BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

terça-feira, 5 de abril de 2016

A TAÇA DA BELEZA



Minha alma se alimenta principalmente de Beleza e Amor. Sem esses elementos eu secaria como uma planta qualquer. Assim, para manter-me viva, busco sempre a beleza, não somente na Natureza, mas também nas artes.
Uma bela música, um poema, um bom romance, um belo quadro, uma escultura, preciso todos os dias desses bens preciosos que enriquecem e alargam meu mundo interior.
Graças a Deus, tenho tido a oportunidade de alimentar minha alma com belezas incríveis! Não me canso de fartar-me! Não consigo admitir que alguém passe pela vida sem ler Göethe, Olavo Bilac, Fernando Pessoa (com seus heterônimos), Quintana, Manoel Bandeira, Cora Coralina, Manoel de Barros, Rumi, Neruda e tantos e tantos poetas incríveis! Sem ler Somesert Maughan, Clarice Lispector, Herman Hesse, Tolstoi, Dostoievsky, Guimarães Rosa, Garcia Marquez, Isabel Allende, Cyro dos Anjos, Érico Veríssimo, Josué Montello, Lia Luft, Khalil Gibran, Richard Bach, Saint Exupéry,  Hemingway, Saramago... Sem contemplar os quadros de Frida Kahlo, Renoir, Lorenzo Bernini, Leonardo da Vinci, Van Gogh, Picasso, etc. Sem conhecer as esculturas de Rodin e tantos outros. Sem mergulhar na filosofia de Sócrates, Platão, Aristóteles, Dostojevski, Schopenhauer, Nietzsche, Sartre, Osho, Tagore,...
Tenho viajado por todos os museus do mundo, visitado as mais incríveis cidades, que guardam tesouros espetaculares, conhecido todas as belíssimas igrejas, os castelos, os grandes rios, os mares e todo seu mundo interior, grutas espetaculares, lagos,  entrado nos mais diversos cantos deste planeta de meu Deus; assistido aos mais lindos concertos, a espetáculos de dança que nos tiram o fôlego, ao Cirque de Soleil, enfim, tenho bebido de todas as culturas e preenchido todos os vãos de minha alma. Como? Pela internet, esta extraordinária ferramenta que nos permite viajar sem sair de casa, trazendo ao nosso lar todo o mundo conhecido. Este instrumento que, se tem seu lado ruim, pode também nos levar a todo o conhecimento, a todo o cadinho cultural da humanidade, enfim, a gozar de todos os privilégios que estavam, antes, ao alcance apenas dos endinheirados.
Não estamos muito longe deste incrível mundo de beleza. Montes Claros é um verdadeiro celeiro de grandes talentos, em todas as áreas, e seria tão bom que essa beleza pudesse ser compartilhada por nossa gente de todo o país ou quiçá do mundo. Por que não o é? Falta de incentivo do governo ou patrocínio dos empresários? Não sei dizer. Só sei que não é justo que tanto talento se feche num pequeno mundo!...
Acho que nós, os artistas, os sensíveis, não podemos ser pessoas normais, pois não nos enquadramos na mediocridade desse mundo que só pensa em poder e dinheiro! Nós queremos as estrelas! Nós queremos gritar ao mundo o nosso anseio pela liberdade de criar, de falar, de cantar... Somos pessoas diferentes que enfeitamos a vida com a riqueza de nossa imaginação e de nossos sonhos.
Como aquele que só se preocupa com as veleidades do cotidiano pode compreender esse universo tão particular e único de cada alma?
Falando dos talentos de nossa terra, não tenho como citar nomes, pois são tantos e eu poderia cometer injustiças de esquecimento!
A população montes-clarense precisa prestigiar mais os nossos artistas! Se eles não conseguem levar a um público mais amplo a sua arte, pelo menos os que residem aqui e anseiam por um pouco de beleza possam se alimentar dela.
O grande Artur da Távola dizia que “quem tem riqueza interior não padece de solidão”. Está aí uma boa receita. Quer ser mais feliz? Não quer sentir solidão nesse mundo tão feito de aparências e falsidades? Abrace a arte. Leia bons livros, escute boas músicas e bons cantores, vá ao teatro, aos concertos, assista bons filmes, vá a “vernissages” e verá como sua vida se tornará mais plena. Não se contente com a aridez do cotidiano!
Vamos aproveitar que temos a felicidade de viver nesse celeiro de arte e gozar desse privilégio! Vamos beber desta taça de beleza!
Outro privilégio de que podemos gozar aqui é conversar com pessoas que têm anseios como nós, que vivem no Olimpo como nós. Além de nos enriquecermos mais, não nos sentimos tão sós e diferentes.

Maria Luiza Silveira Teles (presidente da Academia Montes-clarense de Letras)

Pintura de Van Gogh


Nenhum comentário:

Postar um comentário

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO