BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quinta-feira, 15 de maio de 2014

AS INIMIGAS DA HUMILDADE


                     CHICO XAVIER, EXEMPLO DE HUMILDADE

Uma virtude muito esquecida e até mesmo desprezada é a humildade.
Infelizmente vivemos numa sociedade que se diz cristã, mas que na realidade é materialista.
Isso faz com que as pessoas vivam numa competição constante, umas querendo se destacar mais do que as outras.
Não é, portanto, de se estranhar que a humildade ande tão escassa.
Há contudo, uma lei universal segundo a qual todos somos iguais perante Deus.
Ao contrário do pensamento comum, ser humilde não significa ser submisso, subserviente. Ser humilde é ser natural, é reconhecer que ninguém é dono da verdade, que ninguém é superior a ninguém.
Para conquistar essa virtude especial é necessário eliminar do nosso comportamento quatro grandes inimigas da humildade e, por consequência, da paz.
A primeira grande inimiga é a presunção.
É terrível conviver com pessoas presunçosas, que acham que sabem tudo e que, via de regra, sabem muito pouco.
Mas a presunção é muito pior para o presunçoso do que para as pessoas que com ele convivem, pois ele vive enganando-se a si próprio e perde importantes oportunidades de crescer ao julgar que nada tem a aprender.
A segunda inimiga da humildade é a ostentação.
Existem pessoas que realmente possuem domínio sobre certos assuntos, certas habilidades e que ostentam seus conhecimentos e suas capacidades a fim de deixarem evidente sua superioridade.
Todavia, a ostentação indica uma falta de amadurecimento psicológico, pois nossas habilidades especiais, se existem, estão para servirmos mais à comunidade e não para que fiquemos a nos vangloriar.
A terceira grande inimiga da humildade é a teimosia.
Naturalmente, ela é produto das duas primeiras, a presunção e a ostentação, porque demonstra que o teimoso considera o seu ponto de vista superior ao ponto de vista dos demais.
A teimosia é responsável por muita confusão.
Mas ela também traz seus prejuízos para o teimoso, afinal de contas, a nossa opinião sobre as coisas não altera a sua realidade e é muito comum vermos os teimosos terem de morder a própria língua.
Finalmente, a quarta grande inimiga da humildade é a impiedade.
A impiedade faz com que nos excedamos na luta pelo que julgamos ser nosso direito.
É claro que ser humilde não significa ser tolo, mas a grosseria é dispensável na luta pelo que é certo.
Como podemos ver, a nossa vida seria mais tranquila se buscássemos conquistar essa virtude especial que é a humildade, sem tirar da mente a ideia sublime do Cristo que afirmava: Quem quiser ser o maior no reino dos céus, faça-se o menor, isto é, o servo de todos  - ideia, aliás, que Ele exemplificou muito bem.
*   *   *
Em várias mensagens incluídas nas obras de Allan Kardec, o Codificador do Espiritismo, os Espíritos superiores nos falam a respeito das duas grandes doenças da Humanidade.
Porém essas doenças terríveis não são nem a Aids, nem o câncer, nem a hanseníase.
As duas grandes chagas da Humanidade são o egoísmo e o orgulho.
Pensemos nisso.

Redação do Momento Espírita. Em 22.10.2012.

REFLEXÃO

Uma vez que se colocou os pés no caminho, como se pode recuar dele para algo inferior?
Se você se mantém firme, quedas não importam, levanta-se de novo e continua em frente.
Se você é firme na direção ao objetivo não pode haver nenhum fracasso definitivo no caminho para o Divino. 
E se há algo dentro de você que impulsiona, como certamente há, vacilações ou quedas ou falta de fé não fazem nenhuma diferença decisiva. Tem que se continuar até que a luta tenha passado e haja o caminho reto e aberto e sem espinhos diante de nós.

Sri Aurobindo

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO