam deixado suas famílias, suas vidas, para viver uma nova vida, Ele oferece a Sua amizade.
Compartilha Sua vida com eles. Não prescinde dos amigos.
Quando ia a Jerusalém, por lhe ser hostil a cidade, buscava refúgio na casa dos amigos de Betânia: Lázaro, Marta e Maria.
Dedica-se aos amigos. Quando Lázaro adoece, as irmãs o mandam chamar nas distâncias da Pereia. Dois dias de viagem até Betânia. E o amigo vem.
Retira Lázaro das sombras do túmulo, pois que não estava morto. Somente em estado letárgico. Devolve-o à convivência da família pela qual Ele nutre amizade.
Quando adentra a cidade de Jericó e avista Zaqueu, o publicano, sobre a árvore, Ele o olha e diz: Desce depressa. Porque hoje tenho de hospedar-me em tua casa.
Poderia dar a lição do Reino dos Céus ali mesmo. Afinal, o homem estava à espera dEle. Contudo, o Mestre faz questão de demonstrar a importância da amizade. Tenho de hospedar-me em tua casa.
Zaqueu prepara um banquete. O melhor, para o amigo que o acabara de conquistar.
Na ceia derradeira, Ele diz aos Apóstolos reunidosVós sois meus amigos... Já não vos chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor. Mas chamei-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo aquilo que ouvi de meu pai.
Após a sua morte, é um amigo, José de Arimateia, que vai ter com Pilatos e requer o corpo de Jesus.
Receava que O lançassem a alguma vala comum. Como restassem apenas poucas horas antes do pôr-do-sol, ele oferece o seu próprio sepulcro novo para jazigo do corpo de Jesus.
Outro amigo de Jesus, Nicodemos, quis prestar ao Mestre um derradeiro serviço. Providenciou que se comprassem cem libras de essências odoríferas e um grande lençol de linho precioso para embalsamar-lhe o corpo.
*  *  * 
Ter amizade é ter coração que ama e esclarece, que compreende e perdoa, nas horas mais amargas da vida.
O amigo verdadeiro é, sempre, o emissário da ventura e da paz.
O amigo verdadeiro ampara nas horas tristes. Alegra-se com as alegrias do outro. Nada exige. Não impõe condições. Aceita o outro como ele se apresenta.
Se algo descobre de mau, desagradável, no outro, sugere, aconselha, sem imposição.
A amizade verdadeira não é cega, mas se enxerga defeitos nos corações amigos, sabe amá-los e entendê-los mesmo assim.
Nos trâmites da Terra, a amizade leal é a mais formosa modalidade de amor fraterno, que santifica os impulsos do coração nas lutas mais dolorosas e inquietantes da existência.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. Juventude e amizades, do livro Cântico da juventude, pelo Espírito Ivan de Albuquerque, psicografia de José Raul Teixeira, ed. Fráter; no item 174, do livro consolador, pelo Espírito Emmanuel, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Feb e no cap. 12, do livro Sinal verde, pelo Espírito André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. Cec. Em 9.1.2013.

sexta-feira, 21 de março de 2014

VER E OUVIR




Capítulo 15 - Ver e Ouvir

A visão e a audição devem ser educadas, tanto quanto as palavras
e as maneiras.
Em visita ao lar de alguém, aprendamos a agradecer o carinho
do acolhimento sem nos determos em possíveis desarranjos do ambiente. Se ouvimos alguma frases imperfeitamente burilada na voz de
pessoa amiga, apreciemos a intenção e o sentimento, na elevação
em que se articula, sem anotar-lhe o desalinho gramatical.
Veja com bondade e ouça com lógica.
Saibamos ver os quadros que nos cercam, sejam eles quais forem,
sem sombra de malícia a tisnar-nos o pensamento.
Registrando anedotas inconvenientes, em torno de acontecimentos
e pessoas, tenhamos suficiente coragem de acomodá-las no arquivo do silêncio.
Toda impressão negativa ou maldosa que se transmite aos amigos, em forma de confidência, é o mesmo que propinar-lhes veneno através dos ouvidos.
Em qualquer circunstância, é preciso não esquecer que podemos
ver e ouvir para compreender e auxiliar.

Chico Xavier - André Luiz
Livro Sinal Verde

quinta-feira, 20 de março de 2014

REFLEXÃO


Deseje sempre buscar a excelência, ou seja, almeje constantemente realizar o melhor de suas possibilidades, de sua capacidade de fazer e experienciar.

Paulo e Lauro Raful

quarta-feira, 19 de março de 2014

ASSIM SE REALIZA A JUSTIÇA DIVINA



É permitido a nós afastar-nos daquilo que não queremos mais na nossa vida, mas, de alguma forma, temos que poder decidir ou ter condição de decidir. Caso contrário, deve ser entendido como aquilo que devemos passar, expiar ou resgatar. Difícil é. Tudo acontece porque houve motivo para acontecer, devendo a cada um esforçar para aceitar ao máximo, tentando assumir a responsabilidade da situação a si próprio. Não significa que aquele que está causando sofrimento esteja certo, mas os erros dele serão de sua responsabilidade e receberá um dia tudo de volta para vida dele. Se hoje, nós estamos sofrendo, isto significa que nós fizemos coisas semelhantes a outras em outras existências passadas, é a lei divino do retorno, a justiça de Deus operando. Além de aceitar com resignação, ainda ser agradecido por esta oportunidade de reparação dos nossos erros do passado. Deus sempre tem parcelado o resgate e minimizado ao máximo o nosso sofrimento porque ele ama a todos. Podia ser bem pior. Somente o bem na forma de caridade verdadeira suspende, parcela ou acaba com a cobrança da dívidas de outras encarnações. Temos que ser responsável perante nosso Deus - se conseguir aceitar isso, vai começar abrir um novo caminho - com mesma vida, mas melhor ou um outro tipo de vida com condição de prosseguir a sua vida mais feliz. Este é o caminho de salvação para todos - não há outro meio. O bem salda o mal. Viver a mesma coisa salda a dívida do passado. Há ainda o umbral para tratamento e para reeducação do espírito endividado e por fim, o resgate obrigatório. Ninguém fica impune no mundo espiritual.

GRUPO Espiritismo Caminho de Salvação           (Desconheço autoria)

terça-feira, 18 de março de 2014

DEVER E TRABALHO


Irmaos de Chico


Capítulo -17. Dever e Trabalho

O compromisso de trabalho inclui o dever de associar-se a criatura ao esforço de equipe na obra a realizar.
Obediência digna tem o nome de obrigação cumprida no dicionário da realidade.
Quem executa com alegria as tarefas consideradas menores espontaneamente se promove às tarefas consideradas maiores.
A câmara fotográfica nos retrata por fora, mas o trabalho nos retrata por dentro.
Quem escarnece da obra que lhe honorifica a existência, desprestigia
a si mesmo.
Servir além do próprio dever não é bajular e sim entesourar apoio e experiência, simpatia e cooperação.
Na formação e complementação de qualquer trabalho, é preciso compreender para sermos compreendidos.
Quando o trabalhador converte o trabalho em alegria, o trabalho
se transforma na alegria do trabalhador.

Chico Xavier - André Luiz
Livro Sinal - Verde

sábado, 15 de março de 2014

REFLEXÃO


A vida não precisa ser necessariamente sofrida. Muitas vezes, somos nós que a tornamos assim. O complicador da vida é a relutância em modificar nossas atitudes mentais, estados emocionais e comportamentos envelhecidos.

Paulo e Lauro Raful

sexta-feira, 14 de março de 2014

PAIS E FILHOA



"E vós, pais, não provoqueis a ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e
admoestação do Senhor." 
Paulo. (EFÉSIOS, 6:4.)

Assumir compromissos na paternidade e na maternidade constitui engrandecimento do espírito, sempre que o homem e a mulher lhes compreendam o
caráter divino.
Infelizmente, o Planeta ainda apresenta enorme percentagem de criaturas mal avisadas relativamente a esses sublimes atributos.
Grande número de homens e mulheres procura prazeres envenenados nesse particular. Os que se localizam, contudo, na perseguição à fantasia ruinosa, vivem ainda longe das verdadeiras noções de humanidade e devem ser colocados à margem de
qualquer apreciação.
Urge reconhecer, aliás, que o Evangelho não fala aos embriões da espiritualidade, mas às inteligências e corações que já se mostram suscetíveis de receber-lhe o concurso.
Os pais do mundo, admitidos às assembleias de Jesus, precisam compreender a complexidade e grandeza do trabalho que lhes assiste. É natural que se interessem pelo mundo, pelos acontecimentos vulgares, todavia, é imprescindível não perder de vista que o lar é o mundo essencial, onde se deve atender aos desígnios divinos, no tocante aos
serviços mais importantes que lhes foram conferidos. Os filhos são as obras preciosas que o Senhor lhes confia às mãos, solicitando-lhes cooperação amorosa e eficiente.
Receber encargos desse teor é alcançar nobres títulos de confiança. Por isso, criar os filhinhos e aperfeiçoá-los não é serviço tão fácil.
A maioria dos pais humanos vivem desviados, através de vários modos, seja nos excessos de ternura ou na demasia de exigência, mas à luz do Evangelho caminharão todos no rumo da era nova,  compreendendo que, se para ser pai ou mãe são necessários profundos dotes de amor, à frente dessas qualidades deve brilhar o divino dom do equilíbrio.

Chico Xavier - Emmanuel
Livro -Vinha de Luz

quinta-feira, 13 de março de 2014

ASSUNTOS DO TEMPO


Se você já sabe quão precioso é o valor do tempo, respeite o
tempo dos outros para que as suas horas sejam respeitadas.
Recorde-se de que se você tem compromissos e obrigações
com base no tempo, acontece o mesmo com as outras pessoas.
Ninguém evolui, nem prospera, nem melhora e nem se educa,
enquanto não aprende a empregar o tempo com o devido proveito.
Seja breve em qualquer pedido.
Quem dispõe de tempo para conversar sem necessidade, pode
claramente matricular-se em qualquer escola a fim de aperfeiçoar se
em conhecimento superior.
Trabalho no tempo dissolve o peso de quaisquer preocupações,
mas tempo sem trabalho cria fardos de tédio, sempre difíceis
de carregar.
Um tipo comum de verdadeira infelicidade é dispor de tempo
para acreditar-se infeliz.
Se você aproveitar o tempo a fim de melhorar-se, o tempo aproveitará
você para realizar maravilhas.
Observe quanto serviço se pode efetuar em meia hora.
Quem diz que o tempo traz apenas desilusões, é que não tem
feito outra cousa senão iludir-se.

Chico Xavier - André Luiz
Livro - Sinal Verde

quarta-feira, 12 de março de 2014

REFLEXÃO

Os flexíveis precisam também ser firmes e vice-versa. A firmeza sem maleabilidade é rigidez e a flexibilidade sem firmeza degenera em fraqueza.

Paulo e Lauro Raful

segunda-feira, 10 de março de 2014

SANTIFICAÇÃO







"Santifica-os na verdade." - Jesus (JOÃO, 17:17.)

Não podemos esquecer que, em se dirigindo ao Pai, nos derradeiros
momentos do apostolado, rogou-lhe Jesus santificasse os discípulos que
ficariam no plano carnal.
É significativo observar que o Mestre não pediu regalias e facilidades para
os continuadores. Não recomendou ao Senhor Supremo situasse os amigos em
palácios encantados do prazer, nem os ilhasse em privilégios particularistas. Ao
invés disso, suplicou ao Pai para que os santificasse na condição humana.
É compreensível, portanto, que os discípulos sinceros recebam da
Providência maior quinhão de elementos purificadores em trabalhos e
testemunhos benéficos. Na Terra, quase sempre, o dever e a responsabilidade
parecem esmagá-los, no entanto, a palavra do Evangelho é bastante clara no
terreno das conquistas eternas.
Não nos referimos a recompensas banais de periferia.
Destacamos o engrandecimento espiritual, a iluminação divina e a
perfeição redentora, inacessíveis ainda ao entendimento comum.
Em verdade, o Senhor anunciou sacrifícios e sofrimentos aos seguidores,
acentuando, porém, que os não deixaria órfãos.
Seriam convocados a interrogatórios humilhantes, contudo, não lhes
faltaria a Sublime Inspiração.
Seguiriam atribulados, mas não angustiados; perseguidos, mas nunca
desamparados.
Receberiam golpes e decepções, mas não lhes seriam negados a
esperança e o reconforto.
Suportariam a incompreensão humana, todavia, os desígnios superiores
agiriam em favor deles.
Sofreriam flagelações no mundo, no entanto, suas dores abasteceriam os
celeiros da graça e da consolação para os aflitos.
Muita vez, participariam dos últimos lugares, entre as criaturas terrestres,
para serem dos primeiros na cooperação com o Divino Trabalhador,
Seriam detidos nos cárceres, mas disporiam da presença dos anjos sob
cânticos de glorificação.
Carregariam cicatrizes por sinais celestes.
Tolerariam sarcasmos em honroso serviço à Verdade.
Perseguidos e torturados, representariam as cartas palpitantes do Cristo à
Humanidade.
Servos sofredores e humilhados no campo carnal, marchariam
assinalados por luz imperecível.
Escalariam calvários de dor, suportando cruzes, encontrando, porém, a
ressurreição, coroados de glória.
Efetivamente, pois, os colaboradores do Evangelho são, de modo geral,
anônimos e desprezados nas esferas convencionalistas da Terra; todavia, para
eles, repete o Mestre, em todos os tempos, as sublimes palavras: "Sois meus
amigos porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos dei a conhecer."

Chico Xavier - Emmanuel
Livro - Vinha de Luz

domingo, 9 de março de 2014

A MULHER E O MAR




A mulher tem mistérios maiores que o mar
Tem paixões e desgraças no fundo do olhar
Seu amor vem mais forte que arrebentação
Mas às vezes desmancha na areia
Homem nenhum nunca sabe o que ela quer


A mulher tem poderes maiores que o mar
Ela muda o destino que Deus nos dará
Do seu ventre é que sai cada embarcação
Que ela bota no mar dessa vida
Quem traça o rumo dos barcos é a mulher


Nem o mais sábio dos mestres da navegação
Mergulha nas ondas do seu coração
Pois não sabe os ciclos de sua maré

Ela é quem guarda nas redes do seu arrastão
A chave dos nossos segredos

Nem mesmo o mar dá mais medo que uma mulher...

Jota Maranhão

PENSAMENTO DE HOJE

A maioria das pessoas vive em sua personalidade exterior comum e ignorante que não se abre facilmente ao Divino; mas há um ser interior dentro delas, do qual elas não sabem, que pode se abrir facilmente à Verdade e à Luz. No entanto há uma parede que as separa dele, uma parede de obscuridade e não-consciência. Quando ela desmorona, então há uma libertação.

Sri Aurobindo

sábado, 8 de março de 2014

MULHER




Hoje é o Dia Internacional da Mulher, esse ser extraordinário que torna o mundo menos cruel. Aí eu paro para  refletir sobre o assunto. Mulher, que tem ela de diferente e especial para receber tantas homenagens?
Ah, a mulher é uma das obras de arte de Deus! Explico no decorrer de minhas reflexões. Consciente, também de que há mulheres desnaturadas, verdadeiras cobras venenosas, golpistas, bandidas. Mas, graças a Deus, essas são uma exceção.
São características da mulher as sabenças mitopoéticas, a capacidade de descortinar horizontes, colorir a vida, dar-lhe uma textura policromática, tecendo-a com trançados sincopados de cores que nos comovem, inebriam, representando na História da Humanidade a Força, a Luta, o encanto, o sustentáculo
de uma construção nem sempre bem edificada pelo homem.
É preciso penetrar em sua alma para compreender essa criatura que, muitas vezes, se esconde nos seus contrários, nas suas vastidões interiores, que não se esgotam e nem sempre se deixam apreender...
Ela, em sua forma pura, enternece e desperta respeito e afeto. Só não o faz quando perde o respeito próprio.
Mulher é colo que acalenta, é seio que dá o leite que alimenta, é ternura que adoça a vida, é caminho  certo nas encruzilhadas, tantas vezes traiçoeiras . Ah, a mulher é a beleza em sua forma mais legítima, mesmo aquelas que não possuem a beleza física. É sonho, é romantismo, é poesia, é lágrima pronta, é riso frouxo,
é perfume, é oásis. É o abraço confortador, sempre com alma de mãe, até quando cuida daqueles que não nasceram de seu ventre.
Sempre me vem à cabeça um dito de Arnaldo Jabbor:  “mesmo sem mais nada a oferecer, mulher é cheiro de xampu, de sabonete, de banho recém-tomado”.
Ela é graça, é tentação, é história, é novela, é saudade, é amor. Tem a percepção aguçada, o dom da devoção, é preocupada com seus filhos e companheiros. É, normalmente, uma esteta, com extrema coragem, determinação e compaixão.
As mulheres foram infantilizadas e escravizadas por séculos. Como dizia Gilberto Freyre em sua obra: “Casa Grande e Senzala”,  elas só sabiam “fiar, parir e chorar”. Eram jardins sem cultivo... Mas, a semente estava dentro delas e, assim, transformaram o mundo e a si mesmas, quando as sementes germinaram, floriram e deram frutos.
Mulher tem tempero, movimento, dança com o universo. Ela é a canção de uma alma faminta de amor e cuidado.
Feliz da mulher que tem consciência de sua importância e feliz do homem que reconhece a importância dela em sua vida.
É por tudo isso que ela é especial e merece todas as homenagens.


Maria Luiza Silveira  Teles

sexta-feira, 7 de março de 2014

PACIÊNCIA




Paciência é a palavra calma e boa                                   
Atenuando a cólera sombria,
Silêncio para a injúria que atordoa,
Retendo em si a bênção da harmonia. 

É a voz do entendimento que perdoa
O fel da incompreensão e da ironia,
Sorriso que restaura e que alivia,
Resistência da paz que aperfeiçoa.

Paciência!... –sustento da esperança,
Mensageira do amor que não se cansa,
Do puro amor, sem que a terra o degrade!...

A quem te siga a excelsa companhia,
Serás, no Grande Além, amparo e guia
Na luz sublime da Imortalidade.


Espírito Casemiro Cunha
Francisco Cândido Xavier

PRECE DOS AFLITOS


Senhor Deus, Pai dos que choram,
Dos tristes, dos oprimidos.
Fortaleza dos vencidos,
Consolo de toda a dor,
Embora a miséria amarga,
Dos prantos de nosso erro,
Deste mundo de desterro,
Clamamos por vosso amor!
Nas aflições do caminho,
Na noite mais tormentosa,
Vossa fonte generosa
É o bem que não secará...
Sois, em tudo, a luz eterna
Da alegria e da bonança
Nossa porta de esperança
Que nunca se fechará.
Quando tudo nos despreza
No mundo da iniqüidade,
Quando vem a tempestade
Sobre as flores da ilusão!
O! Pai, sois a luz divina,
O cântico da certeza,
Vencendo toda aspereza,
Vencendo toda aflição.
No dia de nossa morte,
No abandono ou no tormento,
Trazei-nos o esquecimento
Da sombra, da dor, do mal!...
Que nos últimos instantes,
Sintamos a luz da vida
Renovada e redimida
Na paz ditosa e imortal.



Emmanuel - Francisco C.Xavier
Livro: Paulo E Estevão
Paginas 162 e
163

quinta-feira, 6 de março de 2014

PROVAÇÃO


"Quando a provação lhe apareça, terá surgido o seu momento mais importante para comunicar fé e coragem aos companheiros.
Quando o sofrimento desponte na estrada de alguém, estará você obtendo o instante dourado de auxiliar.
Amor é a força da vida e trabalho vinculado ao amor é a usina geradora de felicidade."


(André Luiz)

PERANTE OS OUTROS



Nunca desestime a importância dos outros.
Freqüentemente só pensamos na crítica com que os outros
nos possam alvejar, esquecendo-nos de que é igualmente dos
O auxílio ao próximo é o seu melhor investimento.
Valorize os outros, a fim de que os outros valorizem você.
Pense nos outros, não em termos de angelitude ou perversidade,
mas na condição de seres humanos com necessidades e sonhos,
problemas e lutas semelhantes aos seus.
Se a solidão valesse, as Leis de Deus não fariam o seu nascimento
na Terra entre duas criaturas, convertendo você em terceira
pessoa para construir um grupo maior.

Chico Xavier - André Luiz



Livro - Sinal Verde

"MEDITAÇÃO DIÁRIA!"


O mais importante é buscar sempre a justa medida das coisas. Por isso, não devemos ser nem excessivos nem insuficientes. Ir demasiadamente longe é tão ruim quanto não ir suficientemente perto.

Paulo e Lauro Raful

terça-feira, 4 de março de 2014

PRECE DE MADRE TERESA DE CALCUTÁ


Senhor:

Quando eu tiver fome, dai-me alguém que necessite de comida.
Quando tiver sede, dai-me alguém que precise de água.
Quando sentir frio, dai-me alguém que necessite de calor.
Quando tiver um aborrecimento, dai-me alguém que necessite de consolo.
Quando minha cruz parecer pesada, deixai-me compartilhar a cruz do outro.
Quando me achar pobre, ponde a meu lado alguém necessitado.
Quando não tiver tempo, dai-me alguém que precise de alguns dos meus minutos.
Quando sofrer humilhação, dai-me ocasião para elogiar alguém.
Quando estiver desanimada, dai-me alguém para lhe dar novo ânimo.
Quando sentir necessidade da compreensão dos outros, dai-me alguém que necessite da minha.
Quando sentir necessidade de que cuidem de mim, dai-me alguém que eu tenha de atender.
Quando pensar em mim mesma, voltai minha atenção para outra pessoa.
Tornai-nos dignos, Senhor, de servir nossos irmãos que vivem e morrem pobres e com fome no mundo de hoje.
Dai-lhes, através de nossas mãos, o pão de cada dia, e dai-lhes, graças ao nosso amor compassivo, a paz e a alegria.

Assim seja.

Madre Teresa de Calcutá

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO