BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

DECÁLOGO DA PAZ


1. Aprenda a desculpar infinitamente para que os seus erros, à frente dos outros, sejam esquecidos e perdoados.
2. Cale-se, diante do escárnio e da ofensa, sustentando o silêncio edificante, capaz de ambientar-lhe a palavra fraterna em momento oportuno.
3. Não cultive desafectos, recordando que a aversão por determinada criatura é, quase sempre, o resultado da aversão que lhe impuseste.
4. Não permita que o egoísmo e a vaidade, o orgulho e a discórdia se enraízem no seu coração, lembrando que toda a ideia de superestimação dos próprios valores é adubo nos espinheiros da irritação e do ódio.
5. Perante o companheiro que se rendeu às tentações de natureza inferior, deixe que a compaixão lhe ilumine os pontos de vista, pensando que, em outras circunstâncias, poderia você ocupar-lhe a indesejável situação e o lugar triste.
6. Não erga a sua voz demasiado e nem tempere a sua frase com fel para que a sua palavra não envenene as chagas do próximo.
7. Levante-se, cada dia, com a disposição de servir sem a preocupação de ser servido, de auxiliar sem retribuição e cooperar sem recompensa, para que a solidariedade espontânea te favoreça com os créditos e recursos da simpatia.
8. Esqueça a calúnia e a maledicência, a perversidade e as aflições que lhe dilaceram a alma, entendendo nas dores e obstáculos do mundo as suas melhores oportunidades de redenção.
9. Lembre-se de que os seus credores estão registrando a linguagem de seus exemplos e perdoar-lhe-ão as faltas e os débitos, à medida que se fizer o benfeitor desinteressado de muitos.
10. Não julgue que o serviço da paz seja mero problema de boca mas, sim, testemunho de amor e renúncia, regeneração e humildade da própria vida, porque, somente ao preço de nosso próprio suor, na obra do bem, é que conseguiremos reconciliar-nos, mais depressa, com os nossos adversários, segundo a lição do Senhor.

ANDRÉ LUIZ. De "Mentores e Seareiros".
Psicografia de Francisco Candido Xavier

“COMO ACORDAREMOS NO PLANO ESPIRITUAL. ”



No ato da Morte ou Desencarne, alguns Espíritos entram em processo de Sono, por um determinado tempo, e quando acordam no Plano Espiritual, vivem várias situações, boas ou de sofrimentos, de acordo com o Merecimento e a Compreensão sobre si mesmo e o modo de vida que viveu no Plano Físico; o materialismo leva ao plano vibratório das sombras, e o desenvolvimento espiritual leva à liberdade. É preciso viver os dois com critério e equilíbrio para conquistar sua própria luz celestial.
Alguns Espíritos acordam no Plano Espiritual e vão em busca do lugar onde viveram e com as pessoas que conviveram e não têm a noção que desencarnaram.
Espíritos nobres e espiritualizados acordam nos planos superiores usufruindo, da sua consciência equilibrada e de sua luz, dando continuidade aos seus objetivos evolutivos.
Espíritos dedicados à virtude e à beleza acordam no plano espiritual e assumem suas atividades espirituais, dando continuidade aos seus trabalhos antes de reencarnarem, voltam com mais experiência do plano físico e com o dever cumprido.
Espíritos preguiçosos acordam no plano espiritual, e se encontram na mesma escuridão em que viviam no mundo físico, embora desfrutassem da luz do sol, mas não cultuaram a luz do espírito.
Espíritos viciados e malfeitores acordam no plano espiritual e se ligam às suas quadrilhas de malfeitores no umbral e passam a prejudicar os seres humanos, com os germes negativos do seu perispírito, e sua mente doentia.
Oradores acordam no plano espiritual e começam a repetir os seus conceitos de vida, sem obras positivas para o seu próximo, num circulo vicioso por dezenas de anos até despertarem em si mesmo o tempo perdido.
Homicidas acordam no plano espiritual nos abismos do umbral, curtindo o seu ato insano por tempo indeterminado até se conscientizarem do crime que fizeram contra si mesmo.
Não te esqueças que terás também a boca fechada e as mãos geladas no dia do seu sepulcro. Busque, desde agora, a luz do bem constante, na rota de teus dias, para que a sombra do umbral não lhe envolva.


Grupo Socorrista Obreiros do Senhor Jerônimo Mendonça Ribeiro

PENSAMENTO DE HOJE


Quando a mente, purificada por meio de incessante meditação, se funde com Brahman, o estado de samadhi é atingido.
Nesse estado não existe consciência de dualidade. A alegria perene é então experimentada.

Shankaracharya

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO