BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

PENSAMENTO DE HOJE


"Sem ir além de nossa porta
Podemos conhecer o mundo
Sem assomarmos à nossa janela
Podemos conhecer os caminhos do céu
Quanto mais longe vamos
Tanto menos avançamos
Por isso, o Sábio:
Sem caminhar, alcança sua meta
Sem ver, tudo observa
Sem agir, tudo realiza".

Tao Te Ching

domingo, 28 de fevereiro de 2016

PENSAMENTO DE HOJE


Que o Supremo Poder, que torna todas as coisas possíveis para mim, proteja-me de mim mesmo, para que eu nunca seja consciente de minha própria importância e conquistas, mas que possa eu permanecer sempre um instrumento humilde, harmonioso, flexível e dependente em Suas mãos.

Swami Paramananda

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

SILENCIE...


Quando não há nada mais a ser dito, silencia.

Quando não há mais nada a ser feito,

 permitas apenas ser, apenas estar e fica na companhia do teu coração
 e este indicará o momento apropriado para agires.

Quando a lentidão dos dias acomodar tua vontade, 

enlaçando-te com os nós da intranquilidade, descansa e refaz tua energia.

Não há pressa, a prioridade é que tu encontres novamente  a tua essência para que tenhas presente em ti a alegria de ser e estar.

Quando o vazio instalar-se em teu peito,

 dando-te a sensação de angústia e esgotamento,
 repara tua atenção e encontra em ti mesmo a compreensão para este estado.

É necessário descobrirmo-nos em tais estados,

 para que estes não se transformem no desconhecido, 
no incontrolável.

Tudo pode ser mudado, existe sempre uma nova escolha,

 para qualquer opção errada que tenhas feito.

Quando ouvires do teu coração que não há nenhuma necessidade em te preocupares com a vida, saibas que ele apenas quer  que compreendas que nada é tão sério a ponto de te perderes para sempre da tua divindade,
 ficando condenado a não ver mais a luz que é tua por natureza.
Não te preocupes, se estiveres atento a ti mesmo verás  que a sabedoria milenar está contigo,
 conduzindo-te momento a momento àquilo que realmente necessitas viver.

Confia e vai em teu caminho de paz.
Nada é mais gratificante que ver alguém submergindo

 da escuridão apenas por haver acreditado na existência da luz.

Ela sempre esteve presente...

Era só abrir os olhos...



São Francisco de Assis


PRECISA-SE DE LOUCOS...


De loucos uns pelos outros!
Que em seus surtos de loucura espalhem alegria; com habilidades
suficientes para agir como treinadores de um mundo melhor, que olhem a ética, respeito às pessoas e responsabilidade social não apenas como princípios organizacionais, mas como verdadeiros compromissos com o Universo.

Precisa-se de loucos de paixão, não só pelo trabalho, mas principalmente por gente, que vejam em cada ser humano o reflexo de si mesmo, trabalhando para que velhas competências dêem lugar ao brilho no olhar e a comportamentos humanizados.

Precisa-se de loucos por novas tendências, mas que caminhem na contramão da história, ouvindo menos o que os gurus têm a dizer sobre mobilidade de capitais, tecnologia ou eficiência gerencial e ouvindo mais seus próprios corações.

Precisa-se de loucos poliglotas que não falem inglês, espanhol, francês ou italiano, mas que falem a língua universal do amor, do amor que transforma, modifica e melhora, pois, palavras não transformam empresas e sim atitudes.

Precisa-se simplesmente de loucos de amor; de amor que transcende toda a hierarquia, que quebra paradigmas; amor que cada ser humano deve despertar e desenvolver dentro de si e pôr a serviço da vida própria e alheia; amor cheio de energia, amor do diálogo e da compreensão, amor partilhado e transcendental.

As Organizações precisam urgentemente de loucos, capazes de implantar novos modelos de gestão, essencialmente focados no SER, sem receios de serem chamados de insanos, que saibam que a felicidade consiste em realizar as grandes verdades e não somente em ouvi-las.

Madalena Carvalho

do blog Nectan Reflexões

MENSAGEM DO DIA



Escolha estar em sintonia com o seu tempo,
tudo muda e é preciso estar preparado
para as novas situações.
Escolha descobrir o que você tem de melhor,
isso será seu melhor auxilio diante das adversidades.
Escolha alcançar objetivos estimulantes,
insegurança e ceticismo só atrapalham.
Escolha aprender e reaprender todos os dias,
sabedoria se conquista com paciência e tempo.


Site Gotas de Paz

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

PENSAMENTO DE HOJE


Você não é uma gota no oceano. Você é o oceano em uma gota!

Rumi

domingo, 21 de fevereiro de 2016

AS PÉROLAS DA ORAÇÃO


  
 
Vencido pela profunda angústia da minha mágoa, despertei quando o jovem rosto da manhã adornado de luz e o mar de nuvens viajeiras, me convidaram para o banquete do dia.
Levantei e percebi que não fora um pesadelo... A presença da sua ausência era a mais pura e triste realidade...
Não sei dizer ao certo se é a presença da ausência ou a ausência da presença ou, talvez seja, simplesmente, saudade...
Lá fora tudo respirava perfume e os braços do vento, carregando o pólen da vida, cantavam nos ramos do arvoredo delicada canção...
Saí a correr, tentando fugir da furna escura dos meus padecimentos.
A presença invisível do bem-amado fazia-me arder em febre de ansiedade, enquanto os pés ligeiros das horas corriam à frente impondo-me fadiga e desconforto...
Embriagado pela saudade, meu ser ansiava pela paz...
Em vão tentei exaurir as forças para livrar-me da dor, mas não lograva libertar-me do punhal da melancolia cravado no coração, e da lembrança da sua ausência...
Quando, enfim, a tarde se escondeu no longe das montanhas altaneiras, outra vez tombei em mim mesmo, extenuado e só...
Naquele momento desejei que o Todo Poderoso me dominasse com os fortes recursos da Soberana Misericórdia, livrando-me de mim mesmo...
Parecia que não mais suportaria o espinho da saudade cravado em meu peito, já dorido e exausto...
A ausência da sua presença queimava as fibras mais sutis da minha alma.
E a presença da sua ausência feria-me o coração dilacerado e só...
A noite devorou o dia e, ao escancarar a sua boca negra, mostrou a primeira estrela engastada no manto escuro, vencendo as sombras...
Minutos depois, miríades de astros brilhantes compuseram o diadema da vitória total da luz...
Só então, solitário e meditativo, compreendi como a minha canção de dor chegara ao ouvidos do Criador, que me respondeu em vibrações fulgurantes de esperanças à distância...
Só então compreendi que não há escuridão que resista a um simples raio de luz, e decidi acender a chama da esperança em minha alma.
E, só então, pude ouvir o Sublime Cancioneiro do silêncio e Suas melodias repletas de sons e paz, convidando-me a confiar em Seu infinito poder e entregar-me aos braços suaves da esperança...
Se o manto escuro da saudade pesa sobre os seus ombros, ilumine-se com as pérolas da oração sincera em favor do bem-amado que partiu.
Preencha a ausência da presença com a lembrança dos momentos compartilhados nas horas alegres, e confie no reencontro feliz.

Redação do Momento Espírita

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

MÁGOA


Quando estou magoado, fico remoendo o mesmo pensamento dias e dias, perguntando e respondendo coisas que eu deveria ter falado. Isso é um tipo de obsessão? 
R – O espírito Joanna de Ângelis nos diz que “a mágoa, no início, é de fácil combate, podendo ser expulsa mediante a oração singela e nobre”. Por vezes, nos sentimos magoados devido ao nosso melindre (facilidade de magoar-se, de ofender-se) e pela dificuldade de perdoar aquele que nos ofendeu. 
Jesus nos alerta: “Quando estiveres orando, se tiverdes alguma coisa contra alguém, perdoai-lhe, para que vosso Pai, que está nos Céus, vos perdoe as vossas ofensas”. Marcos: 11-25. E bem nos lembra, o médium Divaldo Pereira Franco: “Perdoar é dar o direito a cada um de ser como ele é, e conceder-nos o direito de sermos como estamos”. 
Remoer mágoas gera doenças, desequilibra, e faz com que nossa vibração fique baixa, deixando-nos, dessa forma, abertos a uma série de sentimentos negativos, que podem, sem dúvida, desencadear um processo obsessivo. O tema obsessão é delicado e complexo, mas, de forma muito resumida, podemos afirmar que ao darmos “abertura” para sentimentos inferiores, estamos propiciando a ação de espíritos que entram em sintonia conosco devido a tais pensamentos e sentimentos. Daí pode instalar-se um processo obsessivo. 
Portanto, para evitar que tais situações venham a ocorrer, é necessário perdoar e entender o irmão equivocado, sempre tendo em mente que não estamos fazendo favor algum, uma vez que nós mesmos, certamente, já erramos muito – e ainda o fazemos. Lembremo-nos das palavras do “Pai Nosso”: “Perdoai as nossas ofensas, assim como perdoamos a quem nos tem ofendido”. 

Marisa Fonte – Guia da Doutrina Espírita.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

MORTE... E DEPOIS?

 
Por não se ter conseguido até o momento uma comprovação empírica de que algo sobrevive à morte do corpo físico, a ciência nega a priori a sobrevivência humana após esse fenômeno, tão natural e inexorável na vida de todo o ser vivo. A ciência utiliza depende de uma metodologia própria, que requer uma instrumentação específica para aferir resultados. Contudo, é possível que existam outras formas de verificação que não as utilizadas pela ciência e são justamente esses outros métodos que os místicos de todos os tempos empregam para averiguar assuntos aparentemente além da compreensão humana.
Os místicos postulam que é possível comprovar a dualidade do ser humano, corpo e espírito, mediante uma experiência de separação, momentânea, entre consciência normal e o corpo onde a mesma está focada. É o que se chama de “projeção psíquica”. Através desta experiência, difícil de se conseguir, mas possível após perseverança, percebe o experimentador que uma forma de consciência pode existir separada e independentemente do corpo físico.
Estudos e relatos de projeção psíquica vêm sendo feito há séculos, mas a pesquisa só se tornou mais popularizada após os testes feitos em laboratórios de parapsicologia em todo o mundo. Escolas filosóficas como a dos Rosacruzes, da AMORC, também investigam e desenvolvem as faculdades latentes do homem, provando, por meio de verificação pessoal, que fatos como a morte são apenas aparentes. Que a vida continua e se estende em outros níveis. Não se trata de crença, mas de conhecimento oriundo da experiência pessoal.

Richard Shimoda, F.R.C

domingo, 14 de fevereiro de 2016

SABEDORIA INDÍGENA

Levante com o Sol para orar. Ore sozinho. Ore com freqüência. O Grande Espírito escutará você. Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e avareza, originam-se de uma alma perdida. Ore para que eles encontrem o caminho do Grande Espírito.
Procure conhecer-se, por si próprio. Não permita que outros façam seu caminho por você. É sua estrada, e somente sua. Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você. Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-os o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra.
Não tome o que não é seu. Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza, ou da cultura. Se não foi ganhado nem foi dado, não é seu. Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra. Sejam elas pessoas, plantas ou animais. Respeite os pensamentos, desejos e palavras das pessoas. Nunca interrompa os outros nem ridicularize, nem rudemente os imite. Permita a cada pessoa o direito da expressão pessoal.
Nunca fale dos outros de uma maneira má. A energia negativa que você colocar para fora no universo, voltará multiplicada a você. Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados. Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito. Pratique o otimismo.
A natureza não é para nós, ela é uma parte de nós. Toda a natureza faz parte da nossa família Terrena. As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e ágüe com sabedoria e lições da vida. Quando forem crescidos, dê-lhes espaço para que cresçam. Evite machucar os corações das pessoas. O veneno da dor causada a outros, retornará a você.
Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do universo. Mantenha-se equilibrado. Seu Mental, seu Espiritual, seu Emocional, e seu Físico, todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis.Trabalhe o seu Físico para fortalecer o seu Mental. Enriqueça o seu Espiritual para curar o seu Emocional.
Tome decisões conscientes de como você será e como reagirá. Seja responsável por suas próprias ações. Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque as propriedades pessoais de outras pessoas, especialmente objetos religiosos e sagrados. Isto é proibido.
Comece sendo verdadeiro consigo mesmo. Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo, você não poderá nutrir e ajudar os outros. Respeite outras crenças religiosas. Não force suas crenças sobre os outros. Compartilhe sua boa fortuna com os outros. Participe com caridade...
Autoria: Índios Sioux

PENSAMENTO DE HOJE

Gastamos sempre mais energia do que a necessária, utilizando músculos de que não precisamos, deixando nossos pensamentos darem voltas e reagindo demais com nossos sentimentos.

G.I.Gurdjieff

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

OS QUATRO COMPROMISSOS - 2ª PARTE


O segundo compromisso é não levar em consideração os comentários, e ofensas dirigidos a você, sem uma criteriosa análise, ou seja:
NÃO LEVE NADA PRO LADO PESSOAL
Quando você se ofende, quando leva para o lado pessoal você inconscientemente aceita o conceito embutido na ofensa. 
Se você dá importância ao fato você o assimila.
As pessoas emitem opiniões baseadas nos conceitos que povoam as próprias mentes, quando alguém te ofende, está na verdade olhando num espelho, atribui a você um defeito que está presente nela mesma.
Se ela desconfia fragorosamente de você é porque é capaz de praticar o mesmo delito. Esta pessoa pode viver num sonho completamente diferente do seu.
Tenha paciência com ela e nunca de maior importância que o seu comentário merece.
Enquanto você não estiver imune às agressões alheias, sua reação será a defesa das vossas crenças, isto cria conflitos. As pessoas passam a fazer tempestades em copos d’água, gastam uma enorme energia para provar que estão certos e que o outro está errado.
Quando as pessoas estão felizes, você pode ser visto como anjo, as mesmas pessoas zangadas, podem vê-lo como um capeta. E você nada tem a ver com isso.
Os toltecas acreditavam que a mente tem a capacidade de conversar consigo mesma. E que tem capacidade de ouvir informações de seres que viviam em outros planos, eles chamavam estes seres de “aliados”, outras civilizações os chamaram de “Deuses”.
Afirmavam que vossa mente transita no nível dos aliados, dos deuses. Ela percebe este estado em vigília, a mente vive em mais de um plano vibracional.
Você processa idéias que não se originaram na sua mente, mas que são analisadas e aceitas ou rejeitadas pela sua mente.
Neste estado você ouve seus diversos níveis de consciência e ainda mensagens externas, isto contribui para o mitote.
O mitote é o motivo pelo qual não sabemos o que queremos, quando ou como queremos. Vivemos confusos e desorientados, elementos da nossa mente buscam um objetivo e outros elementos buscam exatamente o contrario.
Quando empregamos as atitudes que estão sendo apresentadas pelos Toltecas, somos capazes de silenciar e coordenar o funcionamento da nossa mente.
Quando aprendemos a enxergar as pessoas como elas realmente são, sem nos afetarmos pelas suas ações, nunca mais seremos feridos pelo que elas digam ou façam.
As pessoas são agressivas e inconvenientes porque vivem com medo, mentem para os outros e para si mesmas, para não ter que tirar a mascara social e revelar o que realmente são, por isso dizem uma coisa e fazem outra.
Se você for verdadeiro consigo mesmo e criar uma imunidade contra ofensas infundadas, vai poupar enorme quantidade de energia e fugir de inúmeros aborrecimentos.
Sua raiva, inveja e ciúmes diminuirão, sua tristeza se dissipará. Quando não aceitamos a dor emocional, ela volta para quem a emitiu.
Esta segunda atitude o ajudará a quebrar centenas de hábitos e rotinas que causam sofrimento desnecessário.
Para fazer as escolhas certas basta confiar em si mesmo. Siga sua intuição e seus conceitos devidamente fundamentados, renove suas crenças e poderá experimentar paz e felicidade, imerso num estado de graça.
O inferno não poderá afeta-lo.
Ruiz, Miguel Dom
Livro: Os Quatro Compromissos
Editora Best Sellers

OS QUATRO COMPROMISSOS - 1ª PARTE


"Os sábios Toltecas resolveram elaborar um método que permitisse aos membros do seu povo assumir uma nova postura na vida, deveriam desenvolver um novo comportamento que os ajudasse a equilibrar, balancear, conservar e incrementar sua energia.
O método desenvolvido começava por ensinar a pessoa a se aceitar e amar quem você realmente é, o segundo passo visava ensinar a pessoa a amar o seu próximo. Eis os compromissos:
O primeiro é A IMPECABILIDADE DA PALAVRA
Dizer sempre a verdade, diga sempre o que você acredita que é certo.
Esta ação permite substituir o medo pelo amor, a primeira atitude que você deve tomar consiste em dizer a verdade, no sentido de sinceridade.
Seja sincero e verdadeiro em tudo que diz.
Esta é a atitude mais importante que você deve tomar e é também a mais difícil de ser praticada.
Sua palavra tem uma importância que você nem pode imaginar.
Você se equipara a Deus quando faz uso da palavra.
Você Cria quando fala, você materializa seus pensamentos quando fala.
Você verbaliza, materializa a energia contida no seu pensamento.
Uma vez materializada, esta energia cumprirá a Lei de Ação e Reação, ela lhe trará benefícios ou prejuízos, na mesma medida que beneficiar ou prejudicar quem ouviu o que você disse.
A palavra não é apenas um som ou um símbolo gráfico que se lê.
Ela é força, energia ela o diferencia dos animais, ela constrói e destrói.
Ela o escraviza ou liberta.
Tome cuidado ao empregá-la.
Uma frase ouvida ou lida pode alterar todo um conceito firmado a duras penas na nossa mente.
Só depende do nível de atenção, que damos à mensagem recebida.
Ser sincero, falar a verdade, implica em não contrariar sua natureza, implica em assumir a responsabilidade pelos seus atos, se desculpar e se retratar sempre que necessário, pois evidentemente, dizer a verdade não lhe confere razão em tudo o que diz.
Falando a verdade você emprega corretamente a sua energia, ela limpa e equilibra todos os vossos chacras, você expulsa todo o veneno emocional que estiver lhe causando distúrbios emocionais que podem se transformar em distúrbios orgânicos.
Não espere que as pessoas falem a verdade para você, porque elas também mentem para si mesmas o tempo todo."
Ruiz, Miguel Dom
Os Quatro Compromissos
Editora Best Seller

MEDO



“Pensamos que somos fracos. Pensar dessa maneira é um grande erro. Não somos fracos. Não há ninguém que seja tão poderoso quanto um ser humano. Apesar de serem poderosas, as pessoas têm medo de muitas coisas. Elas têm medo ou se preocupam até mesmo com pequenas doenças. Por que esse medo? Porque uma pessoa tem medo? Isso é devido a um erro inerente. Se não houver erro ou engano, não haverá medo. Esse erro é pensar e agir de tal forma que "sejamos o corpo". Nós não somos este corpo. Corpo, mente, sentidos e inteligência são instrumentos e você é o Mestre. Domine sua mente e torne-se o mestre dela. Investigue as atividades de sua vida diária e compreenda e experimente a Verdade. Torne-se o mestre, então você pode fundir-se em tudo e experimentar a Divindade.”

Sathya Sai Baba

domingo, 7 de fevereiro de 2016

MENSAGEM DO DIA

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

O QUE É O AMOR...


 
“Para realmente entender o que é o Amor, é preciso perceber que ele não é um sentimento, pois o sentimento obrigatoriamente está sujeito a variações conforme ele é dirigido a esta ou àquela pessoa.

Ele é então um Estado de Consciência que não depende das pessoas e das circunstâncias.

Amar não é, então, ter um sentimento por alguém, mas fazer todas as coisas com Amor: falar com Amor, andar com Amor, comer com Amor, respirar com Amor, estudar com Amor.

É ter harmonizado todos os órgãos, todas as células e todas as funções para que Vibrem em uníssono com a Luz e a Paz.

Todas as manifestações do nosso ser estão, então, impregnadas de ondas, de fluidos Divinos.

O Amor é um Estado de Consciência permanente: de dia, à noite, o homem vive neste Estado, ele está pronto para fazer tudo com alegria, e tudo o que ele faz é uma melodia.”










WhiteKomokuTen OMA

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

PENSAMENTO DO DIA


Ao observar o voto de silêncio, quando o indivíduo começa a fixar a sua mente na yoga (práticas espirituais), são obtidos o discernimento, o conhecimento e o poder de evitar o mal.

Mahabharata

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

A LIÇÃO DO SOFRIMENTO



“E isto vos farão, porque não conhecem o Pai, nem a mim”.  – Jesus. (João, 16:3).

A jornada do cristão não é nada fácil. A maldade povoa o mundo e, muitas vezes, exatamente os mais bondosos, os que tentam viver no caminho do Senhor, são os que mais sofrem.
Não devemos, entretanto, jamais perder o otimismo, a esperança e nem, tampouco, julgar alguém. Esta é uma mensagem que podemos encontrar em vários capítulos de “O Evangelho Segundo o Espiritismo”.
O que nos ensina o sofrimento? Como nos comportamos diante das tempestades que nos atingem, os males que nos afligem, as perdas que nos ferem, as doenças que nos limitam? Aceitamos, com resignação, aquilo que não podemos mudar, crescemos em espiritualidade, fortalecemos a nossa fé, ou, pelo contrário, nos revoltamos, nos desesperamos, nos amarguramos e nos tornamos céticos?
A vida nos ensina que o sofrimento é faca de dois gumes: alguns, quanto mais sofrem, como um diamante sendo burilado, crescem em humanidade. Tornam-se mais bondosos, compassivos, tolerantes, solidários. Outros desenvolvem uma revolta surda, silenciosa, que vai minando o seu ser, gangrenando-o.
Não há como evitar o sofrimento. Por mais que sejamos privilegiados em fortuna, em saúde, em inteligência, em beleza, em afeto, em qualquer curva da estrada, ele nos espera. Sofrimento é, pois, contingência humana.
Alguns sofrem mais, outros menos. A razão dessa diferença, muitas vezes,  está no carma. No planejamento reencarnatório, pedimos o sofrimento como uma oportunidade de evolução.  Quando encarnados nos esquecemos, comumente, de nossos compromissos e, por isso, o sofrimento se torna, tantas vezes, um peso para nós.
Mas, o importante é como aproveitamos o sofrimento para o nosso crescimento espiritual. Sem a espiritualidade, o que nos resta? Somos apenas um grão de poeira perdido no cosmo ou um pequeno verme, arrastando-se no chão. Sem o desenvolvimento espiritual, só podemos nos entregar aos soluços e gemidos, tão próprios de Umbral.
Se não permanecemos fundados e firmes na fé e inabaláveis na esperança, como podemos levar adiante a vida, cumprindo os compromissos do dia-a-dia e suportando a rotina e a dor?
Dentro de nós mora a Força que haverá sempre de nos sustentar. E, nós espíritas, podemos encontrar nas leituras, nas comunicações dos espíritos de luz, energia suficiente para prosseguirmos no processo evolutivo com coragem e determinação, sabendo que estamos resgatando nossas falhas do passado e crescendo como seres humanos, criaturas do Senhor.
Jamais pensemos, pois, em sofrimento como castigo, mas como uma oportunidade de crescimento. Antes de nós, grandes líderes espirituais e semeadores do Bem, mesmo sem merecer, sofreram pela vilania, desrespeito e pífia moralidade daqueles que os julgaram e condenaram.

Maria Luiza Silveira Teles




PENSAMENTO DE HOJE


Ter compaixão significa compreender o sofrimento dos outros e ter a capacidade de se identificar com eles.

Paulo e Lauro Raful

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

LAVRADORES

"O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos." Paulo (II Timóteo, 2:6)
Há lavradores de toda classe. Existem aqueles que compram o campo e expiaram-no, através de rendeiros suarentos, sem nunca tocarem o solo com as próprias mãos. Encontramos em muitos lugares os que relegam a enxada à ferrugem, cruzando os braços e imputando à chuva ou ao solo fracasso da sementeira que não vigiam. Somos defrontados por muitos que fiscalizam a plantação dos vizinhos, sem qualquer atenção para com os trabalhos que lhes dizem respeito. Temos diversos que falam despropositadamente com referência a inutilidades mil, enquanto vermes destruidores aniquilam as flores frágeis. Vemos numerosos acusando a terra como inca paz de qualquer produção, mas negando à gleba que lhes foi confiada a bênção da gota d'água e o socorro do adubo. Observamos muitos que se dizem possuídos pela dor de cabeça, pelo resfriado ou pela indisposição e perdem a sublime oportunidade de semear. A Natureza, no entanto. retribui a todos eles com o desengano, a dificuldade, a negação e o desapontamento. Mas o agricultor que realmente trabalha, cedo recolhe a graça do celeiro farto. E assim ocorre na lavoura do espírito. Ninguém logrará o resultado excelente, sem esforçar-se, conferindo à obra do bem o melhor de si mesmo. Paulo de Tarso. escrevendo numa época de senhores e escravos, de superficialidade e favoritismo, não nos diz que o semeador distinguido por César ou mais endinheirado seria o legítimo detentor da colheita, mas asseverou, com indiscutível acerto, que o lavrador dedicado às próprias obrigações será o primeiro a beneficiar-se com as vantagens do fruto.
XAVIER, Francisco Cândido. Fonte Viva. Pelo Espírito Emmanuel. FEB. Capítulo 31.

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO