BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

A LIÇÃO DO SOFRIMENTO



“E isto vos farão, porque não conhecem o Pai, nem a mim”.  – Jesus. (João, 16:3).

A jornada do cristão não é nada fácil. A maldade povoa o mundo e, muitas vezes, exatamente os mais bondosos, os que tentam viver no caminho do Senhor, são os que mais sofrem.
Não devemos, entretanto, jamais perder o otimismo, a esperança e nem, tampouco, julgar alguém. Esta é uma mensagem que podemos encontrar em vários capítulos de “O Evangelho Segundo o Espiritismo”.
O que nos ensina o sofrimento? Como nos comportamos diante das tempestades que nos atingem, os males que nos afligem, as perdas que nos ferem, as doenças que nos limitam? Aceitamos, com resignação, aquilo que não podemos mudar, crescemos em espiritualidade, fortalecemos a nossa fé, ou, pelo contrário, nos revoltamos, nos desesperamos, nos amarguramos e nos tornamos céticos?
A vida nos ensina que o sofrimento é faca de dois gumes: alguns, quanto mais sofrem, como um diamante sendo burilado, crescem em humanidade. Tornam-se mais bondosos, compassivos, tolerantes, solidários. Outros desenvolvem uma revolta surda, silenciosa, que vai minando o seu ser, gangrenando-o.
Não há como evitar o sofrimento. Por mais que sejamos privilegiados em fortuna, em saúde, em inteligência, em beleza, em afeto, em qualquer curva da estrada, ele nos espera. Sofrimento é, pois, contingência humana.
Alguns sofrem mais, outros menos. A razão dessa diferença, muitas vezes,  está no carma. No planejamento reencarnatório, pedimos o sofrimento como uma oportunidade de evolução.  Quando encarnados nos esquecemos, comumente, de nossos compromissos e, por isso, o sofrimento se torna, tantas vezes, um peso para nós.
Mas, o importante é como aproveitamos o sofrimento para o nosso crescimento espiritual. Sem a espiritualidade, o que nos resta? Somos apenas um grão de poeira perdido no cosmo ou um pequeno verme, arrastando-se no chão. Sem o desenvolvimento espiritual, só podemos nos entregar aos soluços e gemidos, tão próprios de Umbral.
Se não permanecemos fundados e firmes na fé e inabaláveis na esperança, como podemos levar adiante a vida, cumprindo os compromissos do dia-a-dia e suportando a rotina e a dor?
Dentro de nós mora a Força que haverá sempre de nos sustentar. E, nós espíritas, podemos encontrar nas leituras, nas comunicações dos espíritos de luz, energia suficiente para prosseguirmos no processo evolutivo com coragem e determinação, sabendo que estamos resgatando nossas falhas do passado e crescendo como seres humanos, criaturas do Senhor.
Jamais pensemos, pois, em sofrimento como castigo, mas como uma oportunidade de crescimento. Antes de nós, grandes líderes espirituais e semeadores do Bem, mesmo sem merecer, sofreram pela vilania, desrespeito e pífia moralidade daqueles que os julgaram e condenaram.

Maria Luiza Silveira Teles




PENSAMENTO DE HOJE


Ter compaixão significa compreender o sofrimento dos outros e ter a capacidade de se identificar com eles.

Paulo e Lauro Raful

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO