BOAS VINDAS

Seja bem vindo! Espero que aqui encontre alento, beleza, amor e paz! E que possa espalhar isto para o mundo, que vive tão sedento de tudo isto.



Pesquisar este blog

Seguidores

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

DIFICULDADES


Quando as dificuldades nos atingem surgem a tendência aos conflitos e a falta de coragem e de discernimento.
Precisamos reconhecer que não existem vitórias sem lutas. Quando surgem os problemas precisamos enfrenta-los com coragem e nos esforçarmos para concluir a obra de DEUS que é o Amor e a Paz.
Todos de uma forma ou outra estão passando por alguma dificuldade, mas isto não justifica que devemos estar sem discernimento ou coragem de lutar.
A nossa busca pela paz e o nosso esforço em alcança-la favorecerá a nossa vitória
Ninguém conseguirá alcançará seu objetivo se não correr atras.


do site Gotas de Paz

MENSAGEM DO DIA



A vida não precisa ser necessariamente sofrida. Muitas vezes, somos nós que a tornamos assim. O complicador da vida é a relutância em modificar nossas atitudes mentais, estados emocionais e comportamentos envelhecidos.

Paulo e Lauro Raful

“AFEIÇÃO DOS BONS ESPÍRITOS”


Os bons Espíritos, que sempre nos acompanham, fazem tudo para a nossa paz interior. Certamente que eles se afligem com a nossa impaciência ante a dor e os problemas, pelos quais passamos reclamando. Somente os Espíritos puros têm a tranquilidade imperturbável da consciência. Eles compreendem que os encarnados carregam consigo fraquezas capazes de os envolverem nas sombras que sempre os espreitam, mas, que uma queda pode ser prenúncio de vitória no porvir.
Estamos rodeados de testemunhas espirituais que nos assistem, e atraímos outras tantas pela sintonia dos nossos sentimentos. O Espírito envolvido na carne recebe do próprio ambiente impulsos de magnetismo inferior a todos os momentos. É preciso orar e vigiar permanentemente. Essas forças aparecem aos homens como barreira para cercear suas forças para o bem.
Devemos lutar, não contra o mal, que não merece atenção nem desperdício de tempo, mas, lutar na sequência do bem comum, aprimorando, com as qualidades espirituais, a. árvore do amor que se encontra em nosso coração. Busquemos sempre o melhor, e nessa procura, Jesus aparece com as Suas mãos que nos encorajam a batalhar com nós mesmos, aliviando ou fazendo desaparecer as nossas tensões, no que se refere à nossa consciência.
Os bons Espíritos têm suas lutas no chão do planeta e ainda procuram inspirar os homens para torná-los bons também. Os Espíritos puros inspiram os bons, mesmo desencarnados, e eles, fortalecidos ajudam os encarnados. Sabemos que os homens fazem o bem e o mal, entretanto, a Doutrina dos Espíritos, como sendo a volta de Jesus, vem nos ajudar a compreender a necessidade de diminuir o mal, investindo no bem cada vez mais, para que ele domine os nossos sentimentos na sua amplitude. Se queres paz, trabalha pela paz alheia; se queres amor, não te esqueças de amar, porque, se é dando que recebemos, a inteligência nos pede para doar o quanto pudermos.


O Livro dos Espíritos comentado pelo Espírito Miramez
Questão 486 comentada - CAPÍTULO 27
Autor: Espírito Miramez
Fonte: Mensagem Espírita

COMO OCORRE A SEPARAÇÃO DA ALMA DO CORPO?


A Alma é o nome reportado ao Espírito quando encarnado. A ligação do espírito com o corpo físico é possível através do perispírito. No Item Separação da Alma e do Corpo, da obra O Livro dos Espíritos entenderemos mais acerca do assunto.
Os laços que unem a Alma ao corpo se desprendem gradualmente até que cesse a vida orgânica, porém com o invólucro semimaterial, conhecido como o perispírito, é possível o espírito passar a viver no plano espiritual.
Porém, esta transição depende do nível de desprendimento com o plano físico. A separação dos laços com a matéria podem ser rápida nos espíritos elevados, mas gradual quando ainda há apegado ao corpo físico e pouca elevação moral. O Espírito no momento do desencarne sente o rompimento da alma e do corpo. Na pergunta 154 os espíritos afirmam não ser dolorosa a separação, pois os sofrimentos são vividos ainda quando encarnado. A afinidade dos espíritos, ou seja, o grau de sua elevação tal qual o nível de sua vibração energética irão definir a sensação experimentada após o desencarne e com quem se encontrarão no outro plano. Na questão de número 161 sobre o caso de mortes violentas e acidentais os espíritos respondem que geralmente a separação da alma e cessação da vida ocorrem simultaneamente, mas em todos os casos é breve o instante que medeia uma e outra.
É preciso ressaltar, mesmo não pertencendo ao item estudado, a questão da separação dos laços de um suicida. As perguntas a seguir do item Desgosto da Vida. Suicídio trarão esclarecimentos a respeito do tema. Na questão 944 Allan Kardec pergunta aos espíritos se nós encarnados temos o direito de tirarmos nossa vida e recebeu a seguinte resposta:
“Não; só a Deus assiste esse direito. O suicídio voluntário importa numa transgressão desta lei.” É comum os relatos de que o suicida cometeu tal ato para por fim a sofrimentos, porém esta máxima é contrária às leis divinas e o processo de reencarnação. Este espírito terá que passar por novas provas e expiações para resgatar suas faltas. Quais, em geral, com relação ao estado do Espírito, as consequências do suicídio? “Muito diversas são as consequências do suicídio. Não há apenas determinadas e, em todos os casos, correspondem sempre às causas que o produziram…” Apesar do ato de transgressão, é certo o desencarne e a separação dos laços, mas há ressalvas que ele continua a tratar na mesma questão. “A observação, realmente, mostra que os efeitos do suicídio não são idênticos. Alguns há, porém, comuns a todos os casos de morte violenta e que são a consequência de interrupção brusca da vida. Há, primeiro, a persistência, mais prolongada e tenaz do laço que une o Espírito ao corpo, por estar quase sempre esse laço na plenitude da sua força no momento em que é partido, ao passo que, no caso de morte natural, ele se enfraquece gradualmente e muitas vezes se desfaz antes que a vida se haja extinguido completamente…”
Para estes espíritos nos resta muitas preces e orações. Emane vibrações positivas para que quanto mais rápido encerre seu sofrimento recebendo assim o socorro da Espiritualidade Amiga. Lembre-se, quando aparecer suspeitas e evidências ao suicídio é primordial o encaminhamento à especialistas como psicólogos e psiquiatras.
TV MUNDO MAIOR | Ricardo Guelfi de Souza

ACALME MEUS PASSOS, SENHOR


Acalme meus passos, Senhor!
Desacelere as batidas do meu coração
Acalmando minha mente.
Diminua meu ritmo apressado
Com a visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia,
Dê-me a tranqüilidade das montanhas.
Retire a tensão dos meus músculos e nervos,
com a música tranquilizante dos rios
de águas constantes, que vivem em minhas lembranças.


Chico de Minas Xavier

ALGUMAS DE MINHAS OBRAS

MEU MAIS NOVO LIVRO

MEU MAIS NOVO LIVRO