BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

FAMÍLIA









Hoje, tomei coragem e resolvi fazer uma viagem ao passado. Peguei os álbuns da família e pude rever, em lágrimas, momentos tão felizes de nossas vidas, que agora vivem no relicário de nossas lembranças.
Nada melhor que fotos para retratar a história de uma família! Aniversários, batizados, encontros, natais, viagens, momentos de compartilhamento de pura alegria!
Passava, com ternura, as mãos pelos rostos amados de meu pai, minha mãe, meus tios e primos, que já se foram. Pude relembrar cada momento em que estávamos todos juntos... Papai, mamãe, nós, os filhos crianças, depois adolescentes,adultos, formando famílias e, daí a pouco, a grande família com netos e bisnetos...
Por um instante, cometi o “sacrilégio” de perguntar a Deus o porquê de amar tanto criaturas, que foram nossas referências de vida, para depois perdê-las...
O certo, porém, é que meu coração, apesar de triste e saudoso, naquela hora, deu graças ao Pai por ter tido uma família forte que nos deu a todos a solidez de caráter para enfrentar a vida, de peito aberto, com coragem, honestidade, e fazermos, assim, a nossa própria história.
Aí me vem à mente o fato de que a família é o nosso principal referencial, onde desenvolvemos os nossos princípios e valores que vão nortear toda a nossa vida.
Pelo que vivi e pelo que estudei de Psicologia, sei que nada, nem ninguém pode substituir os sentimentos de afeto, de convivência, de perdão, de acolhimento, que desenvolvemos dentro do núcleo familiar.
É verdade que nossa personalidade é formada de facetas de todos os que passam por nossa vida e nos marcam, assim como por nossas experiências, valores e crenças que vamos incorporando ao longo de nossa caminhada.
A base, porém, a solidez da estrutura, nos é dada no núcleo familiar.
Isso é um motivo bastante sério para que cuidemos, com carinho, da família.
Constituir uma família é algo muito sério! Várias vidas estão envolvidas quando um casal se propõe a viver junto.
Nehuma convivência é fácil, mas tudo depende da intensidade do amor, do respeito, do companheirismo, da compreensão.
Pensando em toda a nossa história de família, vem-me à cabeça palavras de um grande amigo, psicólogo, teólogo, escritor, Frei Neylor J. Tonnin: 
“Poderemos sentir-nos abandonados, quem sabe? Lembremo-nos, no entanto, que, quando todas as portas se fecharem, a da nossa família ainda continuará aberta com uma simples tabuleta: “Entre sem medo! Não faça cerimônias! A casa é sua”.
Assim foi sempre com a casa de nossos pais, 
Que Deus os tenha em Sua Misericórdia e Glória! Jamais poderia ter escolhido pais melhores, que deram origem a essa grande família!


Maria Luiza Silveira Teles

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO