BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

domingo, 25 de outubro de 2015

À PROCURA DE MIM MESMO



 Quem sou eu?
Quem sou eu antes do mundo dizer quem eu deveria ser?
Não sou meu nome, não sou o meu rg ou meu cpf.
Quem sou eu?
Na busca por mim mesmo, me perdi muitas vezes pelo caminho que não tem fim.
Cai diversas vezes e me levantei até cair em mim mesmo e ver o quanto fui hipnotizado a vida toda por informações externas, por mentiras ditadas pelo sistema, fazendo com que me esquecesesse de quem sou eu.
Minha família me disse quem eu deveria ser, a escola me disse quem eu deveria ser, a igreja me disse quem eu deveria ser, os políticos disseram quem eu deveria ser, a mídia me disse quem eu deveria ser.
Me afastaram da natureza de tal forma que havia me esquecido que também sou um animal e como qualquer animal o meu único objetivo é ser eu mesmo ser pleno, encontrar o meu centro, a minha felicidade e minha paz.
Vivo mais na cabeça do que no coração?
Em que mundo estou então?
Se sou luz, também sou sombra, pois um não vive sem o outro.
Quanta confusão criei em mim mesmo.
Hoje a busca deixou de ser externa, pois como posso entender algo externo, entender o mundo, as pessoas se nem eu mesmo me entendo?
Afinal quem sou eu ou quantos eus existem dentro de mim?
Em meio às neuroses da minha mente, convivo com toda essa informação que ao longo dos anos foram sendo encravadas em minha alma.
Rumo agora à minha viagem interior. Rumo agora ao desconhecido... rumo agora a mim mesmo, algo que desconheço, rumo às minhas sombras, pois só assim quando enfrentar o que tenho de pior encontrarei a minha paz.
Não é fácil olhar para dentro, olhar para si mesmo de verdade.
Quando sento e fecho os meus olhos para meditar percebo a quantidade de informações que tenho do mundo exterior e que batem de frente com todas as respostas que já existem dentro de mim mesmo.
Para acessa-las tenho que enfrentar essa tempestade, tenho que atravessar essa maré furiosa de ondas que querem me destruir.
Sei que preciso nadar e nadar até chegar ao meu centro onde há a calmaria e lá encontrarei a mim mesmo. Terei retornado à minha casa, à minha origem.
Sei que estou aqui só de passagem e por isso tenho que aproveitar essa oportunidade de saber quem sou eu e de agradecer a existência por todos os ensinamentos aqui aprendidos.
O que sou já está aqui em mim mesmo... sempre esteve e só aguarda o momento de emergir e se manifestar.
Algo tão pleno que não precisa ter definição ou nome, pois seria apenas um nome.
Não sou o meu corpo, apenas vivo nele.
Estou voltando para casa...

(Rama)

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO