BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

AMIGOS, É NATAL



 Diante das mensagens festivas que vão chegando, sinto necessidade de  enviar a minha. Na tentativa de esboçar palavras superlativas, o meu espírito crítico descarta as expressões contundentes reservadas para essas ocasiões.
Opto, então, por uma efetiva reflexão em torno do tema. E é este movimento de trazer a realidade para dentro de mim e processá-la no meu pensamento e no meu sentir que me devolve a idéia que quero transmitir.
Não usarei a palavra “SUCESSO”, pois o seu uso na contemporaneidade perdeu o sentido salutar, tornou-se sinônimo de brilho efêmero e artificial, tornou-se apenas aparência “fashion”. Se olharmos com atenção, veremos que, na maioria das vezes, o sucesso se tornou o prêmio, não da inteligência ética, mas da esperteza enganosa, carregada de macetes. Do resultado da mídia construída sob os cálculos do lucro capitalista. O conceito de SUCESSO na sociedade contemporânea absorveu a virtualidade inconsistente, distanciou-se da vitalidade humana. Posicionou-se numa aparência, nem sempre coincidente com a essência. Fez-se kit simulacro, cuja promessa de felicidade nada tem de feliz.
No que concerne aos” BENS MATERIAIS,” desejarei alguma riqueza, sim, para mim e outros. No entanto, o necessário à sobrevivência física, intelectual e social, não demais, pois o seu excesso converteu-se em possibilidade de aumento de consumo de bugigangas, as vezes supérfluas, rapidamente obsoletas e descartadas, criando um problema grave de excesso de lixo eletrônico no planeta. Ademais, sabemos que a riqueza concentrada em poucas mãos produz o flagelo da miséria de outros.
“SAÚDE,”talvez o mais importante, desejo à todos, esclarecendo que entendo esse quesito de maneira individual e universal. SAÚDE para nós e saúde para o planeta, já tão devastado. Que saibamos cuidar de nós próprios nos próximos anos e que o façamos de maneira sustentável e abrangente, estendendo o nosso cuidado ao ar que respiramos, à água que bebemos e usamos, esses bens radicalmente necessários à sobrevivência humana e que estão aí, já rarefeitos, poluídos, com existências ameaçadas. Que compreendamos que a natureza é o nosso grande seio, ao qual devemos sugar num gesto amoroso e filial.
Desejarei também um tempo para asBOAS LEITURAS E O EXERCÍCIO DA ARTE já que elas iluminam a nossa interioridade e ampliam a nossa visão do mundo.
E por fim, desejarei o AMOR, muito AMOR, pois só ele salva.
Só o AMOR redime e preenche a vida com seu essencial sentido. Observo que o uso, aqui, da palavra AMOR foge ao banal, à aridez desse amor tão vazio de AMOR ao qual temos assistido. Refiro-me ao AMOR essencial, aquele que nos oferece coragem para as provas, paciência nas dificuldades, tolerância para as diferenças, benevolência para os equívocos, perdão para as ofensas, misericórdia para os erros, delicadeza para as palavras, sensibilidade para os contatos e fé para as conquistas.
Pensando assim, posso retornar à palavra usada tradicionalmente, no entanto em forma de síntese refletida: A FELICIDADE,que seja construída por cada um para si próprio e por todos, para todos, no próximo ano.
A você e sua família, MUITAS FELICIDADES neste NATAL e no ANO NOVO.

Felicidade Patrocínio (artista plástica e minha prima e amiga muito querida)

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO