BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quinta-feira, 14 de julho de 2016

AS TRÊS INSTITUIÇÕES DIVINAS


Segundo a Bíblia, a Palavra de Deus, existem três instituições que o próprio Deus instituiu para o bem-estar da sociedade, que são: a família, a Igreja, e o Estado. Neste texto, pretendo contar o dever e as qualidades de cada uma dessas instituições, que foram instituídas por Deus. 

“Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas. Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos. Pois os governantes não devem ser temidos, a não ser pelos que praticam o mal. Você quer viver livre do medo da autoridade? Pratique o bem, e ela o enaltecerá. Pois é serva de Deus para o seu bem. Mas se você praticar o mal, tenha medo, pois ela não porta a espada sem motivo. É serva de Deus, agente da justiça para punir quem pratica o mal. Portanto, é necessário que sejamos submissos às autoridades, não apenas por causa da possibilidade de uma punição, mas também por questão de consciência. É por isso também que vocês pagam imposto, pois as autoridades estão a serviço de Deus, sempre dedicadas a esse trabalho. Dêem a cada um o que lhe é devido: se imposto, imposto; se tributo, tributo; se temor, temor; se honra, honra”. (Romanos 13:1-7) 

O apóstolo Paulo reconheceu que o Estado é necessário para se manter a paz na Terra. Para Paulo, é necessário que haja um governo para se manter a lei e a ordem no mundo. Segundo o apóstolo, os agentes do Estado (militares, policiais, e magistrados) têm a autorização de Deus para usarem a força e até mesmo armas letais para poderem fazer justiça (dentro da lei, claro). Deus estabeleceu o governo sobre a Terra, para que os governantes e seus agentes (autorizados por Deus para usarem a violência se for necessário) combatam o crime, punindo os maus e louvando os bons. Todos, nós, cristãos, temos o dever cívico de nos sujeitarmos às autoridades governamentais, e de interceder em favor dos governantes, e de todos os homens investidos de autoridade (1 Timóteo 2:1-4). 

“Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor; quer seja ao rei, como soberano; quer às autoridades como enviadas por ele, tanto para castigo dos malfeitores, como para louvor dos que praticam o bem. Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos; como livres que sois, não usando, todavia, a liberdade por pretexto da malícia, mas vivendo como servos de Deus. Tratai a todos com honra, amai aos irmãos, temei a Deus, honrai ao rei”. (1 Pedro 2:13-17) 

Segundo o apóstolo Pedro, o governo também é necessário na ordem estabelecida por Deus, para refrear o mal, castigando os malfeitores e enaltecendo os cidadãos de bem. Para Pedro, os cristãos devem ser cidadãos exemplares e também devem se submeter às autoridades constituídas, porque essa é a vontade de Deus. 

A Igreja de Cristo tem o dever de acolher os órfãos e as viúvas, de interceder em favor das autoridades governamentais, de se engajar em causas sociais, e de pregar o Evangelho a todas as pessoas. A Igreja não tem cumprido com o seu papel nos últimos tempos, e Deus cobrará isso dela. Infelizmente, quando há liberdade demais, a Igreja se acomoda no pecado e fica apática, mas quando há perseguição, aí a Igreja volta a cumprir o seu papel, que é mostrar a Salvação de Jesus Cristo para o mundo. A Igreja Cristã tem que amar os seres humanos, porque os homens são alvos do amor de Deus. O Altíssimo ama tanto o ser humano, que Ele enviou o seu Único Filho para sofrer e morrer no lugar das pessoas, para que elas sejam salvas do poder do pecado, que as sentencia a morte eterna. Jesus sofreu e morreu numa cruz, para que eu e você fôssemos salvos. Quem aceitar Jesus Cristo como seu Único Salvador, ganhará a vida eterna, e escapará das chamas do Inferno, que é o lugar reservado para todas as pessoas que rejeitam o Espírito Santo e o sacrifício de Jesus. A Igreja precisa mostrar isso para os homens. 

A instituição mais importante criada por Deus é a família, ao contrário, do que os ateus marxistas pregam. A família não é um conceito burguês, mas é um sonho de Deus. A família é o principal alicerce de todas as sociedades civilizadas (até das tribos). Nenhuma sociedade sobrevive sem a família. Todos precisam de uma família, e do amor e do apoio dos familiares para que cresçam e progridam na vida. A família é a principal instituição divina. 

Postado por Filipe Levi

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO